Real Time Analytics
google

TVs da Sony virão todas com Android TV em 2015

Muitos dizem que o futuro das emissoras de TV estão condenados graças a alternativas como Netflix e outros serviços semelhantes. Por isso que faz tempo que as fabricantes estão investindo pesado em suas smarts TVs, o problema é que a grande maioria das interfaces são feias e lentas, dai o usuário acaba por recorrer ao uso do Chromecast, Apple TV e outros equipamentos. Mas isso vai acabar em breve, já que sistemas mobiles estão sendo portados para as TVs, a LG já começou a usar o WebOS, a Samsung irá usar o Tizen e hoje a Sony avisou que todas as TVs da linha Bravia irão usar o Android TV a partir de 2015.

bravia-06

O Android TV é uma versão do sistema operacional Android, especialmente voltada para grandes telas, ou seja, ideal para TVs. Ele centraliza o entretenimento ao redor da conta Google do usuário, com a possibilidade de utilizar até mesmo o smartphone como controle remoto da TV. A Android TV pode reproduzir, além de filmes, jogos e aplicativos compatíveis com o Android.

bravia-01

A Sony disse que as TVs virão com  tradução para 42 idiomas, tudo isso para atingir o maior número de usuários no mundo.

sony-android-tv-1

No Brasil as TVs da Sony possuem um preço absurdo – aliás tudo que é da Sony possui – só fico pensando o preço que virá essas TVs.

Leiam também:  Google irá construir fibra óptica do Brasil até os EUA

Seja o primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Android, Aplicativos Android, google

Youtube Go! chega ao Brasil. Baixe e assista vídeos off-line

Ótima notícia: o Google disponibilizou no Brasil o app Youtube Go!, com ele é possível fazer o download e assistir…

Ótima notícia: o Google disponibilizou no Brasil o app Youtube Go!, com ele é possível fazer o download e assistir off-line vídeos da plataforma. Principalmente no Brasil onde a internet não é das melhores, é uma excelente opção para os usuários.

Para quem não se lembra, o YouTube Go funciona de forma semelhante ao aplicativo tradicional. Com ele você pode até compartilhar vídeos via Bluetooth com outro smartphone que tenha o aplicativo instalado. A diferença fica mesmo por conta da possibilidade de baixar os vídeos para assistir off-line posteriormente.

Quando o usuário efetua o download de um vídeo, o aplicativo também mostra quanto espaço aquela mídia irá ocupar no armazenamento do smartphone. Uma boa pedida para quem tem aparelhos mais básicos:

Além de todas as novidades, o aplicativo também recebeu otimizações de desempenho para poder rodar em smartphones mais simples. Isso só foi possível graças aos feedback dos usuários em países em que o app já estava disponível.

Marcella Campos, diretora de marketing do YouTube no Brasil, explica que o YouTube Go ajuda a tornar o conteúdo da plataforma mais acessível a uma grande parcela de brasileiros. Confira todas as funcionalidades do aplicativo:

YouTube Go

  • Descubra um mundo de vídeos: músicas, filmes, séries, comédia, moda, cozinha, tutoriais e muito, muito mais!
  • Baixe e assista seus vídeos preferidos.
  • Compartilhe vídeos instantaneamente – não use dados para transferir.
  • Procure por qualquer vídeo e descubra novidades.
  • App pesa apenas 8,5 MB.

Controle seus dados

  • Escolha entre baixar ou transmitir.
  • Pré-visualize vídeos antes de baixar ou assistir.
  • Selecione quantos MBs você quer gastar em vídeos.

Compartilhe vídeos instantaneamente

  • Compartilhe com seus amigos e família.
  • Transferência de vídeos não usa dados.
  • Velocidade super-rápida: envie vídeos em segundos.
  • Uma vez recebido, uma rápida verificação de segurança de 15 KB permite assistir ao vídeo.
Leiam também:  Como os apps do Google podem facilitar sua vida e turbinar o Android

Baixe vídeos!

  • Baixe vídeos para seu telefone ou cartão microSD.
  • Assista-os sem esperar carregar.
  • Veja o que baixou a qualquer hora do dia, em qualquer lugar, até mesmo sem conexão à internet.
  • Assista aos vídeos baixados várias vezes, sem usar mais dados para isso.

Super-rápido!

Não se preocupe mais em deixar o telefone de lado enquanto um vídeo carrega.

Feito para funcionar com menos memória e velocidades mais lentas.

Funciona com versões antigas do Android, até o Jellybean (Android 4.1).

O aplicativo já está listado na Play Store brasileira e assim que o Google liberar o seu download, você poderá baixar clicando no card abaixo:

materia completa
google

Procurando emprego? O Google tá dando uma forcinha

O mecanismo de busca do Google acaba de ganhar uma nova função: ajudar os usuários a achar um emprego. A…

O mecanismo de busca do Google acaba de ganhar uma nova função: ajudar os usuários a achar um emprego. A partir de agora, a gigante de buscas irá separar anúncios de emprego para os usuários, uma espécie de “linkedinzação”.

A novidade está valendo teoricamente desde ontem (dia 30), porém comigo ainda não funcionou. Vai funcionar da seguinte maneira, depois de você digitar o que procura: “empregos em engenharia” por exemplo, além de mostrar as vagas, será possível refinar os resultados por área de atuação (TI, vendas, marketing), tipo de jornada (integral/meio período), distância e data de publicação; além de salvar itens para depois.

Empregos em engenharia google

Em alguns casos, haverá informações adicionais como reviews, classificações do empregador, e o tempo em que você chegaria na empresa. Isso funciona em dispositivos Android e no desktop.

O Google fez parceria com LinkedIn, Vagas.com.br, Empregos.com.br, Trampos, OLX e Love Mondays para essa novidade no Brasil. Além disso, qualquer site indexado pelo buscador poderá divulgar vagas de trabalho seguindo estas diretrizes.

Esta ferramenta foi lançada nos EUA em julho; desde então, houve um aumento de 60% de empregadores mostrando vagas na busca. O Brasil é o segundo país a receber esta experiência de empregos.

Via Google.

 

Leiam também:  Próximo Dispositivo VR do Google não precisará de smartphone
materia completa
Android, google

Android Oreo (Go Edition): feito para smartphones baratos e fracos

Nem todos precisam de celulares poderosos. Um simples capaz de acessar internet e Whatsaspp está bom. Mas o Android não…

Nem todos precisam de celulares poderosos. Um simples capaz de acessar internet e Whatsaspp está bom. Mas o Android não é otimizado para isso, tornando aparelhos com hardware fraco lentos. Mas o Google anunciou o Android Oreo Go Edition, justamente para smartphones mais fracos.

Android Oreo (Go Edition): feito para hardware limitado

O Android Oreo (Go Edition) é uma versão simplificada do Android normal. Ele é capaz de desativar funcões e otimizar outras para economizar processamento e, principalmente, memória RAM. Com isso ele entrega uma experiência mais fluida e rápida, mesmo quando o smartphones tem sérias limitações de hardware. Segundo o Google, eles pretendem rodar o Android Oreo (Go Edition) até mesmo em hardware com 512 MB de RAM.

A versão otimizada Android Oreo (Go Edition) promete abrir apps em uma velocidade até 15% maior em relação à versão original, aplicando os limites nos lugares certos para “lubrificar as engrenagens” e fazer o sistema inteiro rodar mais liso.

Além disso, ocupa 50% menos espaço do que a instalação padrão do Android Nougat.

A base para a construção do Android Oreo (Go Edition) está inteiramente em serviços da Google: Google Assistant Go, YouTube Go, Google Maps Go, Gmail Go, Gboard e o Files GO, já lançados pela Google. Esses apps são mais leves do que os originais, naturalmente.

Ademais, o conjunto também tem um grande foco em economia de dados, carregando apenas imagens cruciais e dados vitais para o funcionamento dos aplicativos. Com o recurso Data Saver, inclusive, Google promete economizar até 600 MB por ano, uma grande diferença em países emergentes.

Leiam também:  É oficial, Google lança LG Nexus 5X e Huawei Nexus 6P
materia completa
google

Pagar com Google chega ao Brasil para disputar espaço do Paypal e outros

A partir desta segunda-feira (23) o Brasil já pode contar com o serviço de pagamento Pagar com Google, serviço do…

A partir desta segunda-feira (23) o Brasil já pode contar com o serviço de pagamento Pagar com Google, serviço do Google que tenta agilizar o pagamento de compras feitas em sites e aplicativos. A ferramenta já está integrada a lojas virtuais populares no país, como iFood, Peixe Urbano e Hotel Urbano, e deve chegar em breve a Groupon, Netshoes, entre outros.

O Pagar com Google vem para disputar o mercado de pagamentos on-line, hoje já representado no Brasil pelo PayPal, PagSeguro, Bcash e outros serviços menos conhecidos. Todos eles possuem a mesma premissa: Ao invés de digitar os dados do cartão de crédito/débito ou conta bancária a cada compra pela internet, basta entrar com sua senha do serviço de pagamento on-line. Eles já previamente possuem seus dados cadastrados. O

O novo serviço é resultado do pacote de ferramentas de pagamento anunciado pelo Google em maio durante a conferência para desenvolvedores Google I/O.

Mas vamos lá, o serviço é interessante mas não é o principal serviço de pagamento do Google. Esse titulo fica com o Android Pay, rival do Samsung Pay e do Apple Pay. Nele o usuário consegue pagar contas através do NFC embutido em smartphones. É importante não confundiu o Pagar com Google com o Android Pay, são serviços distintos.

Infelizmente o Android Pay ainda não está disponível no Brasil.  O Android Pay tem previsão de chegar ao Brasil até o final de 2017.

Via G1

Leiam também:  Agora vai? Nexus 6P é homologado na ANATEL
materia completa