Real Time Analytics
Android, Apple, Noticias Symbian

É a morte do Symbian um caminho sem volta?

nokia_symbian-v6-jlSei que esse post pode parecer meio “repetitivo” mas há algum tempo ele vem sendo elaborado (na minha mente :D) mas nunca dá tempo para escrever. A questão para variar é a Nokia e o Symbian, há cerca de 1 ano quando o Tekimobile ainda estava engatinhando a Nokia anunciou o N97, na época ele era o meu sonho de consumo, pois até então eu era um viciado em Symbian o defendia em uma época em que o “sistema  do momento” era o iPhone (na realidade ainda é), criei o blog para falar basicamente de Symbian, qual foi o resultado? o Symbian aos poucos foi me decepcionando, embora não tivesse usado o N97 todos os blogs ao redor do mundo só o criticavam e eu como um amante da dupla Nokia / Symbian tinha que testar o aparelho antes de dar o veridicto.

A primeira vez que peguei o N97 meu olhos brilharam, o aparelho era muito bonito, o mais bonito que eu já tinha visto, mas a felicidade durou pouco pois depois que o usei durante alguns minutos pensei: caramba, é um N95 com tela maior e teclado! isso não era de tudo ruim afinal o N95 era ótimo, mas depois de mais alguns minutos e vários aplicativos instalados veio a mensagem: “memória cheia: feche alguns aplicativos e tente novamente”, que merda, eu acabei de comprar ele e ele já tá fazendo manha! dai para frente começou o inferno, tudo travava tudo era lento e minha paciencia esgotou, ele foi o aparelho que ficou menos tempo na minha mão até hoje! nem Review fiz para o blog. O problema é o Symbian e não a Nokia, alguns me disseram, mas não é bem assim pois fiquei alguns dias com um Omnia HD e ele era infinamente mais rápido, mehor tela e não travava, porém ainda faltava algo. Voltei para o N95 e fiquei bastante tempo com ele e durante cerca de 6 meses fiquei com ele e os aparelhos que chegaram para Review.

Leiam também:  LG Optimus 2X: smartphone dual-core com Android

Voltando ao blog, o meu foco ERA falar sobre o Symbian aqui. Mas aos poucos fui introduzindo mais notícias, dicas e aplicativos para Android e iPhone. No caso do iPhone embora sempre tive boas visitas de pessoas procurando dicas para ele. não dá para manter o foco nele pois já há 2 blogs brasileiros que falam muito bem do iPhone e eles já suprem muito bem essa necessidade. E o Android? para falar um pouco sobre isso vamos há alguns dados do blog desde Maio do ano passado e depois um gráfico que preparesi para mostrar:

Maio de 2009

Das 25 páginas mais visitadas do Tekimobile, 23 eram sobre Symbian e Nokia, 2 eram sobre Tecnologia e 1 sobre o iPhone. Assuntos sobre Symbian representavam cerca de 98% do tráfego do Tekimobile, 1,5% sobre tecnologia e 0,5% sobre iPhone.

Dezembro de 2009

Das 25 páginas mais visitadas, 18 eram sobre Symbian e Nokia, 3 eram sobre tecnologia, 1 sobre Android e 2 sobre o iPhone. Assuntos sobre Symbian representaram cerca de 80% do tráfego, 10% sobre o Android, 5% sobre iPhone e 5% sobre tecnologia. O destaque aqui vai para o Android que apenas com 2 posts, um sobre a venda do Milestone no Submarino e outro sobre os melhores aplicativos para Android já garantiam o segundo assunto que mais gera tráfego no blog.

Fevereiro de 2010

Das 25 páginas, 19 eram sobre Symbian, 4 sobre Android e 1 sobre iPhone. Os posts sobre Symbian representaram 65% do tráfego do blog e em segundo 4 posts do Android representaram 22% do tráfego! Nesse mês foi feito o primeiro Review de um Android no Tekimobile, o HTC Magic.

Abril de 2010

Das 25 páginas mais visitadas, 16 eram sobre o Symbian, 5 sobre Android e os outros de vários assuntos. Na totalidade do tráfego, 52% são das páginas sobre Symbian, 28% são das páginas sobre o Android e 15% sobre o iPhone. O Android continua crescendo e o iPhone também, já o Symbian continua tendo menos acesso.

Leiam também:  Galaxy S7 - Primeiro vídeo Hands-on aparece na internet

Junho de 2010

No mês passado reparei uma grande mudança aqui no blog em números: das 25 páginas mais vistas apenas 10 eram de assuntos sobre o Symbian! 6 sobre o Android, 3 sobre iPhone e o resto de outros assuntos. Mas no tráfego a mudança foi maior: 41% das visitas foi em páginas sobre Symbian, 36 sobre Android, 20% sobre o iPhone e 3% sobre os outros assuntos. Veja um gráfco demonstrativo abaixo:

Tráfego Tekimobile


Interessante reparar que a proporção de posts divididos por sistemas é a mesma nos últimos 6 meses, ous seja,  a quantidade de posts sobre Symbian, Android e iPhone são quase que iguais!

Essa queda de interesse no Symbian por parte no público é um reflexo do que vem acontecendo no mundo inteiro, o abandono do Symbian pela Garota sem fio e o fim do blog Symbian Guru são exemplos disso, ainda recentemente o Rodrigo Toledo “Será o fim do blogs sobre Symbian?” e do Gizmodo: “Fanboy da Nokia, animal em extinção?” também mostraram um pouco do que está acontecendo com o Symbian e a Nokia atualmente.

Eu continuarei escrevendo sobre Symbian, mas digo que o número de postagens vai diminuir e a proporção desses posts em relação aos sobre Android e iPhone também, não porquê o Symbian é inferior (e ele é) mas porquê não tem mais notícias novas e úteis para que eu possa compartilhar com vocês leitores, de modo algum eu vou ficar publicando aqui sobre atualizações de aplicativos, já que essas são as únicas “novidades” que existem sobre o Symbian atualmente.

Digo e repito: será que a Nokia e seu N8 realmente vão “ressuscitar o Symbian”? como um aparelho que já nasceu com um sistema morto fará isso? eu gostaria de acreditar nisso, mas tá dificil. Acho que o momento agora não está favorável para a Nokia, o MeeGo poderá até ser um sistema novo, mas até ele “engajar” a concorrência já terá evoluido. Ou seja, assim como o Symbian^3 ele já vai nascer com um pé na cova.

Leiam também:  (Atualizado) Optimus G começa a ser atualizado para o Android 4.4 KitKat na Estonia

Outra coisa: lançar o N900 no Brasil com mais de 6 meses atrasado, com sistema descontinuado, em português de Portugal e ainda por cima por 2000,00 pilas? com esse dinheiro eu compro o Milestone ou o Xperia X10 fácil fácil. Com certeza esse não é o caminho para ressurgir.

Outro fator interessante que gostaria de comentar é que quem gerou esse desinteresse pela Nokia foi os blogs, posts criticando o N97 ou sobre a palhaçada com o blog NokiaBr deram inicio a isso. Para vocês terem uma idéia, os posts mais visitados dos últimos meses aqui no Tekimobile são todos sobre criticas a Nokia e ao Symbian.

Vocês acham que essa situação irá mudar? qual a opnião de vocês sobre o assunto?

Comentários
  • Amigo, sempre tive celulares Nokia e para mim eram os melhores, tive um N73 que me deixou muito triste pois ficou muito lerdo, o meu último foi o E63 que vendi.

    Eu defendia muito a Nokia e o Symbian, aliás eu era anti iPhone pois considerava o Symbian melhor mas….acabei comprando um iPhone e as coisas mudaram.

    Assumo que fiquei feliz por muito tempo com a Nokia mas a quantidade de aparelhos, lançamentos furados e o sistema travando me deixou muito desanimado.

    Acredito no potêncial de engenharia da Nokia mas o seu sistema, portifólio excessivo e marketing estão matando o produto.

    Abraços

    Versuri

  • Viva 🙂

    Pessoalmente estou a aguardar pela saída dos mega-smartphones (mini tabletpc), e vou pegar um que a meu ver tenha uma excelente tecnologia para o que quero fazer nela.

    E vou dar muito mais importância ao sistema operativo do que à marca, e pelo que tenho pesquisado muito provavelmente irei querer um aparelho equipado com o android 2.2.

    Penso que este meu desejo responde um pouco à tendência do grafico da tekimobile.

    Não acredito na morte da symbian, porque penso que esta tecnologia irá continuar a equipar aparelhos nokia, e irá continuar a crescer para outros fabricantes. Mas já não irá equipar os aparelhos de top, a não ser que se ultra-modernize para um symbian leve e sofisticado, capaz de fazer face a uma "guerra" gráfica na tecnologia portátil (o que não acredito no curto e médio prazo), mas symbian está para ficar e durar.

    Abraço.

  • Olá André, belo post. Eu sempre tive aparelhos da Nokia e não gostava nem de ouvir falar em outras marcas.

    Hoje tenho um E72, foco trabalho ; N86 para fotos, filmagens, transmissões, etc.

    Há uns 5 meses resolvi encarar o iPhone e comprei um 3GS e posso lhe garantir que estou super feliz, é uma tremenda máquina que uso para navegar, ler e-mails, GPS, etc.

    Estava pensando no Nokia N8 – principalmente por causa da câmera de 12MP , para substituir o N86, mas como investir num aparelho se o sistema operacional já está condenado? Não dá , né amigo?

    Em relação aos Nokias decidi ficar com o N86 e o E72 até o final de suas vidas úteis e até lá vamos ver o que vem de lançamentos.

    Quanto ao iPhone, quando acabar minha fidelização imediatamente trocarei por um 4, nunca mais saio da Apple, apaixonei.

    Abração e uma boa semana.

  • Minha carreira com a Nokia começou cedo, desde aqueles tijolões, e o que eu mais gostei de usar foram eles…
    O melhor tel que tive, foi o N95, conheço e já “futuquei” Em Tels Android e iOS. Confesso que hoje indico tels da nokia por serem facilmente customizaveis ( usando o GDesk ou algúm outro emulador de OUTRO sistema). Mas meu sonho de conssuma ainda é ter um Android, pois roda tudo que eu quero e irá substituir ainda mais meu Not. Aki no Brasil, as novidades andam – como sempre – não tão novas assim!
    Não boto fé no Sym^3, veio muito atrasado, e não creio que ajudará em muita coisa…

    Eu gosto da Nokia por…
    Ai, não sei…
    Mas minha caminhada com ela foi boa…
    Tirando o fato de um péssimo browser…

    O ruim é ver ela afundar sem fazer nada que mude tal situação…

    Abs

  • Olá André!

    Bem, vou inaugurar teu blog logo nesse tópico e discordando de vc. Q começo, hein? (rs)

    Acredito q Symbian ñ vai cair.

    Sou fã? Ñ, ñ sou!

    Mas o preço q Nokia coloca para venda desses celulares é competitiva e por esse motivo, por ser tão "disseminada", acredito q teremos Symbian por um mto tempo ainda.

    Se o Symbian, tá tão bom (evoluído ou prático) qto ao iOS ou Android, aí é outra coisa… Entende?

    Compreendo sua frustração com relação ao Symbian, porém, vale ressaltar a imparcialidade nos post's.

    Exemplo: estou sem celular denovo, fui furtado e lógico q estou procurando um celular mais sofisticado. Para isso acesso sim o teu blog, como o do Rodrigo, GizModo entre outros. Mas ñ por isso, pelo meu acesso (e dos usuários), q o interesse pelo Android ou o "desinteresse" pelo Symbian está crescendo.

    Acredito na veracidade das informações, porém, a forma com q vc mensura pode estar equivocada. O Android vem crescendo sim, contra fatos ñ há argumentos, porém, ñ acredito no "desinsteresse" dos usuários Symbian, uma vez q os post's qdo ñ estão falando mal do sistema, estão no mínimo duvidosos a qualquer lançamento.

    Ultimamente só tem post sobre Android e iPhone 4. Tendência? Quero ver como serão os post's qdo lançarem um novo e bom Nokia.

    Acredito q os últimos post's foram um poucos "indusivos", pode ser apenas uma impressão…

    Ñ me entenda mal, por favor, talvez ñ consiga transcrever de forma com a qual eu queria q fosse entendido…

    Em breve, exponho outros pontos de vista.

    Abraços…

    • Bem vindo ao Tekimobile Jayro. Na realidade quando digo que o Symbian é um caminho sem volta me refiro a seu uso em Smartphones tops. Em vários, vários mesmos outros posts mais antigos sempre enfatizei isso, o Symbian vai continuar sim em Smarts menos potentes mais para a massa, exatamente como você disse, até o Symbian S60v3 vai continuar por um bom tempo como eu, aparelhos como o E72 por exemplo são excelentes (veja meu review dele).

      Mas em Smarts tops o Symbian dificilemente continuara, essa será a tarefa do Meego, quer dizer, tentará ser.

      Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Android, Xiaomi

5 motivos para comprar o Xiaomi Mi A1

O Xiaomi Mi A1 sem dúvidas que foi uma das maiores surpresas apresentadas no ano passado pelo mercado Chinês. Não…

O Xiaomi Mi A1 sem dúvidas que foi uma das maiores surpresas apresentadas no ano passado pelo mercado Chinês. Não é atoa que ocupa o primeiro lugar na nossa lista de melhores chineses. Mas porque ele é tão bom assim, porque tanta gente está falando dele? Confiram 5 motivos que separamos para vocês.

1 – Xiaomi Mi A1 roda Android One, praticamente um Google Pixel baratinho

O sonho de muita gente é ter um smartphone da linha Pixel do Google. Assim irá receber atualizações primeiro que todo mundo do Android, sem aplicativos duvidosos ou modificações sem sentido por parte dos fabricantes. Porém, além de não vender no Brasil, os aparelhos do Google são muito caros. É ai que entra o Android One.

xiaomi mi a1 android one

Android One é um projeto do Google em parceria com fabricantes que leva o Android Puro, direto do Google, para aparelhos mais baratos. A Xiaomi entrou na parceria e lançou o Xiaomi Mi A1. Essa é a grande diferença.

Temos um aparelho com hardwar mediano, de 2016, mas com desempenho surpreendente. Afinal, custa apenas 700 Reais. Ele já está rodando o Android 8.0 Oreo, e receberá muitas atualizações pelo menos por uns 2 anos.

2 – Câmera acima da média da categoria

O Xiaomi Mi A1 tem uma câmera acima da média. Obviamente que não estou falando que concorre com algum topo de linha, mas certeza que é melhor que a maioria dos intermediários do mercado, nacional ou importado. A câmera principal dupla tem dois sensores de, sendo um de 26 mm com abertura f/2.2 e outro com lente teleobjetiva de 500 mm e abertura f/2.6.

Leiam também:  Sony 'Yuga' C660X seria o primeiro Android Quad-core da empresa

Xiaomi Mi A1 dual cameras

As aberturas não são tão boas, porém o trabalho de software é excelente. Ele trás um modo retrato nativo que consegue desfocar o fundo como poucos topos de linha conseguem. Fotos durante o dia são de excelente qualidade com um belo contraste e alcance dinâmico. Achou pouco?

Então escuta essa: após instalar a câmera do Google com HDR+, os resultados melhoram muito, ficando muito, mas muito acima da média. Inclusive o modo retrato, tão eloagiado do Google Pixel, consegue no Mi A1 praticamente o mesmo resultado. Veja como instalar aqui.

3 – Acabamento e construção

Ele possui uma construção de topo de linha. Lembra inclusive aparelhos mais caros com o OnePlus 5. Tem um corpo inteiro de metal escovado super resistente. A tela possui ainda cantos 2,5D que melhora a resistência.

5 – Preço

O principal é o preço. Custando atualmente cerca de R$ 700 (somente usando o nosso link e cupom) ele é uma excelente opção de compra. Ao comprar o Xiaomi Mi A1 você terá um aparelho com bom hardware e desempenho. Confiram os links abaixo:

Comprar o Xiaomi Mi A1

Xiaomi Mi A1 Vermelho por R$ 719 (CUPOM: hsa1gb )

Xiaomi Mi A1 Preto por R$ 739

Xiaomi Mi A1 Dourado por R$ 739 

 

materia completa
Android, Samsung

Galaxy A8 deve custar R$ 2.400, o modelo mais barato

A Samsung enviou um convite a imprensa – embora tenha deixado o tekimobile de fora – essa semana sobre o…

A Samsung enviou um convite a imprensa – embora tenha deixado o tekimobile de fora – essa semana sobre o lançamento de um novo modelo da linha Galaxy, possivelmente será a chegada do Galaxy A8, novo intermediário premium da empresa. Mas o preço poderá assustar.

O evento acontecerá dia 6 de Fevereiro, mas ainda não se sabe exatamente quando ele começará a ser vendido, mas já podemos falar em preços. No Brasil, o Galaxy A8 vai custar R$ 2.399, enquanto sua versão maior, a A8+, sairá por R$ 2.699. Ambos aparecem em versões com 4 GB de memória RAM e 64 GB para armazenamento, além de suporte a dois chips ou uso do slot adicional para a instalação de cartões SD. São três opções de cores: preta, dourada e ametista.

Isso mesmo, ele vai chegar custando quase o preço do Galaxy S8, claramente a melhor opção. Quanto as diferenças do modelo comum do Plus está em dois aspectos. Enquanto o A8 chega ao Brasil com tela de 5,6 polegadas e bateria de 3.000 mAh, o A8+, como o nome já indica, é um pouco mais robusto, trazendo um display de 6 polegadas e célula de 3.500 mAh, garantindo um pouco mais de autonomia aos usuários.

Samsung Galaxy A8 e A8+ chegam ao Brasil em três opções de cores

No restante, a parte visual permanece com as mesmas características dos lançamentos internacionais. Apesar de serem classificados pela Samsung como parte de seu segmento intermediário, as configurações do A8 e A8+ herdam características de seus companheiros do topo de linha, como a tela com proporção 18,5:9 e resolução de 2960 x 1440 pixels. Ficou de fora, entretanto, a curvatura, que faz com que as imagens apareçam até as laterais do dispositivo.

Na parte de dentro está um processador Exynos octacore, com dois núcleos rodando a 2,2 GHz e os outros seis a 1,6 GHz. Outros recursos de celulares mais potentes também aparecem aqui, como a dupla de câmeras na parte da frente, com 16 MP e 8 MP, respectivamente, além de um sensor traseiro de 16 megapixels. Todas as câmeras contam com sistema de otimização para imagens noturnas, além de tecnologia de correção automática de pixels, que garante a melhor qualidade possível para as fotos e vídeos produzidos com o aparelho.

Leiam também:  LG Optimus 2X: smartphone dual-core com Android

Além disso, como não poderia deixar de ser, teremos o suporte aos óculos de realidade virtual GearVR e também a possibilidade de recarga rápida da bateria, com o carregador apropriado. As vendas, como sempre, devem começar por meio da loja oficial da Samsung e varejistas parceiros.

A fabricante, entretanto, ainda não confirmou a chegada oficial dos modelos por aqui. Mas se você se interessou pelos Galaxy A8 e A8+, já pode ir separando suas economias, pois o lançamento está mais próximo do que nunca.

Via Canaltech

materia completa
Android, Motorola

Moto G6, X5 e Z3 Play: Confiram as fotos dos supostos aparelhos

Ontem vazaram vários renders da nova geração de smartphones da Motorola apareceram. São fotos do Moto G6, X5 e Z3 Play. Todos…

Ontem vazaram vários renders da nova geração de smartphones da Motorola apareceram. São fotos do Moto G6, X5 e Z3 Play. Todos com grandes e importantes mudanças. Também foram mostrados alguns novos Moto Mods. Vejam abaixo os detalhes.

Moto G6, Moto G6 e Mot G6 Play

Seguindo a tradição, será dois Moto G6 já conhecidos; Moto G6 e Moto G6 Plus. Porém a diferença é que nos renders aparecem um novo modelo chamado Moto G6 Play.

As diferenças entre o Moto G6 e o Moto G6 Plus se destacam pelo processador. Mas há mais mudanças entre eles. Seguindo o novo padrão de design trazido pelo Moto X4, os novos Moto G6 terão traseiras de vidro com o mesmo efeito 3D. Além da câmera salda com duas lentes.

O Moo G6 deve contar com um display de 5.7″ Full HD (com aspecto 18:9 e bordas reduzidas), sensor dual-cam na parte traseira (12 + 5MP), módulo de 16MP na frontal, e leitor de impressões digitais na parte frontal.

O processador provavelmente será um Snapdragon 430, e terá 3 ou 4GB de RAM com 32 ou 64GB de armazenamento interno. A bateria seria de 300 mAh segundo os rumores.

Já o Moto G6 Plus teríamos como principal diferença o processador. Nesse caso seria um Snapdragon 630. Além disso a tela seria maior com 5,93″, bem como a bateria, que seria de 3200 mAh.

Por último teríamos o novo Moto G6 Play. Esse teria as mudanças mais interessantes. Primeiro seria a mudança do leitor de impressões digitais, que ao invés de ser na frente como acontece tradicionalmente com a linha G, ele seria movido para a traseira. O que parece bem legal é que um pedido que os fãs da Motorola fazem há anos e usar um leitor de impressões digitais embutido no famoso circulo com o logo da empresa.

Leiam também:  LG Optimus 2X: smartphone dual-core com Android

A bateria também seria maior com 4000 mAh.

Moto X5

O mais aguardado seria mesmo o Moto X5, sucessor do não tão aclamado Moto X4. Por mais que o Moto X4 não tenha feito tanto sucesso, pelo menos no Brasil, ele trouxe vida nova a linha Motorola com diferenciais como corpo em vidro e proteção contra água e poeira.

O Moto X5 manteria o design de vidro curvo e também a proteção contra água. Mas o mais interessante seria mesmo o seu formato sem bordas. Seguindo a moda de outras marcas. Notem que ele praticamente não possui bordas laterais e na parte de cima e de baixo são menores, lembra bastante o design do Galaxy S8.

Mas o mais “interessante” seria que na parte de cima o Moto X5 tem o famigerado entalhe, ou dente, que o iPhone X trouxe. Nele estaria acomodando a câmera frontal e possível sensores faciais para desbloqueio da tela. Pelo menos a solução da Motorola é colocar uma faixa preta por trás das notificações, disfarçando a existência do dente.

Conforme o banner, há um tal de “Moto Smar Ai”. Esse novo sistema de inteligência artificial deve ser o responsável por administrar o reconhecimento facial. Notem que não um leitor de impressões digitais no aparelho, mostrando que a Motorola deve estar apostando suas fichas no reconhecimento facial.

 

Há ainda uma espécie de barra de rolagem ou botão virtual abaixo do doc de aplicativos. Ele também pode estar ligado a inteligência artificial presente no aparelho.

Moto Z3 Play

Por último temos o Moto Z3 Play, que chegaria como o intermediário premium da Motorola e compatível com os Moto Snaps. Assim como o Moto X5, ele adota o padrão sem bordas, e parece que também usará reconhecimento facial como modo de desbloqueio, afinal não sinais de um leitor de impressões digitais. Uma segunda opção seria um leitor por debaixo da tela, já que a Vivo já apresentou a tecnologia na CES.

O Z3 Pay provavelmente teria um processador Snapdragon 660. Sua tela seria de 6 polegadas com aspecto 18:9 e resolução full HD+. Vale notar que mesmo aumentando a tela, o fato de reduzir as bordas laterais e superiores, além do novo aspecto 18:9, daria perfeitamente para manter o tamanho do Z2 Play e, consequentemente, a compatibilidade com os Moto Snaps atuais.

Leiam também:  Android Lollipop aparece no Moto X e no G3

Como de praxe, deve ter também uma versão mais potente do Moto Z3 play, talvez um Moto Z3 Force. Esse teria a mesma tela, porém com maior resolução e processador Snapdragon 845.

Moto Mod 5G

O Moto Z3 chegaria ao mercado trazendo consigo outro importante lançamento para a linha de Moto Mods; trata-se de um módulo capaz de conectar-se à redes 5g.

Levando em consideração a quantidade de vazamentos, é quase certo afirmar que conheceremos esses dispositivos (e talvez muito mais) durante a MWC 2018.

Fonte: Slashleaks, com informações do Tudocelular

materia completa
Android, Samsung

Galaxy S9 e S9+ chegam dia 26 de Fevereiro. Fonte é segura.

A Samsung ja havia confirmado que provavelment o Galaxy S9 e S9+ seriam lançados na MWC 2018 que acontece em Barcelona em…

A Samsung ja havia confirmado que provavelment o Galaxy S9 e S9+ seriam lançados na MWC 2018 que acontece em Barcelona em Fevereiro. De acordo com Evan Blass, famoso por vazar informações no Twitter, de fato os novos tops de linha da Samsung chegam mês que vem.

Leiam também: Review do Galaxy S8

De acordo com o Twitter de Evan Blass, o Galaxy S9 e Galaxy S9+ serão apresentados dia 26 de Fevereiro. Depois, a partir do dia 16 de Março, começará a distribuição global dos aparelhos. As pré-orders começarão antes, no dia primeiro de Março. Vale lembrar que no ano passado, em 2017, o Galaxy S8 atrasou um mês em relação aos anos anteriores.

A Samsung irá usar seu recém lançado chipset Exynos 9810 no Galaxy S9. Além disso, a versão americana, como sempre acontece, deverá vir com o Snapdragon 845. Não haverá alteração na relação de aspecto 18.5:9 do Infinity Display. Outra coisa que, para a felicidade de muitos, é que o conector P2 para fones de ouvido 3,5 mm continua firme e forte. Além disso é certeza que a Samsung finalmente vai abrir mão de colocar o sensor ao lado da câmera, será abaixo como em outros fabricantes. Abaixo uma foto com a suposta caixa do aparelho que vazou.

galaxy s9 caixa

A respeito das câmeras, o Galaxy S9 terá apenas um sensor. Já o Galaxy S9 Plus virá com um sensor duplo. O sensor principal será um de 12 MP como os anteriores. A novidade fica por conta da abertura que será variável entre f/1.5 e f/2.4.

Leiam também:  Galaxy S7 - Primeiro vídeo Hands-on aparece na internet

galaxy s9 galaxy s9 plus

Isso é uma novidade já apresentada pela Samsung, assim diz o Ars Technica. A Samsung já fez um sensor semelhante em um aparelho chamado W2018. No que isso ajuda? Em condições de pouca iluminação, ele usa a abertura f/1,5 para capturar o máximo possível de luz; em cenas mais brilhantes, ele usa a abertura f/2,4 para uma profundidade de campo maior. Atualmente, com a abertura f/1,6 fixa, o Galaxy S8 costuma estourar na luz em ambientes muito iluminados, já que entra muita luz no sensor pois é bem aberto.

Como você pode ver no GIF abaixo, um conjunto de lâminas de abertura abre e fecha à medida que os níveis de luz mudam, semelhante a uma câmera DSLR:

Ao que parece, o Galaxy S9 Plus terá uma qualidade ainda melhor que o Galaxy Note 8, um dos melhores no mundo atualmente.

Com informações: Tecnoblog, Twitter

materia completa