Cabos de má qualidade podem danificar seu celular durante a recarga

Não deveria ser novidade para ninguém que o simples carregar um celular pode se tornar um verdadeiro ato heroico. Tudo começou há muito tempo, quando as baterias dos celulares falsificados, popularmente conhecidos como “xing-ling”, apresentavam riscos de explosões e choques durante a recarga.

Mas a marca que realmente popularizou os riscos para as classes mais altas foi a Samsung, com seu Galaxy Note 7 que superaquecia e explodia. O caso foi tão sério que quem embarcasse com o aparelho em aviões nos Estados Unidos poderiam ter que pagar multas de até US$ 180 mil.

Com esses eventos em mente, pode se observar um aumento da consciência da população e dos fabricantes quanto aos riscos de baterias de baixa qualidade. Mas, um dos elementos que podem causar explosões e incêndios acabou passando em branco: os carregadores e os cabos.

De fato, não adianta de nada ter um ótimo celular com bateria de alta qualidade se seu carregador não consegue realizar as funções básicas de regular a tensão e entregar uma corrente estável e adequada para o dispositivo. Vamos ver alguns dos riscos decorrentes da utilização de carregadores e cabos de má procedência.

1-  O celular pode queimar

A tensão elétrica das nossas tomadas é tecnicamente conhecida como uma corrente alternada que varia continuamente, atingindo valores médios equivalentes a 110, 127 ou 220 volts, dependendo do local onde a pessoa mora. Os celulares, por outro lado, operam em corrente contínua com valores muito inferiores, entre 3,7 e 5 volts.

Ok, mas qual a importância deste conhecimento técnico? Simples: os carregadores são os componentes responsáveis por converter as altas tensões encontradas nas tomadas para tensões adequadas às baterias dos nossos smartphones. E existe um chip, conhecido como E75 e U2, que regula a quantidade de energia que o celular pode receber.

Os carregadores mais novos, até podem entregar maiores potências para as baterias de maneira segura. Mas, existe toda uma tecnologia por trás do sistema para garantir que não haja riscos de acidentes.

Algumas fabricantes de cabos de baixa qualidade chegam a falsificar o chip E75 para que o celular receba a corrente elétrica independente da situação. Uma prática extremamente perigosa que pode danificar o aparelho permanentemente.

2- Riscos de acidentes

Cabos elétricos de baixa qualidade são muito perigosos em qualquer equipamento, isso porque existe o risco de choque elétrico e incêndios. Esse fator não muda com os smartphones: se o isolamento for de baixa qualidade é possível que algumas semanas de uso venham a danificar o mesmo.

Além disso, isolamentos ruins associados à um baixo controle na quantidade de energia que flui pelos cabos pode ser o causador de incêndios por superaquecimento ou curto-circuitos. Esse é um dos maiores riscos para as pessoas que passam a noite com seus telefones carregando logo ao lado da cama.

3- Carregamento irregular

Cabos e carregadores de baixa qualidade também apresentam um carregamento irregular. Isso significa que o usuário pode perceber situações em que o celular carrega com apenas alguns minutos enquanto outras vezes, o celular passa toda a noite conectado e, ao removê-lo da tomada no dia seguinte, apenas metade da bateria está disponível.

 

E quais seriam os piores momentos para estar com a bateria fraca em razão do carregador ruim?

  • quando o crush está online querendo bater papo e até mesmo marcar um encontro
  • quando você está em uma fila ou no ônibus e quer aproveitar o tempo livre para jogar ou até mesmo apostar em cassinos online que aceitam jogadores do Brasil
  • quando recebe uma ligação super importante e começa a ouvir o alerta de que o aparelho será desligado a qualquer momento

Naturalmente, tais situações não são tão críticas quanto o risco de explosões, mas a verdade é que se você tem um celular, é porque deseja usá-lo. E para isso, você quer ter a bateria totalmente carregada.

Mas o que deve ser feito caso você perca seu carregador ou decida comprar um novo de reserva? O ideal é comprar um carregador homologado pela fabricante do seu celular, mas, caso isso não seja possível ou os valores sejam muito altos, existem carregadores e cabos alternativos no mercado por valores intermediários.

Os valores não serão tão baratos quanto os dos carregadores de baixa qualidade, mas a segurança será similar à do carregador original. Procure nas autorizadas e pergunte aos vendedores a procedência do carregador que você está comprando e, na dúvida, pense bem, você pode até economizar R$ 10 ou R$ 20 em um carregador, mas será que isso vale o risco de danificar seu celular de até R$ 8000? A decisão é sua.

CategoriasSem categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *