Google Pixel 3a enfrenta rigoroso teste de durabilidade

O canal JerryRigEverything realizou um teste de durabilidade com o Pixel 3a, novo intermediário da Google. Será que ele se saiu bem?
Por
29 de maio de 2019 às 10h27 - Atualização: 29/05/2019

Na tentativa de conquistar um espaço maior no mercado de smartphones, a Google apresentou o Pixel 3a e o Pixel 3a XL no começo do mês. Eles são os primeiros intermediários da empresa, que chegam como uma alternativa mais barata da linha Pixel 3. No entanto, para entregar um valor mais acessível, a Google precisou economizar em alguns aspectos, um deles foi a qualidade da construção, deixando a traseira feita de vidro para adotar o plástico.

Isso certamente diminui a beleza do smartphone, mas por outro lado, permite que ele fique mais resistente, afinal, por mais que existam tecnologias que garantam um vidro de alta qualidade, esse material ainda continua sendo frágil. Pensando nisso, fica a questão: será que os novos Pixels são realmente mais duráveis? Para sanar essa dúvida, o canal JerryRigEverything resolveu fazer um teste de durabilidade com o Pixel 3a.

O vídeo começa com Jerry riscando a tela do smartphone. O display se mostrou bem competente, apresentando marcas significativas apenas no nível sete. Portanto, não haverá danos ao colocar o dispositivo junto de chaves e outros metais no bolso. Lembrando que a Google inseriu a proteção Dragontrail Asahi em vez da Gorilla Glass.

O teste continua com Jerry tentando riscar o vidro da câmera frontal, mas felizmente nada aconteceu. Por outro lado, a “grelha” do alto-falante para chamadas foi arrancada facilmente, mas isso não deve ser comum no uso diário. Jerry ainda fez uso de um estilete para descascar as laterais do aparelho, e ele realmente consegue, o que já era de se esperar.

Ainda assim, o botão de energia se mostrou resistente, permanecendo firme e não sendo arrancado durante o teste. A câmera traseira também possui um vidro de boa qualidade, inibindo a presença de arranhões. Infelizmente, o mesmo não pode ser dito do botão de energia, que ficou totalmente marcado, mas de forma alguma isso afetou seu funcionamento.

Nos minutos finais do vídeo, o Youtuber acende um isqueiro na tela do Pixel 3a, que naturalmente apresenta uma pequena marca, mas ela some em poucos segundos. Por fim, Jerry aplica uma pressão para tentar entortar o dispositivo, e por mais que o Pixel 3a seja flexível, ele não quebrou a tela e voltou ao seu estado original. Então, graças ao teste de durabilidade, podemos concluir que apesar do corpo feito de plástico, o novo smartphone da Google consegue ser resistente.

Para quem não conhece, o Pixel 3a possui uma tela OLED de 5,6″ com resolução de 2220 x 1080 pixels e aspecto 18,5:9. Por dentro, temos o processador Snapdragon 670 com GPU Adreno 615. Há 4GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, sem slot para microSD.

Ficha técnica do Pixel 3a

  • Tela: OLED de 5,6 polegadas” com resolução de 2220 x 1080 pixels;
  • Chipset: Snapdragon 670;
  • RAM: 4GB;
  • Armazenamento interno: 64GB;
  • Câmera traseira: 12.2 MP;
  • Câmera frontal: 8MP;
  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Sistema: Android Pie.

Na parte de trás, existe apenas uma única câmera de 12,2MP com abertura f/1.8 e estabilização óptica de imagem. O sensor frontal é de 8MP com abertura f/2.0. Felizmente, ao contrário do Pixel 3 e 3 XL, a Google manteve a entrada de 3,5 mm para fones de ouvido. A bateria deste aparelho entrega 3.000 mAh com carregamento rápido de 18W. Em software, o Android Pie vem instalado de fábrica.

Via: JerryRigEverything

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta