Windows Lite, tudo o que você precisa saber

O novo Windows Lite da Microsoft pretende ser o matador do Chrome OS, rodando apps nas nuvens e com uma interface mais limpa.
Por
30 de maio de 2019 às 5h32 - Atualização: 30/05/2019
windows lite destaque

Já ouviu falar no Windows RT? E no Windows 10S? Provavelmente sim para os dois. Mas o assunto que tem dominado hoje em dia é o tal do Windows Lite. Há poucas informações, mas resumidamente falando sabemos que se trata de um novo sistema mais leve para competir com o Chrome OS que equipa os Chromebooks do Google. Vejam abaixo o que coletamos do Windows Lite até agora.

O que é o Windows Lite?

Antes de prosseguirmos, anote isso: O Windows Lite que estamos discutindo é sobre uma forma futura do sistema operacional da Microsoft. Não se trata de uma versão pirata chamada “Windows 10 Lite” que é distribuída para download, nós do Tekimobile somos totalmente contra qualquer tipo de downloads ilegais.

O Windows Lite é supostamente uma versão mais leve do Windows que será mais rápida e mais enxuta do que os sistemas operacionais Windows que conhecemos.

Ele tem um pouco do que já vimos no Windows 10 S, onde irá executar apenas aplicativos baixados da loja da Microsoft e Progressive Web Apps, que funcionam como um aplicativo off-line dentro de um serviço online. De acordo com relatórios recentes, também é projetado para dispositivos de tela dupla., como os notebooks mostrados pela Intel na Computex 2019.

Aproveitando os desenvolvimento da Microsoft com seus laptops Always Connected, o Windows Lite será um sistema sempre conectado e funcionará com qualquer tipo de CPU para fornecer uma ampla gama de opções para fabricantes e consumidores.

Considerando que os processadores da Qualcomm provaram ser muito capazes de prolongar a vida útil da bateria além de 20 horas em alguns laptops, não ficaríamos surpresos se o Snapdragon 8cx anunciado recentemente fosse lançado em laptops com o Windows Lite no segundo semestre de 2019.

Interface do Windows 10 lite

Uma grande parte do novo sistema operacional “Lite” é que ele não se parecerá com o Windows que conhecemos. Ele terá uma interface de usuário totalmente nova. Seria uma interface moderna e limpa, com o botão iniciar no centro da tela e uma caixa de pesquisa que lembra a do Chrome OS onde os aplicativos seriam sugeridos ao londo da digitação.

As informações são escassas, mas se o Windows Lite se provar real e que, obviamente, seja eficaz, poderá ser a sentença de morte do Windows 10 S que podemos dizer que não foi bem aceito.

Mas quando o Windows 10 Lite estará disponível?

A Microsoft não fez qualquer tipo de anúncio oficial sobre o Windows Lite. No entanto os rumores sobre o novo sistema operacional estão cada vez mais fortes, além disso é meio lógico esperar que a Microsoft o lance. O Chrome OS vem ganhando muito espaço – principalmente nos EUA – e com a chegada do 5G, ter dispositivos sempre conectados com boa velocidade irá contribuir para a dissiminação desse tipo de sistema.

Por enquanto, temos muito pouco para discutir sobre se ou quando o Windows 10 Lite estará disponível. Mas segundo o que a Microsoft tem dito, é algo quase certo.

A Microsoft disse na Computex sobre o que ela pensa sobre um sistema operacional moderno, o que seria mais uma pista para a chegada próxima do Windows 10 Lite. Vejam a seguir:

  • Atualizações feitas em segundo plano, de maneira invisível;
  • Seguro por padrão através de apps separados do sistema, nas nuvens por exemplo;
  • Sempre conectado;
  • Perfomance sustentada que significa um PC sempre pronto;
  • Conectados às nuvens;
  • IA (Inteligência artificial);
  • Diversas possibilidades de entrada: caneta, tela touch, teclado, voz e etc;
  • Facilidade e agilidade para se adaptar em qualquer hardware.

O nome será mesmo Windows Lite?

No momento, o sistema operacional com rumores é conhecido como “Lite”. É assim que aparece nos arquivos de algumas construções do Windows Insider que não foram efetivamente removidas de suas menções. Um relatório do Windows Central indica que o Windows Lite é conhecido internamente como “Santori”. Além disso, muitos dizem que a Microsoft quer abandonar qualquer menção aos nomes passados do sistema.

A combinação de uma nova interface de usuário e alteração do nome pode ajudar muito os usuários que abandonaram o Windows tradicional a voltar para a plataforma. Assim como o Chrome OS se baseia na familiaridade do navegador Chrome, o “Lite” da Microsoft, ou o que quer que seja chamado, pode parecer reformular a ideia do que como um sistema operacional deve parecer e se sentir, indo em uma nova direção para a empresa.

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta