Huawei cresce 39% em apenas um ano; e pretende ir além

Novo relatório do primeiro trimestre de 2019 mosta que a Huawei cresceu 39% se comparada ao mesmo período do ano passado.
Por
22 de abril de 2019 às 12h36 - Atualização: 22/04/2019

Apesar da guerra comercial entre Estados Unidos e China, a Huawei continua sua escalada ao topo. Segundo o relatório da empresa do primeiro trimestre de 2019, o lucro foi de $ 26.81 bilhões, o que representa 39% de  crescimento em um ano. As margens de lucro líquido também atingiram 8%, ligeiramente melhores do que os resultados do ano passado no mesmo período.

O presidente rotativo, Guo Ping, afirmou que os três principais objetivos para 2019 são melhorar as soluções para consumidores, operadoras e empresas, com expectativas de crescimento de dois dígitos em cada categoria.

A Huawei afirma que conseguiu enviar um recorde de 59 milhões de smartphones no primeiro trimestre de 2019, em comparação com 39,3 milhões no primeiro trimestre de 2018. A empresa tem como objetivo traduzir seu sucesso em outros segmentos, incluindo PCs, wearables e eletrodomésticos inteligentes.

Huawei domina o mercado 5G

Vale ressaltar que a Huawei pretente em 2019 implantar o 5G em diversos lugares do mundo. Além de seus smartphones Huawei Mate X e Huawei Mate 20 X 5G que virão já com o 5G, a empresa também é líder mundial no fornecimento de equipamentos de telecom, indispensáveis para operadoras do mundo todo implantar o 5G. Isso abre oportunidades sem precedentes para o crescimento dos negócios da empresa.

Ela já se estabilizou como a maior fabricante de equipamentos de telecomunicações e afirma que conseguiu aumentar seu número de contratos de rede 5G com 40 novas operadoras.

O relatório revela que a empresa entregou mais de 70.000 estações em todo o mundo e pretende aumentar esse número para 100.000 até maio. Como um todo, os negócios de rede da Huawei registraram um aumento de 15% nas vendas.

A nuvem e a inteligência artificial são outras partes integrantes da visão da Huawei para o próximo ano. A empresa pretende posicionar seus serviços da Huawei Cloud entre os líderes do setor.

Segundo o relatório, mais de 1 milhão de usuários e desenvolvedores corporativos estão usando os serviços em nuvem da Huawei. Os desenvolvimentos de AI (inteligência artificial) da empresa também estão ganhando força à medida que conseguiram superar concorrentes como a DAWNBench em Stanford.

Via Reuters

Mais sobre: Huawei,
Matérias relacionadas

Deixe uma resposta