Motorola One vs Motorola One Vision, o que mudou entre eles?

Smartphones rodam o sistema Android One, porém o Motorola One Vision deu um grande passo trazendo excelente câmera e hardware melhor.
Por
20 de maio de 2019 às 3h56 - Atualização: 20/05/2019

Na semana passada a Motorola anunciou no Brasil seu novo smartphone Motorola One Vision, o segundo da linha que roda o sistema Android One. O anterior, o Motorola One, ainda é vendido no Brasil e agora com um preço bem atraente. Mas o que de fato mudou entre os dois?

É óbvio que o artigo não é para falar quem é o melhor, afinal o Motorola One Vision é o sucessor e naturalmente o melhor em tudo. A ideia é mostrar quais as mudanças de uma geração para outra.

Design e construção

A escolha de materiais não mudou. Ambos possuem um aro de metal com a traseira em vidro protegida pelo Corning Gorilla Glass, mas com versões diferentes.

Porém a Motorola resolveu dar uma incrementada no design do Motorola One Vision. Ele tráz um vidro com laterais curvas em 3D. Essa curvatura lembra muito o que a Samsung faz em seus smartphones da linha S. Isso garante uma pegada excelente e é mais bonito.

O Motorola One tem um vistual mais tradicional, com cantos arredondados e vidro chapado na traseira, um visual mais sóbrio.

Por outro lado, as câmeras do Motorola One não possuem molduras e o “calombo” é minímo, quase imperceptíveil. Já no Motorola One Vision o calombo é bem maior, necessitando assim usar uma capa pois as lentes das câmeras ficam o tempo inteiro em contato com a superfície.

Aém disso a primeira versão é mais compacta. O Motorola One Vision é um pouco gordinho para os padrões de hoje com 8,7 mm contra 8 mm do One e pesa mais, 180 gramas contra 167 do antecessor.

Tela

A tela do Motorola One Vision é a principal mudança nesse smartphone. Ela possui o aspecto 21:9 usado em cinemas. Isso significa uma tela muito esticada quando comparada a outros smartphones. Sinceramente ainda não vi uso para essa tela, pois ninguém passa o dia assistindo filmes de cinema em um celular.

No resto do tempo eu me incomodei um pouco com a dificuldade de alcançar as informações no topo da tela. Achei desnecessário. A boa notícia é que se acostuma com isso.

Mas os aplicativos em si se adaptaram muito bem, todos eles estão preenchendo a tela inteira. Somente para assisitir vídeos tradicionais que as faixas pretas ficam bem grandes, diminuindo bastante a área útil da tela.

Em qualidade, ambas são de IPS, porém a versão do ano passado possui resolução HD de 720 x 1520 pixels enquanto a desse ano possui resolução full HD+ de  1080 x 2520.

A resolução impacta diretamente no desempenho. A tela do One Vision tem uma nitidez melhor. Além disso o brilho também é mais forte, melhorando assim a perfomance principalmente em ambientes externos com luz do Sol batendo.

Além disso não tem como falar sobre o notch. No Motorola One era enorme e abrigava tela e sensores. No Motorola One Vision há apenas um notch circular, que toma bem menos espaço.

Hardware

A Motorola inovou e colocou um processador da Samsung no Motorola One Vision. É o Exynos 9609, com 8 núcleos de 2,2 GHz. Ainda não se tem muitas informações sobre ele, mas o que se sabe é que ele é “correspondente” a linha 700 da Qualcomm, segundo a Motorola.

Isso quer dizer que ele tem, por exemplo, o mesmo hardware do Galaxy A50 da Samsung, que tem sido muito elogiado por ai.

Comparado com o Motorola One, que tem um Snapdragon 625, ele evoloui muito, já que o 625 é um chipset intermediário de entrada, e a linha 700 – supostamente comparável ao Exynos 9609 – é intermediário premium.

A bateria também cresceu, foi de 3.000 mAh para 3.500 mAh. Pode parecer relativamente grande, mas conhecendo o Android One já posso adiantar que o desempenho dela é ruim. Detalhes darei no review dele.

Ambos possuem 4 GB de RAM, porém o One Vision possui 128 GB de armazenamento interno contra 64 GB do One.

Câmeras

A Motorola diz que o One Vision tem a melhor câmera que eles já fizeram em um smartphone. O primeiro sensor de 48 MP é bem melhor que o de 13 MP do Motorola One.

E não só em quantidade. O Motorola One nunca teve uma câmera muito elogiada, eu particularmente achei bem mediana.

Já o pouco que estou com o One Vison estou impressionado pela câmera, sendo ele um intermediário. Ela usa uma tecnologia chamada Quad Pixel para combinar as informações de luz em uma combinação de 4 pixels e o transforma em “super pixel”. Com isso, produz uma imagem de 12 MP que, na realidade, possui 48 MP com abertura de f/1.7 (12 MP multiplicados por 4). Isso deixa as fotos mais nitídas que um sensor de 12 MP comum, além de melhor desempenho com baixa luz. Não é inédito, várias fabricantes já fazem isso.

O Motorola One possui uma câmera de 13 MP com abertura pequena de f/2.0.

Além disso, pela primeira vez parece que a Motorola acertou a mão no software, a qualidade das imagens estão realmente boas, para um intermediário. Ele tem ainda o novo modo Night Vision (Visão Noturna) que realmente funciona. Não é igual ao modo noturno da linha Pixel, mas achei melhor que o modo noturno da Samsung.

E o preço?

Assim como as especificações, o aparelho em si subiu de categoria. Agora podemos encaixar o Motorola One Vision como um intermediário premium. O Motorola One chegou custando R$ 1.300, enquanto o One Visio chegou por R$ 1.999.

Hoje o Motorola One já é encontrado na faixa dos R$ 1 Mil enquanto o One Vision já tá R$ 1799 a vista. Mas a diferença entre os dois é um abismo, a versão do ano passado foi apenas um beta, enquanto o One Vision já é uma versão final.

Motorola One Vision – Ficha técnica

  • Tela: IPS LCD de 6,3″ com resolução de 2520 x 1080 pixels e proporção 21:9;
  • Chipset: Exynos 9609;
  • RAM: 4GB;
  • Armazenamento interno: 128GB;
  • Câmeras traseiras: 48 MP f/1.7 e 5 MP;
  • Câmera frontal: 25 MP;
  • Bateria: 3.500 mAh
  • Sistema: Android Pie

Motorola One – Ficha técnica

  • Tela: IPS LCD de 5,9″ com resolução de 720 x 1520 pixels e proporção 19:9;
  • Chipset: Snapdragon 625;
  • RAM: 4GB;
  • Armazenamento interno: 64GB;
  • Câmeras traseiras: 13 MP f/2.0 e 2 MP;
  • Câmera frontal: 13MP;
  • Bateria: 3.000 mAh
  • Sistema: Android Pie

 

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta