Android Q destaque

Android Q; quais serão as prioridades do sistema?

por
Falta menos de 1 mês para a chegada do Android Q, que será anunciado no Android I/O a partir do ...
Android Q: Confiram as 6 melhores novidades

Android Q: Confiram as 6 melhores novidades

por
O Google lançou recentemente o programa beta do Android Q para smartphones da linha Google Pixel. Em vez de lançar ...
Android Q

Faça o download dos papéis de parede e ringtones do Android Q

por
Agora que o primeiro Android Q Beta foi lançado, os papéis de parede e os toques atualizados estão começando a ...
android-q-beta-1-2

Android Q tem gravação de tela nativamente

por
Um usuário do Reddit descobriu que no beta do Android Q, disponibilizado ontem para usuários do Pixel 3, possui nativamente ...

Por
às - Atualização:

Falta menos de 1 mês para a chegada do Android Q, que será anunciado no Android I/O a partir do dia 7 de Maio. Algumas novidades do sistema, como o dark mode já são conhecidas, mas o que podemos esperar a mais do novo sistema do Google?

Vamos dar uma breve repassada no que está por vir, de acordo com os rumores.

Google Android Q dark mode, inclusive nos apps

Essa sem dúvida é a função que mais se tem comentado. A cada nova informação divulgada, mais detalhes sobre ela aparecem. Embora atualmente o sistema em si já possua um modo escuro bem completo, o Google está preparando expandir o dark mode para seus aplicativos nativos, desde o Gmail, ao Drive, o Fotos, bem como a Play Store.

Consumo de energia é prioridade

Outro motivo já sábido que favorece o modo escuro é o consumo energético. De acordo com a pesquisa feita pelo próprio Google, a empresa confirmou que os tons claros estavam consumindo mais energia nos seus smartphones. Então expandir o modo escuro para seus apps, é questão obrigatória.

Nesse estudo, alguns aplicativos como o Youtube, mesmo estando com o brilho no 100%, no modo escuro, a economia de bateria chegou a 60% comparando com o modo claro.

Android Q economia de energiaModo escuro do Youtube economiza até 60% de energia. Imagem: Google

Além disso, o Google quer vender mais seus próprios smartphones Pixel, como todos possuem telas OLED, um smartphone com bateria mais eficiente seria algo bem lucrativo para eles, já que poderia aumentar as vendas.

Além disso, se o próprio Google colocar um modo escuro em aplicativos, é questão de tempo que os desenvolvedore “sigam o bonde” e começam a disponibilizar o modo escuro também em seus aplicativos.

Android Q economia de energiaTela OLED + modo escuro: 63% de economia em relação ao LCD

De uma coisa podemos ter certeza: O dark mode será a marca registrada do Google I/O, será o grande destaque do Android Q.

Melhoras em desempenho, segurança e desempenho

Com base nos rumores e também nas versões de testes já disponibilizadas, já foi comprovado que o Android Q teve melhoras significativas nos 3 aspectos, então imaginem a versão final.

A questão do desempenho de bateria será o principal destaque nesse quesito. Já que essa vem sendo a maior reclamação dos usuários de smartphones em geral.

Uso responsável do smartphone

Outra prioridade está sendo o bem estar digital. O Google quer que o sistema fica mais fácil de se usar, tenha uma produtividade melhorada, como novos atalhos e suporte para smartphones dobráveis. Mas, a principal característica, será mesmo a forma que usamos o sistema e de que forma o Android nos ajudará a ter uma utilização mais responsável e consciente do mesmo.

Apresentado como um recurso exclusivo dos smartphones da linha Pixel com a chegada do Android 9 Pie, o Bem-Estar Digital ou Digital Wellbeing permite os usuários monitorem o tempo que passa em aplicativos no smartphone, o que facilita o monitoramento de apps mais utilizados e permite bloqueá-los após ter ultrapassado o tempo limite imposto pelo próprio usuário.

No Android Q, até o Chrome terá suporte oficial ao Bem-Estar Digital para que os usuários possam conferir detalhadamente quais são os sites em que mais passam tempo e, dessa forma, também limitá-los ou ter uma usabilidade consciente e menos improdutiva.

Um sistema mais fácil de usar, tons escuros que cansam menos os olhos e por fim o maior uso de gestos. Esse último, fará o Android se aproximar ainda mais ao iOS da Apple, não que isso seja algo ruim ou cópia, é apenas uma tendência única.

Concluindo em poucas palavras, podemos dizer que o Google irá focar no design do sistema. Isso irá englobar tanto o modo como usamos o smartphones e como usaremos o mesmo.

Mais sobre:
Matérias relacionadas