Apple está nas mãos da Huawei para ter um iPhone 5G em tempo

Por
9 de abril de 2019 às 2h28 - Atualização: 09/04/2019

Olha que sinuca de bico que a Apple se encontra. A empresa pretende lançar logo um iPhone com 5G, porém há um dilema: Não tem fornecedor do modem para ela. A Qualcomm se nega, a Intel não entrega a tempo e a Mediatek não tem qualidade. Sobrou quem? A Huawei.

Segundo informações do Engadget, a Qualcomm se recusou a fornecer seu modem 5G presente no Snapdragon 855 devido as brigas judiciais que as duas estão enfrentando entre si. Já a Intel, não poderá lançar um chip 5G dentro do prazo que a Apple deseja. Já a Mediatek, supostamente, não terá qualidade no seu chip.

Mas dai um grande player entra no mercado para tirar proveito do problema da Apple: a Huawei. A empresa chinesa, que passou a Apple e assumiu a segunda posição mundial na produção de smartphones, disse que aceita vender com exclusividade seu chip 5G para a Apple.

Huawei se aproveita da “fraqueza” da Apple

A Huawei lançou seu primeiro chip 5G, o Balong 5000, em agosto de 2018. Daí na MWC 2019, a empresa lançou o Huawei Mate X com este chip. Agora, relatórios do Engadget sugerem que a Huawei irá vender seu chip 5G Balong 5000, mas apenas se o comprador for da Apple.

huawei chip 5g balong 5000 vende para apple Imagem/reprodução: Huawei

A Huawei não costuma vender seus chipsets e outros componentes que ela fabrica para smartphones. Mas parece que a Huawei vê no problema da Apple uma grande oportunidade de negócio.

A Huawei sabe que se a Apple não comprar dela, ela terá que esperar a Intel ou outro fabricante fazer seu chip, isso atrasaria o iPhone 5G para 2021, ou seja, dois anos de atraso em relação a concorrência.

Embora nada tenha sido confirmado e por mais improvável que isso pareça – aposto que o governo americano não irá gostar muiro disso – se esse negócio acontecer, será uma situação vantajosa para a Huawei e a Apple.

Se a Apple tiver que usar o chip 5G da Huawei, poderá enfrentar o obstáculo de convencer o governo dos EUA de que ele é “seguro”. Mas, por um lado, a Apple conseguirá lançar um iPhone 5G no ano que vem, enquanto do outro, a Huawei se aproxima do mercado americano que sempre quis.

Isso parece uma situação vantajosa para ambas as empresas.

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta