Xiaomi Mi A1: feito pela Xiaomi E pelo Google

xiaomi mi a1

Conhecem o Android One? Se trata de uma linha de smartphones do Google focada no preço, com melor custo x benefício que a linha Pixel. Hoje o Google juntamente com a chinesa Xiaomi anunciaram o Xiaomi Mi A1, novo smartphone rodando o Android One. Confiram os detalhes abaixo.

Embora rode o sistema para smartphones de entrada, pela primeira vez temos um aparelho com especificações razoáveis para esse propósito, mas continuando a proposta de ser barato. Na realidade, se trata do Xiaomi Mi 5X rodando uma versão do Android One, que é um Android Stock, ao invés da famosa MIUI que normalmente equipa os aparelhos da marca.

xiaomi mi a1

Sendo assim, sua lista de especificações técnicas e visual externo permanecem os mesmos, o Snapdragon 625 em um corpo feito inteiramente em metal. Sua parte de trás talvez seja a mais animadora, contando com duas câmeras principais e, mais abaixo, um leitor de impressões digitais.

 Relembre as especificações técnicas do Xiaomi Mi 5X, que são as mesmas especificações técnicas do Xiaomi Mi A1.
  • Tela de 5,5 polegadas, ocupando 70.1% da parte frontal
  • Resolução Full HD (1920 x 1080 pixels), 403 pixels por polegada
  • 4 GB de RAM
  • 64 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD de até 128 GB
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 625 (MSM8953)
  • Processador de oito núcleos ARM Cortex-A53 rodando em até 2,0 GHz
  • Qualcomm Adreno 506 como placa gráfica
  • Câmera principal dupla de 12 MP (26 mm, f/2.2) + 12 MP (50mm, f/2.6)
  • Câmera frontal de 5 MP
  • Leitor de impressões digitais na parte traseira
  • Dimensões de 155.4 x 75.8 x 7.3 mm e peso de 165 gramas
  • Disponíveis nas cores: preta, dourada e ouro rosé
  • Bateria de 3.080 mAh
  • Android 7.1.2 Nougat (sem modificações) como sistema operacional

Para levar o novo modelo de celular para casa, os clientes interessados precisam pagar um valor de US$ 230, ou seja, cerca de R$ 722, na cotação atual do dólar e sem os impostos do Brasil. Inicialmente, Xiaomi Mi A1 estará disponível nas varejistas dos seguintes países:

  • Ásia (Pacífico): Bangladesh, Hong Kong, Índia, Indonésia, Cazaquistão, Malásia, Mianmar, Nepal, Singapura, Sri Lanka, Taiwan, Tailândia e Vietnam.
  • Europa: Belarus, Bulgária, República Tcheca, Grécia, Hungria, Polônia, Romênia, Rússia, Eslováquia e Ucrânia.
  • Oriente Médio e África: Barein, Egito, Israel, Kuwait, Omã, Qatar, Arábia Saudita, África do Sul, Emirados Árabes Unidos e Iêmen.
  • Américas: Chile, Colômbia, México e Uruguai.

O Google não planeja trazer por enquanto o Android One, e consequentemente o Xiaomi Mi A1 a Brasil. Mas como ele está aqui do lado no Uruguai e Chile, quem sabe mais para frente ele não dê as caras por aqui.