Brasileiros estão comprando mais celulares acima de 3 Mil

Brasileiros estão gastando mais, saindo da linha de entrada para comprar smartphones intermediários e mais poderosos.
Por
23 de abril de 2019 às 5h21 - Atualização: 23/04/2019

Enquanto muitos usuários reclamam dos preços altos dos smartphones no Brasil, outros estão comprando cada vez mais. Segundo novo relatório do IDC, as vendas de smartphones que custam acima de R$ 3 Mil aumentou 22% em 2018, se comparado com 2017. O faturamento chegou aos R$ 58,1 bilhões em 2018, 6% a mais que 2017.

Um dos motivadores para esse número, foi o aumento do preço dos smartphones, segundo a pesquisa, o aumento médio de cleulares chegou na casa dos 14%. O valor médio passou de R$ 1.150 para R$ 1.307. Enquanto isso, houve queda de 7% de smartphones vendidos no Brasil, caindo de 47,7 milhões para 44,4 milhões.

Os brasileiros comprarm 47 milhões de smartphones no ano passado, quase 4 milhões a menos que em 2017 que alcançou o patamar recorde de 50,8 milhões.

Vale notar que nesse bolo ainda estão os chamados feature phones, smartphones simples sem funções “smarts”. Desaparecendo cada vez mais das prateleiras, esse tipo especifíco de smartphones diminui 16,2%, ao todo os dumbphones representaram 2,5 milhões de vendas.

Abaixo a lista de como ficaram as vendas de cada categoria:

Mercado intermediário cresce cada vez mais

Segundo o Mobile Time, houve um “movimentos das fabricantes saírem do low-end e mid para atuar em outras faixas (mais caras). E os consumidores começaram a ver mais valor agregado nesses produtos”. Ou seja, os consumidores passaram a pagar mais e saíram da categoria de entrada.

Moto G7 Plus review camerasMoto G7 Plus é um intermediário que vem aumentando de preço

Um fenômeno que vem se repetindo no mundo todo, é o aumento nas vendas dos smartphones intermediários, os chamados tecnicamente de mid-high que custam entre R$ 1 Mil e R$ 2 Mil. O aumento dessa categoria representou 73% das vendas. Claro que estamos falando de valores, como os smartphones intermediários só aumentam é provável que isso tenha sido o responsável por esse “aumento” de gastos com eles.

Já a linha premium, que custa acima de R$ 3 Mil, aumentou 22,2% seguido dos high-ends que aumentaram 8,5% (custam entre R$ 2 Mil e R$ 3 Mil).

2019 smartphones ficarão ainda mais caros

Expectativa é de celulares mais caros em 2019

Se está ruim, pode piorar. A expectativa para 2019 é que os smartphones fiquem ainda mais caro. Isso já é sentido, por exemplo, na linha Moto G da Motorola.

Tida como a linha com bom custo x benefício no passado, viu os valores chegarem perto dos R$ 2 Mil com o Moto G7 Plus, que chegou custando R$ 200 mais caro que a versão anterior, sem mudanças signficativas em 1 ano.

Com o aumento do preço dos celulares, o IDC prevê que o faturamento em 2019 passe da casa dos R$ 62 bilhões, um aumento de 7% em relação ao ano passado.

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *