Será que tem algo que você não pode fazer com o seu celular?

Pesquisas mostram que atualmente dá para fazer tudo através de um aparelho de celular. Vejam como facilitar suas vidas através de um smartphone.
Por
6 de abril de 2018 às 8h55 - Atualização: 06/04/2018

Há mais celulares no mundo do que pessoas e isso só tende a aumentar. No Brasil as empresas telecomunicações só tem uma preocupação: fidelizar os seus clientes. As opções são muitas e os consumidores só querem ter acesso a internet, com mais qualidade e em mais quantidade, para conseguirem resolver praticamente todos os seus problemas, principalmente, através dos aplicativos.

Hoje os celulares são a essência da sociedade capitalista moderna, onde tudo gire em torno do aparelho. No Brasil, não tem uma pessoa que não está olhando para sua tela do celular quando nos metrôs e nos ônibus. Os brasileiros passam praticamente 24 horas por dia, 7 dias por semana grudados nos seus celulares, já que neles encontram tudo o que precisam para resolver os seus problemas diários e cotidianos.

O ano de 2017 foi o ano para os aplicativos: alguns dados mundiais

Segundo o relatório da empresa AppAnnie, em 2017, os aplicativos ocuparam em média 1,5 meses na vida das pessoas, além disso, eles geraram uma renda de quase 90 bilhões de dólares em todo o mundo e quase 180 bilhões de downloadas.

A Índia e o Brasil são os que mais tiveram aumento no mercado de aplicativos, já que apresentam uma grande população que ainda está em desenvolvimento econômico.

A China é hoje a potência mundial na economia dos aplicativos, todas as tendências desse mercado aparecem primeiro por lá, sendo que o aplicativo com mais sucesso é o Alibaba que concentra bilhões em vendas. Em 2017, os consumidores também consumiram 4 vezes a mais do que no ano de 2015.

As indústrias que mais crescem dentro do mercado de aplicativos é de entretenimento e de social media. Ou seja, esse é uma mercado em franco desenvolvimento e quem tem ainda muito espaço para crescer.

O que você faz com o seu celular no curso de um dia?

Ao acordar, você provavelmente confere as suas redes sociais no aplicativo do Facebook e do Instagram, as suas mensagens no WhatsApp, os seus correios eletrônicos no Gmail, e as notícias nos aplicativos dos seus jornais favoritos. Depois, deve colocar uma música no Spotify e ir se arrumar para começar o dia.

Ao escolher a roupa, confere a temperatura e a probabilidade de chuva no aplicativo do tempo. Aproveita para checar também o trânsito e planejar o melhor caminho. Decide pegar um Uber, e lembra de pedir o almoço pelo aplicativo de delivery iFood, pois, esqueceu de pegar algo para comer em casa.

No caminho fica a navegar na sua loja favorita e enchendo a lista de favoritos até decidir o que vai colocar na sacola de compras. Faz também o download de um jogo novo, o qual todo mundo está comentando sobre. Chega ao trabalho e usa um monte de aplicativos de gestão e de produtividade. No caminho de volta, provavelmente, tudo se repete.

Comprando on-line com smartphone e cartão. Crédito: nudatasecurity.com

O boom dos aplicativos pagos e de pagamento

Ficou claro pelo exemplo acima que hoje dá para resolver tudo pelo celular, basta ter um cartão de crédito conectado aos inúmeros serviços disponíveis.

Muitas das ferramentas são gratuitas, mas o que antes era mais inacessível, hoje é muito mais barato e graças aos aplicativos.

Hoje dá para ter motorista particular pelo Uber e outros aplicativos similares. Dá também para ter acesso a uma rede infinita de entretenimento: assinando Netflix, a Amazon Prime ou o Hulu; comprando videogames RPG como Portal Knights, ou jogando slots, blackjack e roleta no Betway Casino, ou ainda comprar o altamente refinado e interativo jogo de aventura Monument Valley 2 no App Store por 16 reais; lendo livros no aplicativo do Kindle e escutando o novo CD do cantor favorito.

Já no quesito compras, encontra-se que quiser pela Amazon, pelo Alibaba e pelos aplicativos das maiores lojas em todos os segmentos possíveis e imagináveis. Dá até para mandar e receber dinheiro pelos aplicativos de banco, do PayPal, e até mesmo pelo WhatsApp, Facebook e GMail, dependendo da localização do usuário.

Como podem notar, não há mais necessidade de perder tempo indo de um lugar para outro para resolver as pendências da vida cotidiana e rotineira, tudo dá para ser resolvido se transportando de um lugar para o outro com uma boa conexão de internet, um cartão de crédito e um aparelho.

E o que o ano de 2018 vai trazer neste mercado?

O ano de 2018, muito provavelmente, vai continuar trazendo ainda mais crescimento para o mundo dos aplicativos. Espera-se que com o aumento da internet das coisas, vai haver mais aplicativos conectando o homem com a sua casa. Além disso, espera-se que os aplicativos migrem para as nuvens, liberando as memórias dos celulares. E por fim, acredita-se que os pagamentos através dos aplicativos vão ultrapassar a casa dos trilhões de dólares.

Mais sobre:
Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/tekimobi/public_html/wp-content/themes/Tekimobile-5.0/template-parts/post/content.php on line 246
Matérias relacionadas

2 respostas para “Será que tem algo que você não pode fazer com o seu celular?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *