Samsung possivelmente liberara a instalação de apps no cartão de memória no Android 9.0 Pie

samsung micro sd desetaque

O Android 6.0 Marshmallow, lançado em 2015, trazia como uma de suas novidades o “Armazenamento Adotável”. Mas a Samsung na época preferiu não seguir a tendência. Mas com a chegada da OneUI e Android Pie, ela pode estar mudando de opinião.

O recurso funciona da seguinte forma: Primeiro o usuário insere o cartão microSD no smartphone rodando o Andorid 6 ou superior. Depois, o sistema perguntará se o ususário deseja formatar como “Armazenamento adotável”.

Se você escolher a opção, o Android irá formatar e criptografar o cartão SD para que ele possa ser usado apenas nesse dispositivo. Assim, o micro SD poderá ser usado como expansão do armazenamento interno. Com isso, o smartphone permitirá instalação de apps no cartão.

A empresa está trabalhando no Beta do Android Pie e liberando para alguns dispositivos, o recurso foi encontrado no beta do Galaxy Note 9.

Ao inserir um cartão de memória no Galaxy Note 9, surge uma tela com a pergunta: como você vai usar este cartão SD? São duas opções: guardar apenas fotos, vídeos e outros arquivos; ou instalar apps nele, expandindo o armazenamento do dispositivo.

O recurso foi encontrado pelo usuário spenceboy98 do site XDA, entretanto, ainda contém bugs. Se o usuário selecionar para formatar como “Armazenamento adotável”, irá até os 40% mas irá travar o processo. Provavelmente será corrigido em futuras atualizações da ROM beta (ou removido).

samsung micro sd

Porque a Samsung não é a favor do armazenamento adotável

O motivo da Samsung bloquear a função é simples. Quando o cartãoSD é inserido, o Android faz um teste de velocidade e a compara  com a velocidade do armazenamento interno. Se o cartão for mais lento, o sistema da um aviso que instalar apps no Cartão de mem[oria pode prejudicar a experiência final.

A empresa explicou ao Ars Technica em 2016, que não daria qualquer suporte ao armazenamento adotável. Ela justifica que os usuários iriam transferir arquivos de uma memória para outra. Com diferentes velocidades, pode haver erros, e ela não garante o funcionamento.

“Acreditamos que nossos usuários desejam que um cartão microSD transfira arquivos entre seu celular e outros dispositivos. Principalmente fotos e vídeos que eles gravam com a câmera”. Diz a Samsung.

“Com o Armazenamento adotável selecionado por padrão, o cartão pode ser apagado na primeira vez em que é inserido no dispositivo. Esse comportamento pode ser inesperado para muitos usuários e não queremos que eles percam seus arquivos.”

“Quando o Android 6.0 Marshmallow começa a usar um cartão SD para Armazenamento adotável, ele não pode ser lido por outros dispositivos. Portanto, ele perde a capacidade de ser usado para a transferência de arquivos.” Conclui a empresa.

Este recurso é voltado principalmente para mercados emergentes, onde dispositivos com apenas 4 a 8 GB de armazenamento Interno são ainda utilizados.

Com informações do tecnoblog

Rodrigo Rodrigues

Amante do Android, começou no 2.3.6 e desde então adquiriu conhecimento na área. Desde a infância demonstrou muito interesse por tecnologias, como celulares, videogames e PC's.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *