iPhone 11 pode trazer modo noturno para rivalizar com os Pixels

O iPhone 11, próximo top de linha da Apple, pode trazer um modo noturno em uma tentativa de competir diretamente com a linha Pixel da Google.
Por
13 de junho de 2019 às 11h34 - Atualização: 13/06/2019

A linha Google Pixel é conhecida mundialmente por ter smartphones competentes no quesito câmera, dado que a gigante das buscas entrega um software muito bem otimizado e com tecnologias capazes de oferecer uma qualidade final acima da média, principalmente em ambientes com pouca luz. Pensando em rivalizar com a Google, parece que a Apple pretender inserir melhorias de software nas câmeras do iPhone 11, especificamente um modo noturno.

Segundo informações do canal EverythingApplePro, esse recurso será ativado automaticamente quando o software detectar pouca luz no ambiente, visando entregar fotos melhores nessas condições. No entanto, como era de se esperar, a empresa também permitirá que o recurso seja ativado ou desativado manualmente.

Infelizmente, os detalhes sobre como esse modo noturno vai funcionar ainda são desconhecidos, mas espera-se que ele chegue ao nível do Night Sight da Google e do Night Mode da Huawei. Como foi dito anteriormente, este recurso deve ser implementado no iPhone 11, que deve ser oficializado em setembro junto com a versão final do iOS 13.

Até o momento, não sabemos se o modo noturno da Apple chegará em outros modelos, como o iPhone Xs, Xs Max e XR, por exemplo. Levando em consideração que estamos falando de um software, a empresa precisará adaptá-lo para os sensores dos smartphones mais antigos, assim como fez a Google. Portanto, pode demorar algum tempo para que essa melhoria atinja os aparelhos do ano passado.

Ainda assim, é possível que essa “novidade” nunca seja disponibilizada para outros iPhones, afinal, para que esse modo noturno funcione, ele pode necessitar de um hardware de câmera específico que só estará disponível nos modelos deste ano. De qualquer forma, teremos que aguardar mais informações para confirmarmos (ou não) tudo isso.

De acordo com outros vazamentos, o iPhone 11 e 11 Max serão lançados com três câmeras de 12MP na traseira, dispostas dentro de um módulo no mínimo estranho. Além do sensor principal, teremos uma lente telefoto com zoom óptico de 2x e outra grande angular com campo de visão de 120 graus. Quanto ao iPhone 11 XR, espera-se que ele traga apenas duas câmeras, sendo a secundária telefoto.

Além dessas melhorias de hardware, a Apple deve inserir um novo processador de imagem, que presumivelmente entregará fotos melhores que os modelos do ano passado. Também foi dito que a empresa está desenvolvendo um Smart HDR melhor que o da Google, Samsung e Huawei.

Por fim, relatórios apontam que o sensor frontal também receberá melhorias, saindo dos 7MP para 12MP. Alegadamente, veremos um sistema de desbloqueio facial que funcionará em ângulos mais amplos e em distâncias mais curtas, podendo fazer a leitura do rosto mesmo que o usuário esteja muito perto. Ao que tudo indica, uma tecnologia semelhante pode ser implementada no Pixel 4, dado que a Google pretende substituir de vez o leitor de digitais convencional usado no Pixel 3.

Analisando todas as informações que temos à respeito do iPhone 11, fica claro que a Apple pretende aprimorar as câmeras dos modelos que serão lançados este ano. Resta saber saber se, de fato, ela vai conseguir superar suas maiores concorrentes.

Via: PhoneArena

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta