TIM beta: Agora está bem mais difícil virar Beta Lab

Por
2 de abril de 2019 às 8h04 - Atualização: 14/05/2019
tim beta blablablâmetro

O mês de Abril começou com uma péssima notícia para usuários do TIM Beta. Está mais difícil ainda virar Beta Lab, já que os 500 pontos que podiam ser adquiridos nas redes sociais foram cortados. Ficou mais dificil, mesmo a TIM se justificando ao reduzir a pontuação necessária para manter a coroa Lab de 1600 para 1230 pontos.

A matemática é simples: a TIM tirou a possibilidade mais fácil de ganhar 500 pontos através das redes sociais e “em troca” diminuiu 370 pontos o total de pontos para se atingir o patamar mais alto do TIM Beta e convidar um amigo a cada três meses para o seleto grupo dos Betas. Ou seja, serão necessários 130 pontos a mais do que antes.

Leiam também:

TIM Beta: vamos fazer as contas

Antes da mudança, os usuários podiam acumular até 900 pontos em ambos os planos mensal e semanal, 500 em redes sociais e 200 com recargas, sendo que o usuário precisava de R$100 de recargas a cada rodada. Mas esse valor não paga as aproximadas 13 semanas que o ciclo trimestral de cada rodada, sendo assim sempre foi necessário que quem usa o Beta pela modalidade semanal recarregasse um mínimo de R$ 130, e aqueles do mensal R$ 170 (3 x R$ 55).

Com as novas regras, agora são 130 pontos extras a serem obtidos exclusivamente com recargas, o que na prática não vai mudar a vida de quem usa o plano mensal. Porém, para quem usa o plano semanal, terão que fazer recargas de R$ 170 por rodada, ficando o saldo de R$ 40.

Ao que tudo indica, foi uma jogada de marketing da TIM, afinal os usuários do plano semanal ficaram em desvantagem frente ao plano mensal. Isso é um modo de obrigar os usuários a migrarem de planos e, obviamente, gastarem mais.

Via TIM Beta

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta