Início » Especial » Como se livrar de um perseguidor no Facebook

Como se livrar de um perseguidor no Facebook

Está tendo problemas com algum perseguidor no Facebook? Então selecionamos algumas dicas de como se livrar de vez dessa pessoa.
Por
3 de setembro de 2019 às 1h25 - Atualização: 03/09/2019

Milhares de pessoas usam o Facebook para interagir com amigos e familiares. No entanto, existem aquelas pessoas que usam a rede social para ser o “stalker” de alguém. Ter um perseguidor no Facebook é uma experiência bastante intrusiva e abusiva.

Isso certamente pode refletir negativamente na vida pessoal e, naturalmente, fazer com que o desejo de entrar na plataforma se torne ainda menor. Então, leia abaixo como se livrar de um perseguidor no Facebook.

Como saber se você está sendo perseguido?

Como saber se você tem um perseguidor no Facebook? Leia abaixo.

Existem alguns sinais que podem indicar fortemente que você está sendo perseguido, especialmente quando eles acontecem ao mesmo tempo:

  • Os perseguidores comentam em todas as suas postagens
  • Eles comentam suas postagens antigas
  • Eles curtem todas as suas fotos
  • Eles enviam mensagens privadas
  • Eles aparecem no topo da sua lista de amigos devido a forte interação com você
  • Eles também seguem você em outras redes sociais

O que fazer quando alguém está perseguindo você no Facebook?

Existem algumas coisas que você pode fazer para impedir que esses perseguidores do Facebook acompanhem seus

Há muitas coisas que você pode fazer para impedir que pessoas mal intencionadas enviem mensagens, veja suas publicações ou realize qualquer tipo de interação com você no Facebook. Listamos abaixo todas as ações, indo da mais leve a mais grave.

  • Não aceite solicitação de estranhos: embora seja divertido conhecer novas pessoas na redes social, não recomendamos que aceite o pedido de amizade de usuários desconhecidos. Afinal, assim como você não deixaria um estranho entrar em sua casa, o mesmo deve ser feito na sua “vida” online. Então, se você não é amigo daquela pessoa na vida real, não se torne amigo no Facebook.
  • Fique atento ao que você posta: o desejo do “stalker” é ter muitas informações sobre a sua vida, então limite bastante o que você publica no Facebook seguindo essas recomendações:
    • Não publique dicas sobre suas senhas;
    • Não exiba sua data de nascimento ou número do celular;
    • Não poste nada sobre seus familiares, especialmente os nomes dos pais ou de crianças;
    • Não publique fotos de seus filhos, ou então não marque eles nessas imagens;
    • Não poste nada sobre viagens que irá fazer e aguarde até voltar para casa para publicar as fotos que foram tiradas;
    • Não compartilhe de maneira alguma dados relacionados às suas contas em bancos.
  • Desative o status de online: o Facebook permite que os usuários desativem a opção que indica quando eles estão online. Faça isso nas configurações para que esse perseguidor no Facebook não saiba quando você entrar na rede social.
  • Restrinja suas postagens: você pode impedir que suas postagens cheguem a determinadas pessoas, basta alterar as configurações de privacidade antes de publicar qualquer coisa no Facebook.
  • Desfaça a amizade: quando você desfaz a amizade com alguém no Facebook, essa pessoa não verá suas novas postagens, ao menos aquelas que não são públicas. Também recomendamos que impeça que pessoas que não são seus amigos sigam seu perfil.
  • Bloquei os perseguidores: o bloqueio é o método mais eficaz, pois a outra pessoa não conseguirá encontrar sua conta no Facebook de maneira alguma, mesmo pesquisando seu nome ou entrando com link direito. Lembrando que a rede social não avisa ao outro usuário que ele foi bloqueado.
  • Relate: se alguém está perseguindo você no Facebook, denuncie aquele perfil ao próprio Facebook. O relatório é confidencial e vai ajudar a rede social na identificação de pessoas mal intencionadas, podendo existe um banimento de vez da plataforma.
  • Saia do Facebook: se nada funcionar, então recomendamos que exclua sua conta. No entanto, para quem usa a rede social com muita frequência, certamente haverá desvantagens em abandoná-la, então pense com cuidado.
Matérias relacionadas

Deixe uma resposta