O que é uma casa inteligente? Conheçam os dispositivos

Por
4 de março de 2019 às 6h20 - Atualização: 04/03/2019

Qualquer casa pode ser uma casa inteligente, seja um estúdio ou uma mansão. São as conexões eletrônicas poderosas que a tornam inteligente. Veja o que você precisa saber sobre casas inteligentes e como começar a se juntar, se estiver interessado, nesse moderno mundo.

Existem vários tipos de casas inteligentes

Uma definição oficial de “casa inteligente” não existe. O que começou como mais uma palavra da moda (Smarthome em inglês) entrou em uso comum, mas nenhuma pessoa ou empresa inventou casas inteligentes, nem podem reivindicar dominância total no campo.

A tecnologia envolvida em casas inteligentes ainda está só começando. Mesmo entre aqueles que já adotaram, uma casas inteligente pode parecer muito diferentes entre si. As diferenças incluem quais dispositivos inteligentes estão onectados e até mesmo quantos desses dispositivos estão presentes.

dispositivos para uma casa inteligente

Em sua essência, uma casa inteligente é provavelmente melhor definida como uma área de estar com tecnologia conectada para melhorar a casa. Isso pode incluir termostatos inteligentes, luzes inteligentes, tomadas inteligentes, campainhas e fechaduras inteligente e/ou assistentes de vozes como o Google Assistente e o Alexa. Pode ser qualquer combinação dos itens acima, todos os itens acima, ou outros dispositivos inteligentes não citados.

O que é uma casa inteligente, vai depender do que o dono realmente quer que ela faça. Se pretende entrar nesse mundo, primeiro você precisa descobrir o que você quer que ela faça por você, depois disso você poderá começar a comprar quais dispositivos você deseja, para determinadas ações. Vamos considerar alguns desses dispositivos inteligentes que compõem uma casa inteligente.

Termostatos inteligentes

Há alguns anos, os termostatos inteligentes foram provavelmente os primeiros dispositivos que a maioria dos proprietários colocaram em casa (não no Brasil). A promessa foi direta: o termostato economizaria mais dinheiro do que custaria para comprar.

Claro, partindo do princípio que não estamos falando do Brasil, pois o uso principal desse dispositivo é controlar o aquecimento das casas, algo não muito útil em um pais tropical.

termostato para casas inteligentes

Através de inteligência artificial, um termostato inteligente aprende com o hábito do dono da casa quais as temperaturas preferidas ao sair e ao voltar. Depois desse aprendizado, ele automatiza isso para o usuário.

Então, por si só, começará a controlar a temperatura da sua casa com base nessas informações. Ensinar é tão simples quanto mudar a temperatura quando você sente a necessidade.

O processo deve ser muito mais simples do que os termostatos programáveis. Basta sempre lembrar de ligar o se ar-condicionado e/ou aquecedor sempre.  Pode não parecer, mas ao aprender o seu hábito, isso gerará uma economia, já que muitas vezes ele vai medir a temperatura ambiente e concluir que o equipamento não precisa estar ligado para te agradar.

Lâmpadas e tomadas inteligentes

As lâmpadas são com certeza os dispositivos inteligentes mais famosos, principalmente depois da possibilidade de controlar elas através do smartphone.

lampadas para casa inteligente

As tomadas funcionam do mesmo jeito, mas ao invés de uma função especifica (acender a luz) você pode controlar qualquer equipamento ligado nelas.

Lâmpadas inteligentes, como a série Philips Hue, vêm em uma variedade de cores que você pode mudar rapidamente. Mas você precisará de uma para cada ambiente, o que significa que o custo pode aumentar rapidamente dependendo do tamanho da sua casa.

Já um interruptor inteligente, embora mais caro, pode controlar várias lâmpadas comuns, sendo assim pode haver até economia dependendo do caso e da casa. Porém, não terá como mudar as cores, como as lâmpadas. Qualquer um deles atualmente se conectam ao assistentes de vozes.=

Campainhas e fechaduras inteligentes

Para quem está mais interessado na segurança, as campainhas e fechaduras inteligentes são os principais dispositivos para deixar a casa inteligente.

fechaduras para casa intligente

Em vez de distribuir as chaves para pessoas e correr o risco de perdas e roubos, você pode conceder acesso por pin ou aplicativo para as fechaduras inteligentes. E quando não for mais necessário, você pode revogar esse acesso.

Assistentes de vozes

Esses são sem dúvidas os dispositivos inteligentes mais legais e mais futuristas das casas inteligentes.

Os principais atualmente são da série Google Home e da Alexa da Amazon. Eles estão ai para subsituir a primeira tecnologia usada para controlar as casas inteligentes: os smartphones.

Google home casa inteligente
Google Home

Anteriormente, era necessários equipamentos chamados hubs que reuniam tudo. O problema é que cada equipamento precisava de um controle separado, o que podia ser um app para smartphone, tornando tudo mais difícil.

Os assistentes vieram para arrumar essa bagunça. Com esses equipamentos, você pode controlar toda uma sala de dispositivos – ou uma casa inteira – e pode criar rotinas de automação que cuidam das coisas para você. Se você costuma esquecer de desligar as luzes ou trancar uma porta antes de sair, uma rotina diária pode resolver o problema.

Assim como um hub inteligente, todos os dispositivos conectados ao seu assistente de voz podem ser controlados a partir de um único aplicativo. Isso é muito melhor do que lembrar qual aplicativo do fabricante controla um dispositivo.

E, enquanto alguns podem dizer que ninguém precisa falar com uma casa para controlar as luzes, pense em você chegando do supermercado com as mãos cheias de sacolas em uma casa grande, basta pedir para ligar as luzes, abrir as portas e etc, tudo virá mágica.

Casas inteligentes não precisam ser caras

É um mito comum que as casas inteligente são muito caros, mas não precisam ser. Embora dispositivos inteligentes não sejam exatamente baratos no Brasil, o mesmo acontece com outras compras domésticas que você realmente não precisa, como tapetes e enfeites. É uma comparação injusta, eu sei, mas o que quero dizer que é mais barato do que  muitos pensam.

Você sempre pode economizar dinheiro ao não comprar algo. A questão deve ser se o custo vale o que você irá ganhar com isso. Depois de fazer a estimativa de custo / benefício, você pode se equilibrar.

Google home mini casa inteligente
Google Home mini

Comece com um único assistente de voz, como um Google Home Mini ou o Amazon Echo Dot, e depois compre uma ou duas lâmpadas apenas para começar “a brincar” com a ideia. Construa sua casa inteligente ao longo do tempo e você não sentirá tanto o valor gasto. O legal é que cada casa inteligente é de um jeito, você pode fazer uma com sua cara e necessidades.

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta