Real Time Analytics
Noticias, sony

Sony lança PlayMemories Online, espaço ilimitado para armazenamento de fotos e videos

Sony Mobile e Sony Brasil lançaram hoje no Brasil o PlayMemories Online, um serviço de nuvem para armazenar fotos e vídeos e que possibilita compartilhar conteúdos entre os consumidores de dispositivos da marca como smartphones Xperia, TVs, notebooks e tablets. Lançado em 2012 em países como Canadá, EUA, Alemanha, França, Japão e no Reino Unido, o serviço passa a ser oferecido em 27 países a partir deste mês, incluindo o Brasil.

“Com o armazenamento em nuvem, os usuários do PlayMemories Online podem realizar o upload de vídeos e fotos que foram capturados por smartphones e dispositivos móveis eassisti-los a qualquer momento e lugar em uma ampla variedade de aparelhos”, explica Joe Takata, gerente de produto da Sony Mobile Brasil.

O aplicativo chega em bom momento: casos de pessoas que esquecem e perdem seus smartphones – ou podem ter seu aparelho roubado – ainda são recorrentes e, consecutivamente, a maioria das imagens e vídeos contidos no aparelho vão junto, sem que o usuário tenha feito um backup a tempo. O PlayMemories Online previne a perda já que salva o conteúdo em nuvem e podem ser recuperados a qualquer momento. Com o recurso “All Sync”, todas as fotos armazenadas em seu smartphone ou notebook são automaticamente enviadas para a nuvem em tamanho standard (1920pix, ou 2MP), além de comportar vídeos de até 5GB. Sem limites e custos – e de maneira inteligente – fotos idênticas existentes em dispositivos diferentes não são duplicadas e, com uma única configuração, todos os dispositivos são sincronizados.

PlayMemories-Online

PlayMemories Online para todos

Além dos smartphones da linha Xperia, o PlayMemories Online pode ser acessado em equipamentos de todos os sistemas operacionais, incluindo Android, iOS e Windows. Basta ter uma conta no Sony Enterteinment Network (SEN) ou Playstation Network (PSN). No entanto, quem possui produtos Sony, (TVs, notebooks, tablets e smartphones), desfruta de maior interatividade entre dispositivos, além de vantagens exclusivas, como aplicativos especialmente desenvolvidos para smartphones Xperia e câmeras digitais.

Leiam também:  Controle de jogos para celular do tamanho de um chaveiro

PlayMemories Online da Sony é um serviço multiplataforma completo, que possibilita uma navegação fácil pelas imagens e vídeos e é capaz de organizar grandes quantidades de imagens enviadas por data, destacando as melhores opções, além de organizar e priorizar as fotos. Outra vantagem é a possibilidade de criar Photobooks, em formato de livro digital.

Com o PlayMemories Online também é possível desfrutar dos serviços digitais de vídeo e música oferecidos na plataforma Sony Entertainment Network, que permite o compartilhamento de imagens por e-mail, Facebook ou com outros usuários do serviço, além de enviar fotos especiais e criar divertidos postais.

Comentários
  • Equivocada a notícia. O limite para cada vídeo upado é de 200mb e o total de armazenamento fornecido pela sony, inclusive para quem tem aparelhos da empresa, é de 5gb. Ou seja, qquer aplicativo de armazenamento nas nuvens é mais interessante q esse, como skydrive (7gb free) e dropbox (10gb free), Google+, etc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apple, Noticias

Há 40% de chances da Apple comprar o Netflix e 30% a Disney

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald…

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald Trump foi aprovada. Quem afirmar são os analistas do Citi Jim Suva e Asiya Merchant.

O corte nos impostos, juntamente com o novo subsídio oferecido para que as empresas repatriem seu dinheiro aplicado fora dos EUA sem ter que pagar tributos altissímos, dará à Apple um montante de dinheiro nunca visto antes dentro dos EUA. Segundo a Bloomberg, a companhia tem cerca de 252 bilhões de dólares aplicados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país devido aos impostos aplicados. O montante, segundo os analistas, cresce 50 bilhões de dólares ao ano.

Para entender essa quantidade de dinheiro, basta saber que a Apple precisaria apenas de um terço desse dinheiro para comprar o Netflix.

“Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”. Ai que entra o Netflix ou mesmo a Disney.

A Apple tinha de 20 à 30% de chance de adquirir a Disney, porém isso foi antes da aquisição pela Disney dos ativos de estúdio e TV da Fox. Ou seja, isso provavelmente não ocorrerá.

A Apple tem lutado há anos para oferecer uma oferta atraente para a TV. O iTunes tem sido um grande sucesso para a empresa, mas os telespectadores migraram cada vez mais para serviços como Netflix, Amazon ou Hulu para assistir seus programas e filmes favoritos. Comprar o Netflix seria algo importante para consolidar a empresa nesse ramo.

Leiam também:  Depois de Larissa Riquelme, Nokia contrata Pamela Anderson

Via Business Insider

materia completa
Noticias

Chinesa VIVO irá lançar primeiro leitor de digitais na tela amanhã

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao…

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao que parece, isso vai acontecer amanhã na CES 2018. A empresa enviou um convite para a imprenssa mostrando claramente do que se trata.

A Vivo publicou uma imagem teaser com o slogan “Desbloquear o futuro” e prometeu desvendar o primeiro smartphone com um leitor de impressão digital na tela em 10 de janeiro. Interessante é que será mostrado, provavelmente, um smartphone pronto e não um protótipo.

Embora possa ser o primeiro, ele talvez não seja o único a ser lançado na CES. A empresa Synaptics também prometeu um telefone com leitor de impressões digitais na tela durante o evento. Só não se sabe se trata de um aparelho comercial, ou apenas um conceito.

Leiam também:  Depois de Larissa Riquelme, Nokia contrata Pamela Anderson
materia completa
Noticias

Drone de brinquedo de US $ 99 possui tecnologia da Intel e DJI

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar…

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar um modelo de apenas US$ 99. O Tello tem foco no aprendizagem de programação e ainda conta com tecnologia Intel embarcada.

O Tello, feito pela startup chinesa Ryze Tech é um drone acessível com tecnologia da Intel e DJI que tem como foco ensinar programação para crianças e adultos. Custando US $ 99, o Tello é uma pequena máquina com uma câmera que pode capturar vídeo de 360 ​​graus e transmitir imagens ao vivo para um tablet ou um óculos VR, que não foi informado ainda qual.

Destina-se a um público jovem, e a Ryze promete recursos que o tornarão seguro e fácil de usar, incluindo decolagem e pouso automáticos. Ele diz que esses recursos são possíveis por causa de um chip de processamento grafico da Intel e estabilização de vôo da DJI, detentora de 70% do marketshare de drones no mundo.

O Tello é bem compacto, mede apenas pesa apenas 98×92,5×41 mm e pesa cerca de 80 gramas. Ele pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h e uma distância de 100 metros, transmitindo imagens ao vivo em HD (720p). A câmera integrada tira fotos de 5 megapixels.

Há alguns recursos bacanas: você pode simplesmente jogar o Tello no ar para que ele comece a voar; deslizar o dedo na tela do aplicativo para fazer manobras aéreas; e gravar vídeos com trajetórias pré-definidas. Todo o controle é feito por meio de Bluetooth, seja por meio de um aplicativo no smartphone ou um controle dedicado.

O Tello pode ser usado por crianças, pois ele possui detector de colisão, proteção nas hélices e sistema contra falhas, permitindo pousar com segurança mesmo se a conexão for perdida. E, por meio do kit de desenvolvimento, é possível programá-lo com a linguagem Scratch.

Leiam também:  Sony lança Xperia Z3+, que na verdade é o Z4

Via The Verge

materia completa
Android, sony

Sony anuncia Xperia L2, Xperia XA2 e XA2 Ultra

A Sony anunciou hoje dois novos smartphones para sua linha intermediária. Foram lançados oficialmente os modelos Xperia XA2, Xperia XA2…

A Sony anunciou hoje dois novos smartphones para sua linha intermediária. Foram lançados oficialmente os modelos Xperia XA2, Xperia XA2 Ultra, e Xperia L2.

Nada é realmente novo, afinal todos os modelos já haviam sido vazados há alguns dias, inclusive suas especificações técnicas.O Xperia XA2 possui tela de 5,2 polegadas com resolução Full-HD (1920 x 1080), processador Snapdragon 630, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento expansível por microSD.

Sony Xperia XA2

Xperia XA2

Há um leitor de digitais na traseira de metal, abaixo da câmera. As bordas são feitas de alumínio anodizado. Ele tem 9,7 mm de espessura e 171 g.

O destaque fica para a câmera traseira de 23 megapixels com sensor Exmor RSTM de 1/2,3″ e sensibilidade ISO 12800 para fotos em pouca luz. Ela grava vídeos em 4K, e também vídeos em câmera lenta a 120 quadros por segundo. Por sua vez, a câmera frontal de 8 megapixels tem ângulo de 120° para caber mais pessoas na selfie.

A bateria de 3.300 mAh tem suporte a carregamento rápido e também à tecnologia Qnovo Adaptive Charging, para aumentar sua vida útil. O Xperia XA2 roda Android 8.0 Oreo e estará disponível em fevereiro nas cores prata, preto, azul e rosa.

Sony Xperia XA2 Ultra

Sony Xperia XA2 ultra

Por sua vez, o Xperia XA2 Ultra é maior e um pouco melhor: tela Full-HD de 6 polegadas, processador Snapdragon 630, 4 GB de RAM e 32 GB/64 GB de armazenamento expansível por microSD.

Ele foi “projetado especificamente para selfies”. Temos aqui uma câmera frontal dupla: um dos sensores tem 16 megapixels e estabilização óptica de imagem; o outro tem 8 MP e ângulo de 120 graus. Ambos possuem flash frontal.

Leiam também:  Surgem primeiras fotos das telas do Firefox OS

Na traseira, a câmera é a mesma que no Xperia XA2: 23 megapixels, sensibilidade ISO 12800, gravação em 4K e câmera lenta a 120 fps. O leitor de digitais também fica abaixo da câmera. A bateria é de 3.580 mAh; são 9,5 mm de espessura e 221 g.

O Xperia XA2 Ultra roda Android 8.0 Oreo e estará disponível a partir de fevereiro nas cores prata, preto, azul e ouro.

Sony Xperia L2

xperia L2

Por fim, temos o Xperia L2, com especificações mais modestas. Ele possui tela HD de 5,5 polegadas, processador Mediatek MT6737T, 3 GB de RAM, e 32 GB de armazenamento expansível.

O leitor de digitais fica abaixo da câmera traseira de 13 megapixels f/2,0. A câmera frontal tem 8 megapixels e ângulo de 120 graus. A bateria é de 3.300 mAh. São 9,8 mm de espessura e 178 g.

O Xperia L2 será lançado nas cores preto, ouro e rosa, rodando Android 7.1.1 Nougat, no final de janeiro. Os preços ainda não foram revelados.

Via Engadget.

materia completa