LG G7 Thinq: Hands-on do novo topo de linha da LG

A LG apresentou hoje a chegada do LG G7 Thinq no Brasil. Custando R$ xxx ele vem com uma tela de 6,1 polegadas de IPS, resolução QUAD HD e formato 19.5:9. Infelizmente, o famigerado Notch.

Embora não seja de AMOLED, a tela é bem brilhante e conta com um modo “boost” que aumenta ainda mais o brilho para melhorar a visualização em situações adversas como em um dia ensolarado.

Para contornar o notch, a LG traz uma solução para esconder em em alguns aplicativos, colocando uma faixa preta acima da tela. Porém só funciona em alguns apps, em de terceiros não, sendo assim não resolve o problema por completo.

No notch se encontra a câmera de 8 MP com abertura de f1.9 e mais nada. Embora não tenha flash frontal, dá para usar a tela como tal, como acontece com vários outros celulares.

Em uma das laterais há o botão de power e do outro lado há os volumes e a novidade que um botão dedicado para controlar o Google Assistente e o Google Lens.

Embaixo temos o conector tipo C e a entrada para fone de ouvido, isso mesmo, a LG não tirou ele.

A traseira dele é de vidro, e graças a isso possui carregamento sem fio. Estão presentes aqui as câmeras principais. São dois sensores de 16 MP, um deles com lente de angulação normal e abertura de f/1.6 e o outro com lente wide de 107º e abertura de f/1.9.

Elas contam com o AI CAM, uma inteligência artificial que ajuda nas fotos. O celular tenta reconhecer o que está vendo e ajusta as configurações para destacar elementos como o contraste e a saturação das cores.

O G7 consegue fazer capturas em 4K a 30 fps ou Full HD a 60 quadros por segundo, ambos com boa qualidade e estabilização ótica.

Para fechar, ele vem com um processador Snapdragon 845, 4 GB de memória RAM e apenas 64 GB de armazenamento. Mas tem entrada para cartão micro SD. A bateria é de 3.000 mAh.

O G7 chega com o Android 8.0 Oreo em sua versão modificada pela LG. Por padrão, ele vem com a função da gaveta de aplicativos desativada, mas você pode mexer nas configurações para fazê-la aparecer.

O G7 tem um sistema de som chamado Boombox, que usa espaços vazios dentro do aparelho para fazer o áudio sair com mais potência sem perder a qualidade. Além disso, colocar o celular para tocar sobre uma superfície plana ou uma caixa oca faz com que ele reverbere, deixando o som mais potente ainda.