Início » O que é o Airbnb? 12 perguntas respondidas do site de compartilhamento de acomodações

O que é o Airbnb? 12 perguntas respondidas do site de compartilhamento de acomodações

É o maior site de compartilhamento de acomodações do mundo, mas como o Airbnb funciona? Nós revelamos tudo o que você precisa saber.
Por | 2 de janeiro de 2020 às 17:21

Deixar que estranhos entrem em sua casa pode não parecer uma boa ideia para todos. Por outro lado, ir para casa de um estranho em outro país e se hospedar, também não parece nada seguro. Porém, para os muitos milhões de usuários do site de compartilhamento de acomodações Airbnb, a ideia não é apenas boa, é simplesmente brilhante.

Desde que a empresa foi lançado em 2008, ele passou a ajudar 21.000 pessoas por ano a encontrar um lugar para ficar e ajudar mais de seis milhões por ano a sair de férias e atualmente lista uma impressionante quantidade de 800.000 propriedades em 34.000 cidades em 90 países diferentes.

Mas nem tudo são flores, existem algumas possíveis armadilhas no Airbnb. Por exemplo, a roteirista Julia Priolli, de 39 anos, teve sua casa no bairro Alto de Pinheiros, em São Paulo, totalmente destruída depois de um fim de semana alugando o imóvel por intermédio do aplicativo.

Ao entrar na residência onde vive com os dois filhos e o namorado, Julia ficou em choque. Cadeiras fora do lugar, canos quebrados, paredes sujas, itens pessoais espalhados pelo ambiente e toalhas sujas de vômito e com vestígio de fezes. Por isso, vale a pena investigar e conhecer um pouco mais sobre ele.

Abaixo listamos algumas perguntas respondidas sobre o Airbnb que deve tirar boa parte de suas dúvidas

1. Como o Airbnb funciona?

O Airbnb é um site on-line que permite que as pessoas aluguem suas propriedades ou quartos extras para os hóspedes. O Airbnb recebe 3% de comissão de cada reserva dos anfitriões e entre 6% e 12% dos hóspedes.

Existem muitos critérios para listar/pesquisar uma propriedade: de um quarto compartilhado a uma casa inteira, se tem piscina, lavadora de roupas e etc. Há fotos da propriedade, dos anfitriões, hóspedes, mapa e outras informações.

2. Porque as pessoas gostam tanto do Airbnb?

Uma combinação de fatores, mas principalmente financeiros. Os hóspedes recebem acomodações de bom valor com uma enorme variedade de preços, e geralmente em locais privilegiados, onde um hotel normal custaria infinitamente mais.

Os anfitriões podem aproveitar o espaço livre, e ganhar uma graninha com isso. De fato, de acordo com a economista Dra. Margareth Theseira, se um anfitrião do Airbnb listar suas propriedades por sete dias por mês, em média, ganharia 5.600 libras por ano (R$ 22.796), um aumento na renda familiar equivalente a um aumento de 15% no salário médio em tempo integral na Inglaterra.

3. Quais são os outros benefícios?

Porém, há mais do que um ímpeto financeiro: muitos convidados gostam de viver em um local habitado e receber recomendações de restaurantes de pessoas que realmente conhecem a região, enquanto muitos anfitriões gostam de conhecer novas pessoas e fazer novas amizades.

4. É fácil reservar?

Sim, muito. Depois de criar um perfil verificado (que pode ser vinculado às mídias sociais), você pode enviar uma mensagem ao host e reservar instantaneamente ou enviar uma solicitação para reserva posterior. Os hosts devem mostrar calendários de disponibilidade – a maioria é mantida atualizada – e informarão sobre o que fornecerão como toalhas ou secador de cabelo.

No entanto, não é aconselhável que você esteja viajando – muitas pessoas não aceitam reservas por apenas uma noite.

5. Existem taxas ocultas?

Na verdade, não está “oculto”, mas muitos hosts adicionarão uma taxa pela limpeza além da taxa básica noturna. Isso é sempre esclarecido na reserva.

6. Como você entra em uma propriedade se não há recepção?

Após a reserva, você e o anfitrião geralmente combinarão onde e quando se encontrar, conveniente para a propriedade e sua hora de chegada. Isso pode ser na própria propriedade ou, se for difícil de encontrar, muitas pessoas concordam em se encontrar em um local mais central e partir daí.

Alguns Airbnbs são serviços profissionais, em vez de serem administrados por um host pessoal, portanto, você pode conhecer um de seus funcionários e não o proprietário diretamente.

7. Então o que eles farão?

Eles mostrarão você em torno da propriedade, fornecerão detalhes das comodidades locais e das viagens e discutirão onde deixar a chave quando sair.

8. Mas você pode confiar nas pessoas?

Sim. Em primeiro lugar, existe o sistema de revisão por pares, no qual hosts e convidados podem deixar críticas honestas um ao outro; os comentários só podem ser deixados após uma reserva.

Há também o sistema de identificação verificada que confirma a identidade das pessoas, combinando-as com as mídias sociais e outros documentos off-line, como a digitalização de identificação com foto (este sistema atualmente é obrigatório apenas para reservas de última hora).

9. Você pode confiar nas descrições de hospedagens?

Quem nunca se decepcionou com um Hotel reservado a distância? Não seria diferente no Airbnb. Sempre existe o perigo, como acontece com qualquer coisa on-line, de que as coisas não sejam exatamente como parecem quando você as vê em detalhes – mas é aí que as críticas aparecem; só reserve em algum lugar com boas críticas no site.

10. Como que paga?

Como hóspede, você paga integralmente ao reservar através de uma plataforma segura, e os anfitriões receberão esse dinheiro 24 horas após o check-in.

11. E quanto a reembolsos?

Existem cinco níveis de políticas de cancelamento, dependendo do host individual. De um modo geral, você não receberá um reembolso pelo cancelamento de uma viagem em pouco tempo, mas poderá se houver circunstâncias atenuantes ou se houver algo errado com a propriedade que não foi esclarecida na descrição.

12. E reembolso para o anfitrião?

O Airbnb tem uma linha direta de clientes 24 horas para convidados e anfitriões e, para o último, eles introduziram recentemente uma apólice de seguro por qualquer perda devido a roubo ou vandalismo – na Grã-Bretanha e em 28 outros países. O Airbnb recomenda que os hosts também tenham seguro residencial adicional apropriado.

ARTIGOS RELACIONADOS
LEIAM TAMBÉM
Galaxy Fold chega por incríveis R$ 13 Mil

Galaxy Fold chega por incríveis R$ 13 Mil

por Noticias
A Samsung anunciou hoje no Brasil o Galaxy Fold, seu primeiro smartphone dobrável, por R$ 13 Mil. Você não leu ...
Leia Mais
ebanx go

Abra conta digital Ebanx Go e ganhe 5% no AliExpress e Gearbest

por Noticias
O segmento de contas digitais vem crescendo no Brasil. A Ebanx, anunciou ontem (16) a estreia de sua conta digital ...
Leia Mais
MediaTek lança processadores Helio G70 e G70T gamers

MediaTek lança processadores Helio G70 e G70T gamers

por Noticias
A Mediatek anunciou ontem dois novos processadores intermediários focado em smartphones gamers: o Helio G70 e Helio G70T. Eles ficam ...
Leia Mais
mi store brasil

MI Store Brasil: o golpe se concretizou, loja some com dinheiro de clientes

por Noticias
Mais uma loja brasileira dedicada a Xiaomi está sendo acusada de golpe. Assim como a já fechada Xiaomi BRZ, agora ...
Leia Mais
galaxy-s20-plus

Galaxy S20+: confiram a primeira foto do modelo

por Noticias
E o primeiro Galaxy S20 tem imagens divulgadas. Um mês antes do lançamento oficial do sucessor do Galaxy S10, hoje ...
Leia Mais
Carregando...;