iPhone X: Sem bordas e sem leitor de impressões digitais

iphone X

Finalmente o tão aguardado iPhone X foi anunciado pela Apple. Infelizmente não teve nada de novo, além do que todos ja sabiam nos vazamentos. O iPhone X (pronunciado iPhone 10), traz uma tela praticamente sem bordas e o novo Face ID, um conjunto de tecnologias para reconhecimento facial, já que ele não tem o Touch ID, leitor de impressões digitais das outras versões.

O iPhone X tem vidro na parte frontal e traseira e aço inoxidável de “grade cirúrgica” ao redor dos lados, diferente do alumínio espacial do iPhone 8. É resistente a água e vem em duas cores: Cinza espacial (um quase preto) e prata.

iphone x frente

A nova tela foi batizada de “Super Retina” e a tecnologia empregada é o OLED. Ela possui a maior densidade de pixels em uma tela de iPhone; 458ppi. Ela possui 5,8 polegadas de tamanho diagonal e tem uma resolução de 2436 x 1125 pixels. É a primeira tela OLED em um iPhone, que Phil Schiller explica sem rodeios: é “a primeira tela OLED ótima o suficiente para estar em um iPhone”. Ou seja, mais uma vez a Apple tripudia dos concorrentes tornando seu iPhone como algo único, mesmo sendo algo que há anos outros fabricantes usam.

O ponto mais controverso do iPhone X é que a Apple retirou o botão inicial pela primeira vez na história, substituindo-o por um gesto de deslizar para cima da parte inferior do telefone, algo que muitos smartphones chineses já fazem, ou mesmo o Pixel Launcher do Google. Sem Touch ID, lá se foi o leitor de impressões digitais do iPhone.

iphone 8 face ID

Para substituir, o novo método é chamado Face ID e faz o que o nome sugere: ele desbloqueia o telefone apenas fazendo você olhar para ele. Ele combina um sistema de sensores com a câmera frontal e um iluminador que emite uma luz infravermelha que ilumina o rosto, por se tratar de infravermelho nada é visto pelo olho humano. A Apple chegou mesmo ao passo extra de construir um mecanismo neural dedicado – baseado em um design de chip personalizado dual-core – para processar o reconhecimento de rosto em tempo real. Sem dúvidas que algo bem mais complexo do que encontrado no Galaxy S8 e Note 8.

A empresa reivindica uma chance de 1 em 1.000.000 de uma outra pessoa ter o mesmo formato do rosto. Com excessão de gemêos, que dai não vai ter jeito. O reconhecimento será compatível com bancos e outros aplicativos que exijam segurança, antes feita pelo Touch ID.

O iPhone X possui duas câmeras traseiras de 12 megapixels e está equipado com uma estabilização de imagem óptica dupla. Os sensores são maiores e mais rápidos, de acordo com a Apple, e a câmera principal possui uma abertura f / 1.8 enquanto a lente telefoto possui uma abertura f / 2.4. Entre as duas câmeras está um flash quad-LED com suposta duas vezes melhor uniformidade de luz. O novo telefone também possui alto-falantes estéreos.

iphone x cameras

O processador A11 que foi introduzido no iPhone 8 no início do evento está, obviamente, presente no iPhone X. Ele possui dois núcleos de desempenho, quatro núcleos de alta eficiência e a primeira GPU projetada pela Apple. A Apple já anunciou uma plataforma de carregamento sem fio para unificar o carregamento sem fio de todos os seus dispositivos móveis e chama o sistema geral AirPower. A almofada de carga AirPower estará disponível no próximo ano.

O iPhone X suporta LTE Advanced e o padrão Bluetooth 5.0. Ainda não há aparelhos ou acessórios reais que você possa usar com um telefone Bluetooth 5, mas quanto mais telefones existem, mais ímpeto haverá para periféricos compatíveis.

O iPhone X tem um preço de US $ 999 com 64 GB de armazenamento e existe uma opção atualizada com 256 GB de armazenamento. A Apple abre pré vendas de compra no dia 27 de outubro, o envio começara em 3 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *