Linha Xiaomi Redmi K20 já vendeu 1 milhão de unidades

Segundo Donovan Sung, porta-voz global da Xiaomi, 1 milhão de unidades da linha Redmi K20 já foram vendidas desde o lançamento.
Por
1 de julho de 2019 às 10h53 - Atualização: 01/07/2019

Em maio deste ano, a Redmi oficializou dois novos smartphones na China: o K20 e o K20 Pro. Agora, um mês após serem apresentados, a Xiaomi confirmou que 1 milhão de unidades da linha K20 foram vendidas.

Donovan Sung, porta-voz global da empresa, usou sua conta no Twitter para dar a notícia. Se pararmos para pensar, esse sucesso já era esperado, afinal, o K20 Pro, por exemplo, é o smartphone com Snapdragon 855 mais barato do mercado, que além de entregar um hardware de ponta, traz um design chamativo e câmeras competentes, uma “fórmula” que certamente atrai os consumidores.

Na China, o K20 e o K20 Pro estão disponíveis em diversas variantes. O primeiro pode ser encontrado com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento, mas também possui uma edição com 6GB + 128GB. O preço é de US$ 292 (R$ 1.115) e US$ 307 (R$ 1.173), respectivamente. Quanto ao K20 Pro, ele é vendido em versões com 6GB + 64GB, 6GB + 128GB, 8GB + 128GB e 8GB + 256GB. Os valores chegam a US$ 365 (R$ 1.393), US$ 380 (R$ 1.451), US$ 409 (R$ 1.562) e US$ 439 (R$ 1.676), respectivamente.

No momento, a linha Redmi K20 é exclusiva da China, mas em alguns países da Europa, a Xiaomi lançou o K20 como Mi 9T. A empresa ainda deve iniciar as vendas do Mi 9T Pro. Para quem não conhece, ambos são essencialmente iguais, diferenciando apenas no processador.

O K20 Pro possui uma tela Super AMOLED de 6,39″ com resolução de 2340 x 1080 pixels, aspecto 19,5:9, 403 ppi de densidade, 86,1% de relação tela-corpo, vidro com proteção Corning Gorilla Glass 5 e HDR.

Por dentro, como foi dito anteriormente, temos o processador Snapdragon 855 octa-core de 7nm, com um núcleo rodando a 2,84 GHz, mais três a 2,42 GHz e quatro a 1,8 GHz – todos Kryo 485. Sua GPU é a Adreno 640. Embora seja possível comprar o K20 Pro com 256GB de armazenamento, todas as variantes que foram citadas acima não trazem entrada para microSD.

No departamento de câmeras, existem três sensores na traseira posicionados verticalmente, sendo o principal de 48MP com abertura f/1.8, o secundário telefoto de 8MP com abertura f/2.4 e zoom óptico de 2x, e o terciário grande angular de 13MP com abertura f/2.4. Este smartphone consegue filmar em até 4K a 60fps ou em câmera lenta na resolução Full HD a 960fps. O mecanismo retrátil esconde a câmera frontal de 20MP com abertura f/2.2.

As opções de conectividade incluem: Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth 5.0 com A2DP, LE e aptX HD, GPS com A-GPS, GLONASS, BDS e GALILEO, NFC, rádio FM, entrada de 3,5 mm para fones de ouvido e porta USB tipo-C. Como recurso de segurança, há um leitor de digitais sob a tela.

Ficha técnica do Redmi K20 Pro

  • TelaSuper AMOLED de 6,39″ com resolução de 2340 x 1080 pixels;
  • Chipset: Snapdragon 855;
  • RAM: 6GB ou 8GB;
  • Armazenamento interno: 64GB, 128GB ou 256GB;
  • Câmeras traseiras: 48MP (f/1.8) + 8MP (f/2.4) + 13MP (f/2.4);
  • Câmera frontal: 20MP (f/2.2);
  • Bateria: 4.000 mAh;
  • Sistema: Android Pie;

Para manter o Redmi K20 Pro ligado, a Xiaomi inseriu uma bateria de 4.000 mAh com tecnologia de carregamento rápido Quick Charge 4+, que garante 27W de potência. Em software, a interface MIUI 10 baseada no Android Pie vem instalada de fábrica.

Via: GizMoChina

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta