Real Time Analytics
Dicas, Noticias

Como comprar smartphones direto da China. O Guia completo.

Como comprar celular direto da China? Como comprar smartphones com Android da China? É seguro comprar celular da China? Smartphones chineses são bons? Quais os melhores smartphones chineses? Os smartphones chineses ganharam o Brasil no youtube e sites de tecnologia. Mas escolher onde e como comprar é sempre difícil. É exatamente sobre isso que falaremos nesse artigo.

Leiam também – Melhores smartphones chineses para se comprar hoje

Guia – Como comprar smartphones chineses baratos no Brasil

Comprar no Brasil está cada vez mais difícil, ainda mais smartphones que ultimamente chegam a passar de R$ 4 Mil, valor mais alto que 90% do salário dos brasileiros. Não é por menos: comumente, o país é conhecido como um dos mais caros do mundo. Por isso comprar smartphones de outros países é uma das melhores saídas.

Embora seja possível comprar de qualquer país, os smartphones chineses são hoje de longe as melhores opção, justamente por conter o maior número de fábricas e marcas locais que fazem excelentes smartphones. E esqueça o termo “xing-ling”, isso é coisa do passado. Há alguns anos que a China vem usando sua expertise em copiar grandes marcas para criar suas próprias marcas. Devido a isso ouve um grande “boom” de marcas chinesas que hoje figuram entre os maiores fabricantes do mundo: Xiaomi, Lenovo, Leeco, Huawei e outras. Além disso, toda as marcas famosas no ocidente também possuem fábricas lá, como por exemplo a Apple. Então, por que não comprar diretamente da fonte?

1 – Escolha a loja certa.

Existem muitas lojas na China, obviamente. Muitas delas enviam para o Brasil, mas devemos tomar cuidado e comprarmos smartphones chineses com segurança. A primeira opção que vem na cabeça de todos, e a maioria compra lá, é no Aliexpress. Mas vai uma ressalva: o Aliexpress não é uma loja e sim um intermediador. É o “Mercado Livre” ou Ebay da China. Assim você pode encontrar bons e mal vendedores. Além disso eles não possuem seguro completo do produto. Eu sempre compro por lá porque o preço normalmente é menor, porém não o mais seguro, ainda mais se você vai gastar mais de R$ 1 Mil em um celular.

smartphones chineses gearbest

Como somos um canal de noticias já conceituado no Brasil há 8 anos, naturalmente temos alguns parceiros, inclusive algumas lojas de produtos chineses. Dentre várias, há 2 melhores lojas chinesas que eu mais indico. A primeira é a Gearbest. Se trata de uma loja de verdade, com estoque e tudo. Além disso eles possuem armazéns em alguns países da Europa e não só na China. Outro fator é que com apenas poucos dólares, que nunca passa de U$ 5, você tem seguro completo da compra. Ou seja, se algo dar errado, eles devolvem o dinheiro na íntegra.

Leiam também:  Centro de São Paulo terá WiFi grátis em várias localidades, depois resto da cidade

Mas André, só na Gearbest que é legal comprar? Claro que não, essa é minha primeira opção. A segunda opção é a Banggod. Essa tem os mesmos prós da Gearbest. Dai é questão de escolher o melhor preço.

2 – Analise bem o preço

Se você resolver comprar um smartphone chinês, já escolheu o lugar e o aparelho, agora vem o mais importante: o preço.

O preço de produtos de smartphones chineses em sites da China em geral compensa, mesmo com o dólar alto. Alguns exemplos: Atualmente você pode comprar na Banggood o Lenovo P2. Ele custa cerca de 800 Reais. No papel ele é melhor que qualquer smartphone intermediário brasileiro que custe menos de R$ 1500. Com tops de linha acontece o mesmo. O Xiaomi Mi6 está custando cerca de 1400 Reais atualmente na Gearbest. No nível dele no Brasil, só há o Galaxy S8 que beira os 3 Mil Reais.

3 – Sites chineses aceitam parcelar a compra?

Aqui outra dica, atualmente só duas lojas aceitam parcelamento de compras, adivinhem quais? BangGood e Gearbest. Ambas trabalham com outra empresa brasileira na hora de processar pagamentos. Sendo assim, elas aceita pagamento parcelado, mas com juros. Porem vai uma dica, se você estiver lendo esse artigo entre Julho e Agosto de 2017, saiba que a Gearbest está vendendo produtos em 6X sem juros no cartão de crédito. Ai vem outra pergunta….

4 – Lojas chinesas aceitam comprar com cartão de crédito nacional?

Olha que maravilha, as duas lojas que citei aceitam comprar com cartões de crédito brasileiros. Como a empresa que processa os pagamentos é brasileira, automaticamente eles aceitam qualquer bandeira nacional

4.1 – Existe cobrança de IOF nos cartões de crédito?

Na Gearbest e na Banggood não há cobrança de IOF! Isso mesmo, apesar de estar comprando em uma loja de outro pais, essas duas lojas não cobram IOF como taxa de câmbio internacional, que normalmente é 6%. Como a loja que opera os pagamentos é brasileira, você paga para essa empresa e depois ela repassa para as lojas chinesas, por isso  não é cobrado. É como comprar em qualquer loja on-line brasileira.

Leiam também:  Motorola MotoGo

5 – Vai ter imposto, não adianta sonhar

É hora de ser realista. Acredite: vai ter incidência de imposto. Tem “tutoriais” por ai que ensinam “truques” de mandar o vendedor declarar abaixo de U$ 50, como brinquedo, objeto sexual e etc. Não existe nada disso, lembre-se que existe raio-X na receita federal, eles sabem muito bem o que tem dentro do pacote. Outra lenda é que sempre serão cobrados 60% em cima do valor, isso teoricamente e segundo a lei é verdade. Mas a verdade mesmo é que não existe fórmula secreta, os fiscais cobram o que quiser e pronto. Eu mesmo já fui taxado na mesma semana em R$ 75 e R$ 205 no mesmo modelo de celular que veio da mesma loja. Acho que é o humor do fiscal mesmo.

Agora não adianta tentar enrolar, é só raciocinar: Se você é fiscal e olha em um Raio-X um iPhone, dai na nota tá escrito que é um vibrador de 15 dólares, o que você faria? Eu iria no site da Apple, veria o preço do iPhone mais caro e cobraria de imposto 60% de imposto só pelo fato de tentar me fazer de idiota. #ficadica

Por isso aconselho fortemente lojas chinesas como a Gearbest e a Banggood na hora de comprar smartphones chineses. Eles sabem o que estão fazendo e estão acostumados. Eles já colocam o que tem que colocar e pronto.

Já fizemos um vídeo onde também damos dicas de como comprar smartphones chineses diretamente de lojas chinesas.

Como comprar smartphones chineses em sites chineses

Agora que você já escolheu a loja, o smartphone e até já sabe que há 99% de chances de você ser taxado, é hora de fechar a compra. Veja abaixo um passo de como fazer. Existem muitas lojas para comprar e cada uma tem um procedimento, como estou indicando a Gearbest desde o começo, o tutorial é baseado nessa loja.

1º Passo de como comprar smartphones chineses

Acesse o site da gearbest e clique no canto superior direito para fazer login, ou criar uma conta caso ainda não tenha.

2º Passo de como comprar smartphones chineses

Crie uma conta com e-mail e senha ou, da maneira mais fácil, use suas contas já existentes do Facebook ou do Google.

4º Passo de como comprar smartphones chineses

Dentro da categoria de smartphones, você já vê logo os smartphones em destaque da loja. O legal é que sempre há smartphones em ofertas, identificados com a etiqueta laranja com a porcentagem de desconto, mas não se iludam. Assim como no Brasil as vezes os descontos são baseados no preço de lançamento, que no fim das contas é o mesmo preço que em outras lojas.

5º Passo de como comprar smartphones chineses

Selecione um modelo para ver mais detalhes. Preste muita atenção no preço, nas cores disponíveis, e confira todas as fotos. Na dúvida se uma marca é confiável? Busque por matérias no TudoCelular sobre o lançamento, como é o caso de um dos reis dos intermediários, o Redmi 3 Pro, da Xiaomi. Ao final, adicione o smartphone ao carrinho em “Adicionar ao cartão”.

6º Passo de como comprar smartphones chineses

Acesse seu carrinho no menu superior para prosseguir com a compra.

7º Passo de como comprar smartphones chineses

Repare que, na hora da compra, o site informa que o produto tem 45 dias de garantia de devolução do dinheiro, além de praticamente um ano de cobertura contra defeitos – eventuais problemas com a entrega ou o aparelho podem ser resolvidos online, por meio da sua conta.

8º Passo de como comprar smartphones chineses

Ao clicar em “Fazer o check-out”, você deverá preencher o formulário com o seu endereço e avançar.

9º Passo de como comprar smartphones chineses

Escolha o frete. O valor irá mudar conforme a agilidade do serviço. Para compras da China, espere por cerca de duas semanas para entregas gratuitas – em muitos casos, esse prazo pode diminuir. Sempre que disponível, selecione o Correio Aéreo Registrado (Registered Air Mail) para obter o código de rastreio da encomenda.

10º Passo de como comprar smartphones chineses

Por fim, escolha um método de pagamento. Prefira sites que trabalhem com PayPal, um serviço reconhecido por sua segurança, de modo que os dados do seu cartão de crédito internacional estejam sempre seguros. Há também opção de boleto bancário.

Depois de escolher, clique em “Faça sua compra” no rodapé da página para logar no PayPal ou baixar o boleto para concluir a transação.

smartphones chineses gearbest

Noticias

Vaio lança notebooks premium no Brasil

A VAIO anuncia novidades em sua Loja On-line que vão fazer brilhar os olhos de quem ama tecnologia. Chegam ao mercado os…

A VAIO anuncia novidades em sua Loja On-line que vão fazer brilhar os olhos de quem ama tecnologia. Chegam ao mercado os notebooks VAIO® S11 e VAIO® S13, desenvolvidos no Japão e fabricados no Brasil, e que levam mobilidade e facilidade para a vida de usuários de diversos gostos e perfis. Os novos notebooks abusam das cores e são ótimas opções para quem procura inovação, portabilidade e alto desempenho para atividades profissionais e momentos de lazer.

vaio s11 2

Com apenas 840kg, o VAIO S11 é considerado um dos modelos mais finos e leves do mercado, desenvolvido em carbono e alumínio. Quando o assunto é sofisticação e praticidade, o notebook se destaca por combinar um design requintado com uma configuração robusta e potente. Vem com tela de 11,6″ Widescreen antirreflexiva, com resolução Full HD de 1920 x 1080 pixels, Windows 10, processador Intel Core i5 de 2.50Ghz, SSD de 256GB e memória RAM de 8GB. Disponível na cor marrom, o VAIO S11 tem touchpad e teclado retroiluminado e silenciosos, além de fingerprint para maior segurança da informação. O S11 chega ao mercado com preços a partir de R$ 8.999.

VAIO S13 2

Outra grande novidade para o mês de fevereiro é o VAIO S13, com acabamento preto ou prata. O novo notebook apresenta capacidade de armazenamento para atividades de alto desempenho, com SSD de 256GB e memória RAM de 8GB, além de processador Intel Core i7 de 2.70Ghz e sistema Windows 10 de fábrica. O VAIO S13 sai na frente quando o assunto é qualidade de imagem e vídeos, graças à tela de 13,3″ Widescreen, também com resolução Full HD. Seu teclado silencioso, aliado ao backlight das teclas, permite digitar tranquilamente a qualquer momento do dia. O notebook também possui fingerprint e é projetado em liga de magnésio e alumínio, que garante resistência máxima. O VAIO S13 está à venda a partir de R$ 9.999.

Leiam também:  Nokia já tem um plano B caso o Windows phone falhe, será o Android?

Para mais informações sobre as novidades VAIO, acesse http://loja.br.vaio.com/.

materia completa
Noticias

Celular causa câncer? Teoricamente não. Mas ideia não é descartada.

Com certeza você já ouvir que usar celular demasiadamente causa câncer devido a radiação emitida pelo mesmo. Desde a década passada estudos…

Com certeza você já ouvir que usar celular demasiadamente causa câncer devido a radiação emitida pelo mesmo. Desde a década passada estudos são feitos em cima dessa questão, mas resultados são sempre contraditórios. Essa semana uma nova conclusão preliminar mostrou que não há motivos para temer. Entenda abaixo.

O NTP (Programa Nacional de Toxicologia) do departamento de saúde e serviços humanos dos EUA, divulgou seus resultados preliminares este mês envolvendo um estudo sobre a radiação emitida pelos celulares. Eles causam câncer? “Vimos efeitos positivos e negativos” em ratos e camundongos, diz o pesquisador sênior John Bucher — mas nada definitivo, ou que possa ser aplicado diretamente para humanos.

Foram feitos dois estudos envolvendo ratos e camundongos. Eles foram submetidos de 10 em 10 minutos, durante 9 horas por dia a exposição direta da rádiofrequência, a mesma emitida por celulares. Os testes duravam durante toda a vida dos animais, que normalmente é algo entre 2 anos.

celular cancer

Os ratos foram expostos a radiação entre 1,5 e 6 watts por quilograma de peso corporal. Enquanto isso, os camundongos receberam de 2,5 a 10 W/kg. A quantidade máxima de exposição permitida para humanos é de 1,5 W/kg. Ou seja, eles receberam doses de radiação bem acima do permitido a humanos.

Bucher explica esse excesso: “Essas descobertas não devem ser diretamente extrapoladas para o uso humano de celulares”, diz ele em comunicado.

Quanto aos resultados, digámos que foram surpreendentes e preocupantes. Os Ratos machos expostos aos níveis mais altos de radiação tiveram maior incidência de tumores malignos no tecido que cobre os nervos no coração. Isso não se aplica para as fêmeas, nem para os camundongos.

Os ratos machos e fêmeas expostos à radiação tinham maior propensão à cardiomiopatia, doença que causa danos ao tecido cardíaco. No entanto, os camundongos não foram afetados.

Leiam também:  Como cancelar um plano ou promoção da Claro rapidamente - atualizado 2018

Além disso, ratos e camundongos expostos à radiação desenvolveram mais tumores no cérebro, próstata, fígado, pâncreas, glândula pituitária e glândula adrenal. Os pesquisadores não conseguiram concluir se a radiação era responsável.

Os filhotes de ratos nasceram com peso mais baixo quando suas mães eram expostas a altos níveis de radiação durante a gravidez. No entanto, eles cresciam até o tamanho normal.

E curiosamente, os ratos expostos à radiação viviam mais tempo do que os outros no grupo de controle. Talvez a radiação reduza a inflamação, ou talvez seja apenas uma coincidência.

O que esses resultados significam?

Na realidade Bucher concluiu que os resultados não agregaram muito ao que se sabia anteriormente, de que os celulares não causam câncer. Ele mesmo diz que “não alterei a maneira como uso o celular”.

Ou seja, embora os resultados com os ratos e camundongos mostrou que a radiação alterou a vida deles, ainda não dá para levar isso aos humanos, não é conclusivo, pelo menos por enquanto.

Otis Brawley, diretor médico e científico da American Cancer Society, concorda com o doutor Bucher. Ele diz que a ligação entre o uso de celulares e câncer é muito fraca. Até agora, não há prova de que isso aconteça.  De qualquer modo ele diz: “Se você está preocupado com esses dados sobre animais, use um fone de ouvido.”

Jeffrey Shuren, da FDA, diz em comunicado que “os limites atuais de segurança para a radiação celular permanecem aceitáveis para proteger a saúde pública”. Ele acrescenta: “mesmo com o uso diário frequente pela grande maioria dos adultos, não vimos um aumento em tumores cerebrais”.

Mas os resultados são preliminares. O mesmo relatório acima sobre os ratos e camundogos, agora serão analisados por outros cientistas de fora do NTP no final de março. Eles podem dar resultados com mais detalhes.

Leiam também:  Whatsapp será bloqueado no Brasil por 48 hrs, a partir de amanhã

Via Tecnoblog com informações LA TimesWashington Post.

materia completa
Dicas

Novo golpe no Whatsapp promete isenção de pagamento do IPVA

São Paulo, 06 de fevereiro de 2018 – Mais uma nova campanha maliciosa disseminada pelo WhatsApp está sendo propagada. Desta…

São Paulo, 06 de fevereiro de 2018 – Mais uma nova campanha maliciosa disseminada pelo WhatsApp está sendo propagada. Desta vez, promete isenção do pagamento do IPVA, em um suposto projeto social do governo federal. Para se disseminar a campanha, além de utilizar o imposto sobre veículos automotores – pago no início do ano – como mote, eles também têm usado engenharia social e notificações dos navegadores e sites, visando enganar o maior número possível de usuários.

A campanha também tem se valido de notificações emitidas pelos navegadores, especialmente o Google Chrome – navegador mais popular no Brasil. O recurso existe tanto nas versões desktop quanto mobile.

golpe whatsapp ipva

Ao clicar nos links, as vítimas serão direcionadas para o site da campanha, que solicita que a mensagem seja compartilhada até completar a barrinha, conforme imagem abaixo:

golpe whatsapp ipva 2

A campanha segue as mesmas táticas de outras disseminadas na plataforma e identificadas nesse começo de ano pela Kaspersky Lab: o uso de temas populares e comuns aos usuários – o que sempre acarreta em um maior número de vítimas. O primeiro mês de 2018 já registrou mais de 2 milhões e meio de vítimas desses ataques, somente no Brasil, e a tendência é que essas campanhas não parem ao longo do ano. “Como esse será um ano de eleições e contará com um dos maiores eventos mundiais esportivos, podemos esperar que muitos outros golpes circulando pelo WhatsApp no país, dada sua grande popularidade e facilidade de monetização por parte dos cibercriminosos”, afirma Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab no Brasil.

Para continuar evitando que os usuários caiam em golpes deste tipo, a Kaspersky Lab levantou as seguintes dicas:

Leiam também:  Esses são os 10 smartphones mais populares na China de 2017, segundo o Antutu

• Desconfie de links recebidos: mesmo que a conversa não seja com um desconhecido, é preciso duvidar da veracidade da mensagem, ainda mais se inclui uma promoção; procure sempre confirmar no site oficial da empresa qualquer informação
• Cuidado com o mouse (ou o touch): nunca clique em links de e-mails suspeitos, banners em sites ou acesse sites desconhecidos. Quando você tiver que visitar um banco online ou uma loja de varejo, digite manualmente o URL em vez de clicar em um link.
• Tenha uma solução de segurança robusta no seu celular e outros dispositivos: usar um software, como o Kaspersky Internet Security, que irá bloquear o acesso aos sites maliciosos, scripts que tentam alterar seu roteador e assim você terá uma navegação mais tranquila.
• Notificações: não autoriza as notificações em qualquer website, mesmo que a pergunta não seja relacionada a isso. Revise sempre as configurações avançadas no seu navegador, seja no desktop ou smartphone e remova os sites desconhecidos que estão autorizados a emitir notificações.

materia completa
Noticias

Esses são os 10 smartphones mais populares na China de 2017, segundo o Antutu

Muitos smartphones bons foram lançados em 2017. O Antutu é uma das ferramentas de benchmark mais usadas atualmente, creio que todos…

Muitos smartphones bons foram lançados em 2017. O Antutu é uma das ferramentas de benchmark mais usadas atualmente, creio que todos smartphones acabam sendo cadastrado no banco de dados deles, depois de testados. Eles divulgaram uma lista com os 10 mais populares do aplicativo. Confiram abaixo.

Vale lembrar que a lista foi votada por usuários chineses. A votação coletada consiste em quais smartphones são preferidos pelos usuários, não representa a pontuação deles no Antutu. Podemos dizer que se trata de uma pesquisa de satisfação do cliente.  A lista com smartphones rodando o sistema Android ficou assim.

  1. OnePlus 5
  2. OnePlus 3
  3. Meizu PRO 6 Plus
  4. OnePlus 3T
  5. Xiaomi Mi Max
  6. Galaxy S8
  7. Xiaomi Mi Note 3
  8. Galaxy S8+
  9. Xiaomi Mi 6
  10. Xiaomi Redmi 4

Há um ranking do mesmo tipo, porém somente levando em conta smartphones rodando o iOS, ou seja, iPhones.

Algo interessante de se notar é que se comparar o primeiro lugar do iOS (iPhone 6 Pllus) com o primeiro do ranking Android (OnePlus 5) o aparelho da Apple tem preferência ainda maior. Com 95,53%, o aparelho da Apple é o último colocado do iOS enquanto o OnePlus 5 é o primeiro do Android com 95,37%. Uma diferença pouca, mas notável. Confira abaixo a lista completa.

  1. iPhone 6S Plus
  2. iPhone SE
  3. iPhone 8 Plus
  4. iPhone 6S
  5. iPhone 7
  6. iPhone 6
  7. iPhone 7 Plus
  8. iPhone 6 Plus

Via Tudocelular, fonte Antutu

Leiam também:  MWC 2014: Samsung lança smartwatch Gear 2 e Gear 2 Neo, sem Android
materia completa