Real Time Analytics
Apple

Conheçam todas as novidades do novo iOS 7, parece simples, mas não é

Ontem foi o aguardado dia do lançamento do iOS 7, novo sistema da Apple para rodar no iPhone, iPad e iPod. Além disso a empresa também anunciou o novo Mac OS X. Segundo a empresa, o iOS 7 traz melhorias de usabilidade, muitas delas já eram encontradas em outros sistemas e os usuários sentiam falta no sistema da Apple.

O novo iOS 7 trouxe muitas novidades em relação a ele mesmo conforme veremos, mas elas em sua grande maioria são funções que os outros sistemas já possuem. Isso não é ruim e não se trata de cópia como muitos dizem, mas se trata de oferecer algo que os concorrentes já possuem além de funções próprias. Porém, mais uma vez a Apple decepcionou aqueles que possuem mente aberta e esperavam algo realmente novo, revolucionário, parece que essa qualidade foi para o túmulo junto com Jobs.

Vamos considerar uma a uma algumas das principais características:

Novo visual super inteligente e finalmente uma multitarefa real

O iOS trouxe uma “nova identidade” ao sistema com ícones redesenhados e cores mais suaves, ela também abusou da transparência. Há novos papeis de parede animados mas que são bem discretos e em certo ponto até se confundem um pouco com os ícones, eu particularmente não acho isso muito legal. Não sou fã boy de nenhuma empresa. Mas quem conhece a interface MIUI, uma ROM customizada para Android, percebeu que o iOS 7 parece que foi totalmente inspirada nela, são tão parecidas que até parece que a Apple emprestou a interface dos chineses criadores da MIUI.

icones

O iOS 7 trouxe muitos efeitos visuais vindo do Android, Windows Phone e até mesmo do Symbian Belle e MeeGo que parece que emprestaram os ícones para a Apple. Sim, embora tenha ficado bonitos (mas nem tudo) não tem como negar que os design da Apple se “inspiraram” bastante na concorrência.

Até a tela de desbloqueio mudou, agora ela é desbloqueada na vertical. Mas basta olhar um pouco para essa tela para notar a incrível semelhança com a tela de desbloqueio do Android JB, desde o relógio até o papel de parede com bolhas a Apple copiou.

Leiam também:  iPhone 4 com 2 chips? é possível?

Mas deixando de lado o visual, afinal gosto é gosto, a Apple fez um belo trabalho de tecnologia, pois não é uma simples interface e sim uma complexo sistema que se adapta ao ambiente externo.

ku-xlarge-1

Para começar a interface é responsiva. Por exemplo, o iOS 7 usa o acelerômetro para adaptar a tela por meio de paralaxe, atingindo “novos tipos de profundidade”. Usando também o sensor de luminosidade o iOS consegue ajustar os ícones e plano de fundo para melhorar a legibilidade, já que como os ícones são bem planos, dependendo da luz eles podem se confundir com o fundo, nesse momento o iOS ajusta automaticamente a profundidade deles! sensacional não acham? O mesmo acontece com a cor do texto e a linha do painel que muda de cor de acordo com a luminosidade externa.

multitarefa

O sistema de multitarefas também modificou, para melhor. Ele agora permite que os aplicativos permaneçam rodando e se atualizando com mais frequência e, segundo a Apple, isso não alterou em nada o consumo de bateria. Para isso, o iOS 7 mantém o controle quando você usa um aplicativo específico (todos os dias, apenas na parte da manhã e à noite) e permite que o aplicativo se atualizem durante esse período. Ele também usa “atualizações oportunas” ou forçadas de acordo com a ação. Por exemplo, quando o aparelho sai do stand by, ele automaticamente atualiza as aplicações em segundo plano. Outra sacada interessante da multitarefa é que quando o sinal 3G está bom ele atualiza vários apps ao mesmo tempo, em caso contrário ou ele não atualiza nada ou escolhe os aplicativos.

Só para constar, a tela de multitarefa também é muito parecida com a do Windows Phone.

Siri mais inteligente e melhorias nas notificações

O famoso assistente do iOS agora conta com uma voz feminina e outra masculina. A interface também ficou mais polida e inspirada no Google Now. Vários meios continuam a alimentar as respostas do Siri (Twitter, Wikipedia e Bing, e obviamente o Google). Ele também é capaz de controlar o seu aparelho como aumentando o brilho, ligando o bluetooth e outras tarefas. Gostou? saiba que ele só fala inglês, alemão e francês por enquanto.

Leiam também:  Teste de Benchmark mostra iPhone 5 melhor que Androids Quad-cores e pior que o SIII com JB

notificações-funçoes

Outra excelente mudança é a nova central de notificações. Ela foi totalmente remodelada e ganhou muitas novas funções (avisos de aniversários, tempo, eventos do calendário, ações e muito mais. Ela também aparece agora na tela de bloqueio do aparelho. Outro detalhe é que se você tem mais de um iDevice, não se preocupe, lendo ou eliminando uma notificação ela não aparecerá nos outros aparelhos.

Outra novidade é que ela ganhou atalhos para configurações, assim como no Android. Basta puxar para baixo as notificações que você irá encontrar controles para o brilho de tela, music player, AirPlay e outos atalhos.

Novo app para câmera e nova galeria, ficou bem Instagram

O aplicativo da câmera ganhou também um novo visual. Ela também trás novos modos como, por exemplo, tirar fotos 1 x 1. Além disso também ganhou vários filtros e também molduras além da opção de foto em panorama. Será que Apple quer tirar os usuários do Instagram?

camera

Atualização do Safari e da App Store

O navegador Safari para iOS ganhou uma atualização e agora possui uma nova interface 3D na hora de mudar até 8 abas abertas, se parece bastante com o Chrome para Android.

O novo Safari é integrado ao anunciado iCloud Keychain, isso significa uma sincronização de senhas e informações com seu Mac além dos dados do navegador de todos os iDevices, inclusive o histórico.

abas_safari

A App Store passará a sugerir novos aplicativos baseado em sua localização, assim como já acontece com o Windows Phone.

apps

Facetime só com voz, AirDrop e iTunes Radio e app de tempo

Correndo atrás da concorrência, a Apple também atualizou seus próprios aplicativos. Uma delas foi o Facetime que agora está com as funções que o Google Hangout colocou recentemente no Android. Assim como o concorrente, o Facetime agora não se limita apenas em chamadas de vídeo, ele também consegue realizar chamada apenas com voz, basicamente uma chamada Voip.

Para quem reclama que a Apple não utiliza o NFC, ela oferece o AirDrop que é uma alternativa de compartilhamento entre aparelhos Apple, apenas deixando os aparelhos próximos. Ele utiliza uma conexão WiFi para realizar o compartilhamento.

Leiam também:  Vitória da legalidade: Hackulous, repositório de apps hackeados fecha as portas!

itunes radio

Finalmente o Music Player foi modificado e agora oferece o aguardado serviço chamado iTunes Radio que suporta streaming de música gratuita apenas nos EUA. Ele também estará disponível em outros aparelhos como Macs, PCs e na Apple TV.

Para fechar, um novo serviço de tempo baseado no Yahoo! mostra uma tela com temperaturas de várias cidades com bonitas animações e detalhadas informações sobre o tempo do dia atual e um dia depois. Lembra bastante o Widget AccuWeather utilizado nos aparelhos da Samsung e o Themeforest utilizado nos modelos da LG.

Com quem o iOS 7 será compatível?

O iOS 7 chegará para a maioria dos aparelhos, porém obviamente nem todos as novas funções serão compatíveis com todos, como sempre a atualização será “capada” para alguns aparelhos. Veja a lista abaixo:

AirDrop (que exige uma conta no iCloud): iPhone 5, iPad 4, iPad mini, iPod touch (5º geração)

Siri: iPhone 4S, iPhone 5, iPad (Retina ou mais novo), iPad mini, iPod touch (5º geração)

Panorama: iPhone 4S, iPhone 5, iPod touch (5º geração)

Formatos de vídeo e quadrado, e arrastar para capturar: iPhone 4 e mais recentes, iPad 3 e mais recentes, iPad mini, iPod touch (5º geração)

Filtros na câmera: iPhone 5, iPod touch (5º geração)

Filtros nas fotos: iPhone 4 e seguintes, iPad 3 e seguintes

iTunes Radio: todos os dispositivos compatíveis com o iOS 7.]

Sinceramente a Apple me decepcionou. Mais uma vez não trouxe nada realmente significativamente novo. A maioria das funções já existiam em outros sistemas. A tela ficou com o visual feio em minha opinião, embora tenha ganhado funções e ficado mais inteligente para compensar o visual. A tela principal continua exatamente igual, sem Widgets ou algo mais dinâmico.

Parece que a Apple cada vez fica presa no passado. Quem gosta das mudanças são os xiitas amantes da empresa que não olham para nada além do que a empresa mostra. Só resta agora esperar para saber se o novo iPhone pelo menos trará um hardware ou novidades que ninguém tenha.

Comentários
  • Realmente…caso não surpreendam no hardware a decepção será grande para os "normais", para os Apple fans qualquer coisa será nmagica…feito por elfos…WTF

  • Bom esta matéria ficou horrível pois ela mais comparou o novo OS da apple com as concorrentes do que explicou como cada novidade funciona, acredito que tekimobile deveria ter pessoas neutras para criar estas informações pois é ridículo você ler uma matéria onde a proposta principal é divulgar o novo OS e não COMPARAR com os concorrentes.
    Andre Luiz na boa se você é puxa saco de android ou da google blza só não se intrometa a fazer matéria dos demais SOs e empresas concorrentes da Google pois sua matéria fica horrível.
    Seja profissional e não compare desta forma empresas por causa de opiniões pessoais.
    O próprio titulo ja diz veja todas as novidades do ios 7, meu caro vc disse nem 25% das novidades e gastou mais caracteres para comparar o iOS com seu Android. Se liga seja profissional não misture opiniões pessoais ao redigir uma informação ao publico, a não ser que você esteja ganhando uma grana para fazer propaganda e de forma desleal.:|:S

  • André, o desbloqueio da tela ainda é horizontal, a diferença, é que ela pode ser feita de qualquer parte da tela, a setinha na parte debaixo da tela de desbloqueio é o atalho para o Control Center.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apple, Noticias

Há 40% de chances da Apple comprar o Netflix e 30% a Disney

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald…

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald Trump foi aprovada. Quem afirmar são os analistas do Citi Jim Suva e Asiya Merchant.

O corte nos impostos, juntamente com o novo subsídio oferecido para que as empresas repatriem seu dinheiro aplicado fora dos EUA sem ter que pagar tributos altissímos, dará à Apple um montante de dinheiro nunca visto antes dentro dos EUA. Segundo a Bloomberg, a companhia tem cerca de 252 bilhões de dólares aplicados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país devido aos impostos aplicados. O montante, segundo os analistas, cresce 50 bilhões de dólares ao ano.

Para entender essa quantidade de dinheiro, basta saber que a Apple precisaria apenas de um terço desse dinheiro para comprar o Netflix.

“Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”. Ai que entra o Netflix ou mesmo a Disney.

A Apple tinha de 20 à 30% de chance de adquirir a Disney, porém isso foi antes da aquisição pela Disney dos ativos de estúdio e TV da Fox. Ou seja, isso provavelmente não ocorrerá.

A Apple tem lutado há anos para oferecer uma oferta atraente para a TV. O iTunes tem sido um grande sucesso para a empresa, mas os telespectadores migraram cada vez mais para serviços como Netflix, Amazon ou Hulu para assistir seus programas e filmes favoritos. Comprar o Netflix seria algo importante para consolidar a empresa nesse ramo.

Leiam também:  iPhone SE: saiba porque ele fará muito, muito sucesso

Via Business Insider

materia completa
Apple, Featured

Confirmado: Apple deixa iPhone antigos mais lentos de propósito

Se você tinha a impressão de que seu iPhone antigo começa a ficar mais devagar com o tempo, saiba que essa impressão…

Se você tinha a impressão de que seu iPhone antigo começa a ficar mais devagar com o tempo, saiba que essa impressão acabou de ser confirmada pela própria Apple.

Nesta quarta-feira, a Apple admitiu que uma atualização de software lançada no ano passou deixou o smartphone propositalmente mais lento para evitar problemas de bateria – com o desligamento repentino do iPhone.

O patch fe parte da atualização do iOS 10.2.1 e afetou os modelos iPhone 6, iPhone 6 PlusiPhone 6S Plus e iPhone SE. O iOS 11.2trouxe o mesmo recurso para o iPhone 7 e iPhone 7 Plus – que também será aplicado aos atuais iPhone no futuro.

Segundo a empresa, aparelhos antigos com baterias de íon de lítio tendem a ter problemas a longo prazo, quando as bateria já não seguram tanta carga quanto aparelhos novos.

Nosso objetivo é oferecer a melhor experiência para clientes, que inclui o desempenho geral e o prolongamento da vida de seus dispositivos. As baterias de íon de lítio tornam-se menos capazes de fornecer demandas de corrente quando em condições frias, com baixa carga da bateria ou à medida que envelhecem ao longo do tempo, o que pode resultar no desligamento inesperado do dispositivo para proteger seus componentes eletrônicos“, indicou a Apple em um comunicado (via CNet).

O comentário da Apple vem em resposta a um artigo de John Poole, fundador da organização por trás do software de benchmark Geekbench, que afirmou que processadores do iPhone perdem performance com o tempo.

Há ainda uma terceira hipótese que eu acredito que também tem sua parcela de culpa: a obsolescência programada. Sim, é muito mais lucrativo para uma empresa forçar o usuário a pensar que seu aparelho está mais lento porque é antigo e, consequentemente, comprar um modelo mais novo. Um exemplo de que isso acontece são os smartphones com Android.

Leiam também:  Vazam imagens da nova tela do iPhone de 4 polegadas

Embora as fabricantes garantam no máximo duas atualizações, com a alegação que versões mais novas do sistema deixariam os aparelhos mais lentos, desenvolvedores fazem ROMs alternativas sempre da versão mais nova do sistema para esses mesmos aparelhos. Isso prova que na realidade as empresas não atualizam por diversos motivos, mas com certeza não é porque o aparelho já esteja antigo.

materia completa
Apple

R$ 7 mil, esse será o iPhone X mais barato no Brasil.

Que os iPhones chegam absurdamente caros no Brasil não é segredo. Que o iPhone X está muito caro até nos…

Que os iPhones chegam absurdamente caros no Brasil não é segredo. Que o iPhone X está muito caro até nos EUA também não é segredo. Mas mesmo assim, cobrar R$ 7 Mil no iPhone X mais simples é fora da realidade do Brasil, mas sim, a Apple pode e está cobrando isso. Detalhes abaixo.

Leiam também –  O que o iPhone X faz que outros não fazem; confiram 5 novos recursos

Embora ainda não tendo se pronunciado oficialmente, a Apple através do aplicativo da Apple Store divulgou “sem querer” os preços do novo iPhone. O aplicativo já está apontando a pré-venda dos 2 modelos do iPhone X com seus respectivos preços.

preços iphone x brasil
Créditos da imagem: Tudocelular

De acordo com o que foi revelado, o iPhone X de 64 GB de armazenamento interno deve chegar no Brasil custando absurdos R$ 7 mil, enquanto que a variante mais potente, com 256 GB de armazenamento interno, poderá ser comprado por módicos R$ 7,8 mil. Se não bastasse esses preços, os acessórios para o novo iPhone também foram revelados, onde uma capa de couro custa R$ 749.

Lembrando que esses preços são da loja oficial da Apple, que tradicionalmente é mais cara que as lojas comuns. A vista ele sai por R$ 6,3Mil, levando em conta a diferença de preços dos outros modelos entre a loja oficial e outros revendedores, no fim das contas achamos que o iPhone X mais simples deve ficar na casa dos R$ 5,5 Mil.

Se interessou? Vai ter que esperar pois aparentemente o estoque de pré-venda da Apple Brasil já se esgotou.

Leiam também:  Vazam imagens da nova tela do iPhone de 4 polegadas
materia completa
Apple, Noticias

iPhone 8 Plus por R$ 6.500 é novo rumor da internet brasileira

A Apple faz mistério, como sempre, mas as operadoras telefônicas já foram avisadas: o iPhone 8 Plus chega ao Brasil entre a…

A Apple faz mistério, como sempre, mas as operadoras telefônicas já foram avisadas: o iPhone 8 Plus chega ao Brasil entre a última semana de novembro e a primeira de dezembro. O modelo mais barato, o de 64 GB, vai custar R$ 6,5 mil. Isso mesmo que você leu: R$ 6.500. Esse é o palpite de Lauro Jardim, no jornal “O Globo”.

Sabemos que a Apple não é bem conhecida pelos preços praticados no Brasil. Seus iPhones também batem recorde quando lançados aqui, recorde de celulares mais caros do Brasil. Dessa vez não foi diferente. Segundo o colunista Lauro Jardim publicou no jornal O Globo, o “iPhone 8 mais barato custará R$ 6,5 mil no Brasil”. Mas calma lá: R$ 6.500 em um iPhone? Será mesmo?

Isso não quer dizer que realmente será esse o preço. Os palpites do colunista quanto ao preço de produtos da Apple nem sempre são acertados. Segundo uma análise minunciosa do pessoal do Tecnoblog, ele na verdade custama errar, e sempre para mais. Em 2010, o colunista disse que a primeira geração do iPad iria custar “entre R$ 1.800 (Wi-Fi) e R$ 2.900 (Wi-Fi mais 3G)”. No fim das contas chegaram por R$ 1.649 e R$ 2.599, respectivamente.

Já em 2011, uma previsão sobre o iPhone 4S dizia que ele iria custar a partir de R$ 2.100 nas operadoras. Na verdade, o preço começava em R$ 1.899.

Em 2015, chutou nada menos do que R$ 4 Mil no iPhone 6s. Esse ele acertou.

Mas existem outros palpites por ai mais, digámos, realistas. O conhecido blog MacMagazine, especialista em Apple, costuma acertar mais. Eles já publicaram uma tabela a respeito dos preços estimados dos novos iPhones, conforme podem ver abaixo:

Leiam também:  Teste de Benchmark mostra iPhone 5 melhor que Androids Quad-cores e pior que o SIII com JB

Eu acredito que esses serão os preços. A partir de R$ 4.599 na versão mais básica do iPhone 8 (64 GB) até R$ 6.499 no iPhone X mais caro, o de 256 GB. Mesmo assim estão extremamente caros comparados com o preço praticado nos EUA, por exemplo.

materia completa