Moto G vs novo Moto G, vale a pena a troca?

Ontem, como todo o universo deve saber, a Motorola atualizou seu mais famoso e mais vendido smartphone da história: o Moto G. Desde que a Motorola lançou o Moto G, podemos dizer que a empresa renasceu e depois de anos viu uma luz no fim do túnel. Nada mais lógico que melhorar o Moto G e manter ele como o mais smartphone intermediário mais vendido do mundo, graças ao seu custo beneficio, sendo assim ontem nasceu o Moto G2, ou melhor, o “novo Moto G”, já que a empresa resolveu manter o nome. Apesar dele melhorar e praticamente manter o mesmo preço, temos que ser francos ao dizer que a evolução foi pouca em relação ao primeiro Moto G. Sendo assim, a primeira pergunta que os atuais dono da primeira versão fazem é a seguinte: Vale a pena trocar o Moto G pelo novo Moto G? Quem leva a melhor nessa batalha de Moto G vs novo Moto G?

Antes, confiram o review completo que fizemos do novo Moto X. Ele continua sendo uma excelente compra!

O que mudou?

Antes de tudo, devemos analisar quais foram as mudanças e se realmente vale a pena. Basicamente foram 3 mudanças: a tela, o design e a entrada para cartão SD. De reso, o hardware se manteve o mesmo. Ah, esqueci da câmera que passou de 5 para 8MP, porém a qualidade não mudou, continua ruim.  Vejam abaixo uma tabela comparativa:

Moto g vs novo Moto G

Clique aqui para ver as especificações completas do novo Moto G

Notaram que deu empate em pontos positivos? Obviamente alguns fatores pesam mais que outros. Ter slot para micro SD faz uma grande diferença. Mas será que o fato de mudar pouca coisa é ruim? Não, pelo contrário. O novo Moto G continua tendo o melhor hardware pelo preço oferecido por ele. Existem sim outros modelos com o hardware semelhante, como por exemplo o Xperia M2, mas a questão é que a Motorola usa um sistema praticamente puro – apesar que ela usou a expressão “Android puro” no evento. Essa combinação de hardware e software o torna o melhor na categoria. Além disso, ele era o único nessa faixa de preço a ter uma tela HD, e isso também continua.

Vale ou não a pena trocar o Moto G pelo novo Moto G?

De uma coisa podemos ter certeza, ele continua sendo a melhor primeira compra de um martphone com Android. Mas, em nossa opinião, quem tem um Moto G de primeira geração não deve comprar o novo. A diferença de preço entre eles será gritante, já que o preço da versão anterior irá despencar até acabarem os estoques e os usados serão vendidos pela metade do atual ou até menos. Na melhor das hipóteses,o usuário conseguirá vender a versão 16GB por uns 400 Reais, ou seja, metade do novo. Dai terá que desembolsar mais 400 para comprar o novo Moto G 16GB DTV.

Agora raciocinem conosco: Vale a pena desembolsar 400 Reais para ter o mesmo aparelho em mãos, no quesito desempenho? eu acho que não. Isso significa que tudo o que o novo Moto faz, o Moto G antigo também faz normalmente. O que vai pesar mesmo é a questão da memória interna, principalmente para aqueles que possuem a versão de 8GB. Mas, nesse mundo que vivemos onde quase tudo está armazenado nas nuvens, ainda acho besteira a troca.

Outra coisa é que com esses mesmos 400 Reais, você talvez consiga melhores opções no mercado. Por exemplo, com o lançamento do novo Moto X, o “antigo” simplesmente despencou de preço. Ele está sendo vendido por 899 Reais, ou seja, com mais 100 Reais – se baseando na preposição acima – você compra o Moto X que é infinitamente melhor que qualquer um dos Moto G!

E ai, o que vocês acham: Vale a pena trocar o Moto G pelo novo Moto G? Deixem seus comentários abaixo!

 

20 respostas para “Moto G vs novo Moto G, vale a pena a troca?”

  1. Estava ansioso por ele, pelo fato da tv digital, mas fiquei decepcionado quando descobri que o hardware é praticamente o mesmo. Bem esperarei um pouco mais para ver se terá outroa lançamentos ou espera um pouco e compra o xperia z1 com tv digital.

  2. Nossa, eu tenho um Moto G antigo e acho ótimo! Sempre li que, na verdade, são os aplicativos. Eu aprendi a usar bons aplicativos que me ajudam no dia a dia como o Tasker e o PSafe Android. É bom que assim dá pra monitorar o desempenho dele. Não sou de instalar jogos, de prático mesmo só meu internet banking do Bradesco. Não vi grande diferença que justifique empenhar uma grana pra trocar, sendo que quase não tenho músicas e outros programas que justifiquem uma possível necessidade de memória extra.

    1. Verdade Jerusa, aplicativos específicos como o Psafe ajudam a fazer isso fora o fato de proteger dos vírus né? Quanto aos aparelhos tenho lido que aparentemente não é vantagem comprar o novo moto G.

  3. Eu tenho o moto g da primeira geração e não sinto vontade de trocar não. O hardware é o mesmo, se você baixar uns apps potentes, problema resolvido. No meu baixei o app da psafe, um bom app de fotos… E gosto bastante do resultado.

  4. Sinceramente, tenho o Moto G antigo e não me arrependo nada dele. Acho difícil agora fazer a troca, quem sabe futuramente. Vim de uma sequência de compras de cels da Samsung e mudei para a Motorola, tem me surpreendido muito. To me amarrando.

    1. Sem dúvida, você vai pagar bem mais por quase a mesma coisa.Aplicativos essenciais como whattsapp, facebook, instagram e psafe você pode instalar em todos eles.

  5. Tenho um Galaxy e depois do meu já lançaram vários modelos diferentes, para mim o que importa se você já tem um android novo não é o aparelho que você compra e sim os apps que instala. Tem vários apps que te ajudam, o Psafe é um que me ajuda muito.

  6. acho maneirissimo esse telefone, queria saber se os aplicativos rodam dele normal com o samsung galaxy pq adoro meu cel, mas tenho varias apps q nao abro mao, o camscanner, adorocinema, 4shared, psafe android, tempoagora, moovit, preciso ter certeza pra trocar d cel,

  7. Troco de celular, só não troco é de sistema e nem antivírus. Ninguém bate a dobradinha Android e Psafe, aonde mais eu conseguiria colocar senha nos apps e minhas pastas de arquivos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *