Notícias Dicas Marcas Reviews Contato
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
dicas
videos
tecnologias
noticia
servicos
empresa
analises

Início » Noticias » 30 minutos a menos de redes sociais diminui riscos de depressão

30 minutos a menos de redes sociais diminui riscos de depressão

Por | 18 de dezembro de 2018 às 10:56
redes sociais causam deprssão

Pesquisa da Universidade da Pensilvânia mostrou relação em redes sociais e depressão. Segundo eles, 30 minutos a menos de redes sociais por dia, diminui riscos de depressão nos usuários.

O estudo ouviu 143 estudantes. Durante 2 semestres, os alunos foram divididos em 2 grupos. O primeiro reduziam 30 minutos por dia o uso de redes sociais: o Facebook, Instagram e Snapchat. Mas no segundo grupo, eram permitidos os alunos manterem seus hábitos de acesso.

O estudo foi publicado no Journal of Social and Clinical Psychology. Após 3 semanas, os alunos foram submetidos a uma avaliação mental em diferentes áreas.

Leiam também: Como baixar vídeos do Facebook pelo PC e celular.

Foram 7 áreas diferentes, incluindo: apoio social, medo de perder coisas (conhecido como FOMO – fear of missing out), solidão, autonomia, ansiedade, depressão e autoestima.

Segundo Melissa Hunt, principal pesquisadora do estudo: “Usar menos mídias sociais do que você normalmente usaria pode levar a reduções significativas tanto na depressão quanto na solidão. Esses efeitos são particularmente vistos nas pessoas que estavam mais deprimidas quando entraram no estudo.”

Mas a redução de uso de redes sociais, não afetou todas as 7 áreas. Por exemplo, com respeito a autoestima não houve alterações. Entretanto, os alunos apresentaram diminuição nos níveis de ansiedade e FOMO.

Caso você tenha se decidido por excluir sua conta no Facebook, é possível fazer isso permanentemente ou somente temporiamente. Nesse link, ensinamos como fazer ambos tanto pelo PC como pelo celular.

Redes sociais x depressão: o problema é antigo

Não é a primeira vez que falamos aqui no tekimobile sobre estudos envolvendo redes sociais e depressão. Em 2014 já falávamos sobre smartphones e redes sociais estarem ligados a depresão.

depressao

Já no ano passado, publicamos uma pesquisa nos Estados Unidos, que entrevistou 1.787 adultos com idades entre 19 e 32 anos. Na pesquisa, os “heavy users” de redes sociais, possuem quase três vezes mais chances de sofrerem de depressão.

Vale ressaltar que estudos como esses não podem excluem outros fatores que podem afetar a saúde mental, e não devem ser usados isoladamente. Não deixe de procurar ajuda médica.

Com, informações do B9

ARTIGOS RELACIONADOS
LEIAM TAMBÉM
10 filmes novos para assistir agora no Amazon Prime Video

10 filmes novos para assistir agora no Amazon Prime Video

por Especial, Listas
Principal concorrente do Netflix, o Amazon Prime Video vem ganhando espaço no Brasil, principalmente pelo preço abaixo do concorrente. O ...
Leia Mais
WhatsApp: como fazer chamada de vídeo com 50 pessoas! (qualquer um)

WhatsApp: como fazer chamada de vídeo com 50 pessoas! (qualquer um)

por Dicas de tecnologia
Ontem o Facebook anunciou o Messenger Room, que é capaz de fazer uma chamada de vídeo com até 50 pessoas ...
Leia Mais
Messenger Room com 50 pessoas

Facebook Messenger Rooms: 10 recursos que você deve conhecer do rival do Zoom

por Especial, Listas
Embora o Zoom tenha tomado medidas eficazes  para resolver problemas de segurança e privacidade, muitos usuários estão procurando alternativas para ...
Leia Mais
melhores editores de video 2020

24 melhores aplicativos de edição de vídeos em 2020 (Computador e celular)

por Especial, Listas
Encontrar o melhor software gratuito de edição de vídeo deve ser uma parte central do sucesso de qualquer empreendedor de ...
Leia Mais
O Wi-Fi 6 é realmente muito mais rápido? Há muito mais envolvido

O Wi-Fi 6 é realmente muito mais rápido? Há muito mais envolvido

por Especial
O Wi-Fi está prestes a ficar mais rápido. Essa é uma ótima notícia: uma internet mais rápida está se tornando ...
Leia Mais