Oppo lança Find X com câmeras motorizadas escondidas sem notch

A Oppo anunciou em Paris seu novo smartphone: o Oppo Find X. A novidade é que as câmeras, frontais e traseiras, estão em um sistema motorizado em forma de slide. Além disso, ele traz hardware potente com processador Snapdragon 845 e até 256 GB de memória interna.

Alguns dias atrás, a Vivo – empresa do mesmo grupo que a Oppo – apresentou o Nex, um smartphone com uma pequena câmera que sai de dentro do corpo do aparelho. Agora a empresa irmã anuncia o Oppo Find X, que utiliza um sistema semelhante.

oppo find x camera frontal

A diferença é que no Oppo parte da traseira do smartphone sobe, como um slide, mostrando a câmera. E ela é potente: possui 25 Megapixels e reconhecimenteo facial 3D. Mas não só a frontal, as câmeras traseiras também ficam escondidas.

oppo find x camera traseira

O design do Find X é tão eficiente em termos de espaço que a Oppo alega ter uma relação entre tela e corpo de 92,25%, recorde de aproveitamente até então. A tela é enorme com 6,24 polegadas com bordas Edge estilo Galaxy S9. E faz isso sem utilizar o famigerado notch, ou “chifre” na tela. Isso por si só deve deixar as pessoas bem felizes.

Quando você ativa o Find X e abre o aplicativo da câmera, toda a parte superior do telefone é ligada e revela uma câmera frontal de 25 megapixels, um sistema de digitalização facial 3D e uma câmera traseira dupla de 16 megapixels e 20 megapixels. Feche o aplicativo da câmera e todos os motores de montagem de volta no chassi do telefone. Oppo diz que a câmera pode abrir em apenas 0,5 segundos.

O que pode desagradar alguns, é o fato do Find X não possuir nenhum tipo de sistema de autenticação por impressão digital, seja um pad de digitalização tradicional ou um sistema sob a tela como o Nex. Em vez disso, o telefone usa um scanner facial 3D, alojado naquela montagem de câmera pop-up, para autenticação biométrica. Ou seja, é igual ao iPhone X nesse aspecto também.

Ligue o telefone, deslize o dedo para cima na tela de bloqueio e a parte superior do telefone será ligada, autenticando seu rosto e desbloqueando o telefone.

Oppo Find X – Ficha técnica

As especificações do Oppo Find X é o que se espera de um smartphone topo de linha de 2018:

  • Processador Snapdragon 845;
  • 8 GB de memória RAM
  • 128 ou 256 GB de armazenamento interno;
  • Bateria de 3.730 mAh, com carregamento rápido VOOC (semelhante ao Dash Charge da OnePlus);
  • Tela de 6,24 polegadas OLED full HD;
  • Câmera frontal de 25 MP;
  • Câmera traseira de 16 + 20 MP;
  • Androd 8.1 Oreo

Para o software, o Find X está executando o Android 8.1 Oreo com as personalizações do Color OS da Oppo. Como todo bom smartphone chinês, o Color OS empresta muitas ideias do iOS e da tecnologia da Samsung no Android, o que contribui para uma combinação interessante.

Os telefones Oppo são limitados à China, Índia, Filipinas e alguns outros países asiáticos, mas isso irá mudar. A Oppo planeja anunciar o Find X em parceria com operadoras americanas e também venderá na Europa em breve.

Fonte: The Verge

Melhores aplicativos para acompanhar e curtir a Copa do Mundo 2018 – Android e iOS

Copa do mundo russia aplicativos

Hoje, 15/6, começou oficialmente a Copa do Mundo da Russia, com a vitória de 5 x 0 do anfitrião contra a Arábia Saudita. Mas que tal acompanhar tudo sobre a copa, além de verificar horários de jogos, escalações, tabela e muito mais no seu smartphone? Confiram nossa lista com dicas dos melhores aplicativos para acompanhar a copa do Mundo 2018.

Como sempre acontece, em época de Copa do Mundo são lançados diversos aplicativos para que os usuários fiquem por dentro do campeonato. Para não perder nenhum lance, o Canaltech separou alguns dos melhores para que você acompanhe notícias, calendário, resultados e muito mais diretamente do seu smartphone Android ou iOS.

Copa do Mundo 2018 – Calendário e resultados live

O aplicativo da GoalAlert disponibiliza aos usuários tabelas de jogos, lista de artilharia, escalações das seleções e notícias sobre a Copa. Além disso, a plataforma envia notificações em tempo real de gols durante as partidas.

Download: Android

Copa do Mundo Rússia 2018

Com mais de 1,5 milhão de downloads, o Copa do Mundo Rússia 2018 é um dos aplicativos sobre a Copa mais populares na App Store. A plataforma permite que os usuários acompanhem o calendário de todos os jogos adaptados ao horário local, dá acesso às últimas notícias do campeonato em seis idiomas e disponibiliza informações sobre as seleções que participam da competição.

aplicativos copa do mundo

Download: iOS

Copa do Mundo Rússia 2018

Apesar de não ser um aplicativo oficial, o Copa do Mundo Rússia 2018 conta com recursos completos para quem quer ficar por dentro de tudo o que acontece no Mundial. Entre as funcionalidades da plataforma estão calendário de partidas, tabelas de resultados, classificação de equipes, grupos, estádios, resultados em tempo real e notícias.

Download: Android

Tabela Copa 2018

Para quem gosta de acompanhar e preencher sua própria tabela, o app Tabela Copa 2018 pode ser uma boa pedida. O aplicativo retoma o clássico modelo de tabelinhas, permitindo que o usuário marque os resultados dos jogos mesmo sem conexão com a internet.

aplicativos copa do mundo

Download: Android

2018 FIFA World Cup Russia

O aplicativo oficial da FIFA já está disponível para iPad e iPhone. Nele, o usuário pode selecionar suas equipes favoritas da Copa para receber notificações em tempo real, ver notícias, acompanhar os melhores momentos da história da Copa do Mundo, acessar a programação dos jogos e explorar as cidades e estádios que receberão os jogos do Mundial.

aplicativos copa do mundo

Download: iOS

SporTV Copa 2018

O app do canal de televisão SporTV traz aos usuários notícias relacionadas ao campeonato, tabelas de jogos e classificação, cobertura em tempo real e notificações de jogos ao vivo. Além disso, a plataforma disponibiliza vídeos com gols, melhores momentos e entrevistas com as personalidades do futebol.

aplicativos copa do mundo

Download: Android | iOS

Quiz Copa do Mundo Rússia 2018

Enquanto aguarda o início da Copa do Mundo, que tal testar seus conhecimentos com um quiz? O Quiz Copa do Mundo Rússia 2018 desafia o usuário a acertar os escudos dos países participantes da competição em troca de moedas. Caso não saiba a resposta, o jogador pode trocar suas moedas por dicas ou pedir ajuda para os amigos no WhatsApp e Messenger.

aplicativos copa do mundo

Download: Android

Tem outras dicas de aplicativos para acompanhar a Copa do Mundo? Deixe as suas sugestões nos comentários!

Motorola lança Moto Z3 Play a partir de R$ 2.299 no Brasil

A Motorola anunciou hoje no Brasil o lançamento do Moto Z3 Play, novo intermediário premium da Motorola. Custando a partir de R$ 2.299 ele vem com boas novidades.

A primeira grande mudança é sua tela. Agora com tela de 6 polegadas no formato 18:9. O legal é que ela cresceu mas o aparelho manteu o tamanho, mantendo assim compatibilidade com os Motos Snaps.

Ela é de Super AMOLED com resolução Full HD+, de 2220×1080 pixels, para se adequar à nova proporção. Seu design continua fino, com 6,75 mm de espessura, mas o leitor de impressões digitais saiu
da parte frontal.

O sensor agora está na lateral, lembrando bastante os antigos aparelhos da Sony.

Seu processador é o Snapdragon 636, 30% mais rápido que o anterior 630. Infelizmente nesse preço mereceria pelo menos Snapdragon 660. Ele vem com 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno. Além disso há uma versão com 6 GB e 128 GB de armazenamento interno. A bateria continuou com 3.000 mAh, ainda menos que os 3510 mAh da primeira, e elogiada, versão. Ele roda Android 8.0 Oreo.

Na traseira, ele tem uma câmera de 12 megapixels com abertura f/1,7 e outra de 5 MP para desfocar o fundo. O Z3 Play continua com resistência a respingos, mas perdeu o conector de 3,5 mm, que ainda sobrevivia no Moto Z2 Play. Agora, será necessário usar um adaptador USB-C ou um fone de ouvido Bluetooth.

O Moto Z3 Play já está disponível por R$ 2.299 na cor índigo. Ele também pode ser comprado com uma Moto Style Shell (R$ 2.399), o módulo de TV digital e bateria adicional por R$ 2.599, ou com o módulo de projetor, por R$ 2.999. A versão com 128 GB chegará no futuro.

Asus ROG Phone é mais um smartphone gamer que ninguém precisa

Uma moda que vem aos poucos chegando são os tais smartphones gamers.  Quem apresentou um hoje foi a ASUS, o ROG Phone é um top de linha com um processador Snapdragon 845 modificado e com visual cheio de firúlas. Vejam os detalhes.

É interessante que nenhuma empresa até agora mostrou exatamente o objetivo dos tais smartphones gamers: Razer; Xiaomi e agora ASUS apenas apresentam smartphones levemente turbinados que não fazem muito a mais do que outos topos de linhas fazem.

ASUS ROG Phone, o smartphone Gamer da ASUS

Afinal, não tem como colocar um processador mais potente e exclusivo para games e muito menos uma GPU dedicada GForce. Afinal CPU e GPU fazem parte do mesmo componente em smartphones.

A estratégia da ASUS foi aumentar o clock do Snapdragon 845 para ficar mais potente e assim  ser denominado mais poderoso, ou “gamer”. Como deixar ainda mais gamer o smartphone?  Colocar um design chamativo, uma série de acessórios e um nome de linha gamer de Notebook.

Tirando essas “novidades”, temos nele uma tela AMOLED de 6 polegadas com resolução Full-HD, proporção 18:9, e taxa de atualização de 90 Hz para maior fluidez. Há também suporte a HDR, e o chip de processamento de imagem aumenta o contraste local mesmo em vídeos e jogos sem alta gama dinâmica.

O display consegue detectar toques mesmo se você estiver usando luvas, e tem algo que a Asus chama de AirTriggers. Trata-se de “botões ultrassônicos” que podem ser ativados com apenas 20 gramas de força.

São dois botões na borda inferior (com o aparelho na horizontal), e um no canto superior direito. Você pode configurá-los para executar macros dentro dos jogos, ou abrir determinados apps.

O aparelho traz uma versão personalizada do Snapdragon 845 que roda a até 2,96 GHz, ou 200 MHz a mais que o modelo padrão. No “X Mode”, o processador roda a um clock mínimo alto para evitar engasgos, além de manter tarefas apenas nos quatro núcleos mais rápidos. Claro que não ficou claro o impacto disso na bateria.

Para evitar superaquecimento, o ROG Phone tem um difusor de cobre e uma câmara de vapor 3D que transferem calor da CPU para o corpo. Algo que o Shark da Xiaomi também tem, mais de uma forma diferente.

Ele também vem com um acessório chamado AeroActive Cooler, uma ventoinha que se encaixa na traseira “para acelerar a dissipação do calor”:

Este é apenas um dos acessórios do ROG Phone. Temos também um gamepad, chamado Gamevice, que coloca botões físicos em cada lado da tela. Você pode usá-lo jogando no smartphone, ou transmitindo a imagem para a TV com o WiGig Dock, que faz streaming sem fio usando Wi-Fi 802.11ad de 60 GHz.

Se quiser, você pode encaixar o aparelho no TwinView Dock, que possui outra tela de 6 polegadas e uma bateria de 6.000 mAh.

Ele vira um console portátil com recursos adicionais, como resfriamento na traseira e quatro alto-falantes frontais.

Por fim, o Mobile Desktop Dock permite conectar o smartphone a um monitor, teclado, mouse, alto-falantes 5.1 e conexão Gigabit Ethernet.

Quanto às outras especificações do ROG Phone, temos aqui 8 GB de RAM LPDDR4X, 128 GB/512 GB de armazenamento interno, e bateria de 4.000 mAh com suporte a Asus HyperCharge. São 8,6 mm de espessura e 200 g.

Ele possui duas portas USB Type-C. Uma delas fica na lateral esquerda, ao lado de uma porta proprietária para acessórios da Asus, e tem suporte a USB 3.1 e carregamento de 15 W. Enquanto isso, a porta na parte inferior tem suporte a USB 2.0 e carregamento de 20 W. Além disso, há uma entrada 3,5 mm para fones de ouvido.

A câmera frontal é de 8 megapixels. Na traseira, ficam a câmera dupla de 12MP + 8MP, o leitor de digitais, e o logotipo que — claro — brilha com luzes LED. Você pode escolher a cor e o efeito (estático ou pulsante).

Quanto tudo isso vai custar? A Asus não revela preço, mas diz que vai lançar o ROG Phone no terceiro trimestre. A empresa já avisa, no entanto, que “não há confirmação ou previsão para vendas no Brasil”.

Samsung anuncia linha de TVs QLED 2018 no Brasil

A Samsung apresentou ontem em evento em São Paulo, sua nova linha de televisores QLED para o mercado nacional. Com design e tecnologia premium, ela mira no mercado com alto poder aquisitivo.

TVs não precisam ficar “desligadas”

O diferencial das novas TVs QLED 2018 da Samsung é o modo que elas combinam com o ambiente. Com isso, ao invés da tela preta de uma TV desligada, a ideia é que apareçam imagens quando a mesma não está sendo usada de forma que se integre a decoração do ambiente. Ela pode virar um papel de parede ou mesmo um quadro,

O Modo Ambiente tem ainda três opções de uso: Deco, conteúdos decorativos que trazem harmonia e sofisticação; Foto, onde é possível reviver suas memórias preferidas; e Info, para acompanhar informações úteis diariamente, como o clima e o horário.

Outro ponto é a ausência de cabos. Claro que os cabos de conexões ainda estão lá, mas através da chamada “conexão invisível” presente em alguns modelos, a integração com o ambiente fica ainda melhor. Na realidade o “invisível” se trata de apenas um único cabo que conecta a TV a uma central chanada “One Connect”. Basta esconder esse cabo.

Q Picture – Nova tecnologia de imagem

O mais importante, a imagem, também evolui. A tecnologia de LED presente utiliza pontos quânticos – dai o Q na frente do LED. A tecnologia abrange somente os modelos que vão de 49 até 88 polegadas. A Samsung ainda oferece 10 anos de garantia contra o efeito burn-in.

O grande destaque da nova categoria fica por conta de um controle diferenciado de iluminação por zonas, ajustando precisamente o brilho cena a cena e gerando tons escuros, independente da iluminação da sala, o que proporciona um contraste mais aprimorado.

“A Samsung pensou na TV que você nunca imaginou. Tiramos tudo que poderia te distrair, como o excesso de cabos e a tela preta desligada em sua sala. Assim, você pode aproveitar ao máximo a QLED e sua mais pura e realista imagem”

— Erico Traldi, Diretor Associado de produto das áreas de TV e Áudio e Vídeo da Samsung Brasil.

Q Smart – Inteligência Artificial e IoT na TV

Na parte de tecnologia a grande novidade fica por conta da presença de inteligência artificial nas TVs. Com isso, ela se integra ao ambiente conectado, o que a enquadra no tão comentado atualmente loT, ou “Internet das Coisas”.

A Samsung traz para suas TVs a assistente virtual Bixby que equipa sua linha de smartphones premium. Porém ela sofre do mesmo problema: ela não é “fluente” no português. Somente alguns comandos básicos dá para executar através da Bixby: o volume, troca de canais, seleção de apps ou entradas da TV. Mas a integração com outros electrodomésticos da marca não é possível

Via Novapost

LG anuncia V35 ThinQ, melhor que o G7 e sem o notch

A linha V da LG é de fato a mais top da empresa, que infelizmente nunca foi vendida no Brasil. Hoje a empresa anunciou nos EUA seu novo modelo topo de linha o V35 ThinQ como sucessor do V30S ThinQ, lançado em fevereiro.

Leiam também –  LG anuncia LG G7 ThinQ com destaque para o som e tela

Como um bom topo de linha, ele vem com o chipset Snapdragon 845, 6 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno, o que deve ser suficiente para um excelente desempenho.

A linha V sempre foi conhecida por suas câmeras, e com ele não seria diferente. Ele possui dois sensores traseiros, ambos de 16 MP. O sensor principal possui abertura de f/1.6, enquanto que o secundário usa uma abertura de f/1.9. 

LG V35

As fotos devem estar no nível do LG G7, recém lançado com câmeras parecidas. O único porém fica por conta do LG V35 não gravar vídeos em 4K com 60 fps, algo que concorrentes como o iPhone X e o Galaxy S9 já fazem.

Um detalhe que vale a pena comentar é o fato dele vir com uma tela de 6 polegadas, mas diferente do LG G7, não ter o famigerado Notch.

Abaixo a ficha técnica do LG V35 ThinQ

  • Tela P-OLED de 6,0 polegadas com aspecto 18:9
  • Resolução Quad HD+ (2880 x 1440 pixels), 537 pixels por polegada
  • 6 GB de RAM
  • 64 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD de até 2 TB
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 845
  • Câmera principal dupla de 16 MP (f/1.6) + 16 MP (f/1.9)
  • Câmera frontal de 8 MP (f/1.9, grande-angular)
  • Leitor de impressões digitais embutido na parte posterior
  • Certificações IP68 e MIL-STD-810 contra água, poeira e afins
  • Bateria de 3.300 mAh, suporte a carregamento rápido e sem fio
  • Android 8. Oreo sob a interface da LG como sistema operacional

Como já dito, ele é exclusivo ao mercado norte americano por enquanto. Ele poderá ser comprado através da operadora AT&T e, como novidade, também através do Google Project Fi, operadora virtual do Google.

Ainda não há qualquer informação sobre o preço que será cobrado por ele e nem a data oficial de lançamento comercial. Também acredita-se que ele chegará em alguns outros países da Ásia e Europa, porém como os smartphones da linha V não são vendidos no Brasil, é bastante improvável que o V35 ThinQ chegue por aqui.

Nokia anuncia 3 novos smartphones: Nokia 2.1, Nokia 3.1 e 5.1

A Nokia anunciou hoje 3 novos smartphones, todos com nomes bem estranhos. São o Nokia 2.1, Nokia 3.1 e Nokia 5.1. O “.1” se refere ao fato de serem atualizações de modelos anteriores. Todos possuem especificações intermediárias e bom preço.

Nokia 5.1

Começando pelo modelo mais potente, o Nokia 5.1 é o sucessor do Nokia 5 lançado em 2017. Ele vem com uma tela de 5,5 polegadas com resolução full HD+ e proporção 18:9.

nokia 5.1

Seu chipset é um  Mediatek MT6755S octa-core de 2 GHz, e combinações 2 GB/16 GB e 3 GB/32 GB de RAM e armazenamento com suporte a microSD. A bateria é de 3.000 mAh.

Na traseira de alumínio, agora temos o leitor de digitais e uma câmera de 16 megapixels; enquanto a câmera frontal de 8 megapixels tem lente grande angular. Há uma entrada USB Type-C e conector de 3,5 mm para fone de ouvido.

O Nokia 5.1 participa do programa Android One, isto é, ele traz a experiência pura do Google e tem atualizações de sistema garantidas por dois anos. Ele será lançado com Android Oreo.

O aparelho estará disponível em julho nas cores preto, azul e cobre. Ele custará 189 euros (equivalente a R$ 800) pela versão de 2 GB/16 GB, e 219 euros (R$ 950) pela versão de 3 GB/32 GB.

Nokia 3.1

nokia 3.1

O Nokia 3.1 é um pouco menor e traz uma tela HD+ de 5,2 polegadas, também com proporção 18:9. Comparado à geração anterior, ele teve um upgrade em sua câmera que agora conta com 13 MP e frontal uma grande angular de 8 Megapixels.

O chipset também é um Mediatek, o modelo é o MT6750N octa-core de 1,5 GHz. A bateria é de 2.990 mAh. Assim como o Nokia 5.1 ele também faz parte do programa Android One que significam 2 anos de atualizações do Android.

O Nokia 3.1 estará disponível em junho custando 139 euros (R$ 600) pela versão com 2 GB/16 GB de RAM e armazenamento; e 169 euros (R$ 750) pelo modelo com 3 GB/32 GB. Ele tem suporte a microSD.

Nokia 2.1

O Nokia 2.1 tem como diferencial a plataforma. Ao invés de um chipset Mediatek, temos um processador de entrada da Qualcomm, o Snapdragon 425. Além disso conta com 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento expansível por microSD.

nokia 2.1

São especificações bem modestas, que vêm acompanhadas pelo Android Go. Trata-se de uma variante do Oreo que ocupa menos espaço (4 GB no total), já incluindo versões otimizadas dos apps do Google. Diferente do Android One, aqui não há garantia de atualização.

A câmera traseira tem 8 megapixels, enquanto a câmera frontal é de 5 MP. E a bateria é de 4.000 mAh, que deve durar bastante graças ao processador eficiente da Qualcomm.

O Nokia 2.1 estará disponível em julho por 99 euros (R$ 450), com foco em mercados emergentes.

Ford Mustang: como funciona a tecnologia avançada da suspensão adaptativa MagneRide

O novo Ford Mustang GT é elogiado em todo o mundo pela dirigibilidade, com o uso de tecnologias que permitem um controle apurado da potência bruta do seu motor V8 de 466 cv. Um desses avanços é a suspensão adaptativa MagneRide, com amortecedores magnéticos que ajustam o desempenho e o conforto de rodagem de cordo com as condições da pista e o modo de direção selecionado pelo motorista – veja o vídeo abaixo.

Os amortecedores MagneRide são equipados com um fluido viscoso eletromagnético e sensores que ajustam instantaneamente o comportamento da suspensão para oferecer a melhor resposta em cada situação. O resultado é maior conforto em retas e um desempenho mais firme em curvas, no esportivo que vai de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e chega a 250 km/h.

O sistema utiliza um óleo viscoso dotado de micropartículas, conhecido como fluido magnetoreológico (MRF). Essas particulas reagem quando um campo eletromagnético é aplicado e mudam a sua viscosidade, alterando o comportamento na absorção de impactos.

Outra vantagem dessa tecnologia é o controle preciso que ela oferece, com a variação de intensidade do campo eletromagnético.

5 smartphones chineses bons que custam menos de R$ 500

melhores smartphones chineses até 600

Importar smartphones está sendo a solução para muitos brasileiros que querem pagar pouco em um smartphone, mas querem algo com tecnologia avançada. Ou seja, um bom custo benefício.  Para vocês, preparamos uma lista com os melhores smartphones chineses até R$ 500.

Vale ressaltar que por conta da taxa de importação que fica em torno de R$ 200 – em estados onde não há taxa de ICMS – Pode acontecer de ocorrer taxação nos produtos.

Leiam tambémMelhores smartphones chineses a venda, independente de preço

Só lembrando que está lista é baseada nas experiências e opiniões de nossos leitores. Cada aparelho tem suas especificações, cabe você optar qual se adequa a seus gostos. Quem possui dúvidas de como importar, vale a pena ler nosso artigo que ensina e dá dicas de como importar um smartphone da China, com dicas de como comprar smartphones chineses em 2018.

Além disso, o usuário tem que por na conta o fato que todos os aparelhos comprados da China ou qualquer outro país, não possuem assistência técnica aqui no Brasil. Se você acha isso um item importante, é melhor procurar um aparelho nacional e para isso temos uma lista com os melhores smartphones nacionais intermerdiários.

1 – Xiaomi Redmi 5A

Preço: a partir de R$ 384

Se você quer uma marca chinesa mais tradicional, nada melhor que um Xiaomi. O aparelho da marca escolhido para nossa lista é o Xiaomi Redmi 5A. Se trata de um aparelho muito bonito e bem acabado.

O Redmi Note 5A Prime traz como principais especificações técnicas o processador Snapdragon 425, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento interno.

A câmera traseira é de 13 megapixels e a frontal de 5 megapixels, com bateria de 3000 mAh e o sistema operacional Android 7 Nougat sob a interface Xiaomi MIUI 9.

Ele realamente não é muito potente, mas custando R$ 384 não dá para exigir muito. Mas com uma construção de metal ele irá agradar a maioria dos usuários básicos.

 

2 – UMIDIGI S2 Lite 4G

Preço: a partir de R$ 475

umidigi s2 lite celular chinÊs

Esse com certeza é um dos mais bonitos da nossa lista. Totalmente inspirado no visual do Galaxy S8, o UMIDIG S2 Lite possui uma linda tela com aspecto 18:9 enorme de 6 polegadas.

Além disso possui um bom hardware, sendo que traz o processador mediatek 6750T, 4 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. Possui ainda uma câmera traseira dupla com um sensor de 16 MP e outro de 5 MP. Na frente possui uma câmera de 5 MP com fluxo.

Sem dúvidas é o melhor custo x beneficio possível, um bom hardware e câmera por apenas R$ 475.

 

3 – Elefone A4

Preço: a partir de R$373

elefone a4 celular chinÊs

O Elefone A4 tem no visual o grande chamariz. Sendo nitidamente um clone do iPhone X, ele trás o famigerado “notch”, mais conhecido como chifre na tela. Além disso, sua tela HD+ é de 5.85 polegadas com proporção de 19:9 com resolução de  720 x 1512 px

Além da tela com bom aproveitamento, ele é super bem construido sendo de vidro na traseira e possui o aro inteiro de metal. Uma coisa bem diferenciada, além de manter o mais fiel possível ao iPhone X, o Elefone A4 não tem leitor de impressões digitais atrás nem na frente. Ele fica na lateral, assim como os aparelhos da Sony.

O hardware é mais básico que o Umidigi S2 lite, ele possui um processador MediaTek, MT6739W quad core de 1.5 GHz, 3 GB de memória RAM e 16 GB de armazenamento interno, expansível via microSD em até 128 GB.

4 – HOMTOM S8

Preço: a partir de R$ 407

homtom s8 celular chinÊs

Aqui mais um clone do  Galaxy S8, esse leva S8 até no nome. Ele também tem um configuração de hardware bem parecida com o UMIDIGI S2 Lite, sendo o mesmo processador. A diferença fica por conta da tela que é menor, com 5,7 polegadas. A memória é de 4 GB e ele possui 64 GB de armazenamento interno.

A câmera traseira é dupla, com um sensor de 16 MP  e outro de 5 MP. A frontal possui 13 MP.

No geral é um smartphone muito bonito e bem construido, sendo o aro de metal e a traseira inteira de vidro.

 

5 – LeeCo S3 X522

R$401

LEeCo S3 celular chinÊs

Uma das melhores marcas de smartphones da China, que infelizmente está mal das pernas, teria que estar presente na nossa lista.  O LeeCo S3 X522 é o smartphone que tem uma das melhores configurações de hardware da nossa lista. Isso porque ele vem equipado com o poderoso processador Snapdragon 652, que equipa smartphones intermediários premium.

Além disso ele possui uma exclente tela de 5,5 polegadas com resolução full HD. Além disso possui 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. A câmera traseira possui 13 MP e é sucesso entre os usuários.

Se trata de um smartphone um pouco mais antigo, por isso não tem mimos como tela 18:9 ou câmera dupla. Porém, tem o melhor processador da lista e uma câmera muito competente. Excelente custo x beneficio.

Motorola anuncia Moto G6 Play, Moto G6 e Moto G6 Plus além da linha Moto E

A Motorola anunciou hoje, quinta-feira (19, a sexta geração do Moto G. O Moto G6 possui 3 versões que serão vendidas por aqui: Moto G6 Play, Moto G6 e Moto G6 Plus. Esse último bem próximo da linha Z

Os aparelhos chegam ao mercado com telas 18:9 e bordas reduzidas, bem como leitor de impressões digitais, proteção contra respingos de água e construção em vidro e metal. Eles ficam posicionados logo acima da quinta geração de baixo custo da marca, que terá duas variantes: Moto E5 e Moto E5 Plus.

Moto G6 Play

Moto G6 Play foca na autonomia, como é de costume na linha Play. A bateria de 4.000 mAh com tecnologia de carregamento rápido (TurboPower de 15 watts) dá conta de uma tela de 5,7 polegadas com resolução de 1440×720 pixels, processador octa-core Snapdragon 430 de 1,4 GHz, 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão por microSD.

Ele vem com leitor de impressões digitais na traseira, entrada para dois chips de operadoras e câmeras frontal de 8 megapixels (f/2,2) e traseira de 13 megapixels (f/2,0), ambas com flash LED. O Android é o 8.0 Oreo, e a Motorola adicionou o tradicional revestimento contra respingos de água.

O Moto G6 Play estreia hoje no Brasil com preço sugerido de R$ 1.099.

Moto G6

O modelo padrão do Moto G6 é uma atualização do Moto G5s, com tela maior e hardware atualizado. Desta vez, temos um painel de 5,7 polegadas que segue a tendência de mercado, com proporção 18:9 e resolução de 2160×1080 pixels, além de 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento, bateria de 3.000 mAh e processador octa-core Snapdragon 450 de 1,8 GHz.

A câmera dupla, antes restrita à variante mais cara, agora está no modelo intermediário do Moto G6, com sensor principal de 12 megapixels (f/1,8) e um secundário de 5 megapixels (f/2,2). Na frente, as selfies são tiradas com resolução de 8 megapixels (f/2,2), auxiliadas por um flash LED.

O design do Moto G6 tem uma carinha de Moto X4, com traseira de vidro curvado nas laterais e anel texturizado ao redor da câmera dupla. A Motorola continua estampando seu logotipo na frente do aparelho, porque sim, e há um pequeno espaço reservado abaixo da tela para o leitor de impressões digitais.

No Brasil, o Moto G6 será vendido a partir de hoje nas cores preto, azul, prata e ouro rosé, com preço sugerido de R$ 1.299.

Moto G6 Plus

Por fora, o Moto G6 Plus é um Moto G6 esticado: ele mantém as linhas de design do irmão mais acessível, mas traz uma tela maior (5,9 polegadas) de mesma resolução e um hardware mais potente, que esbarra nos intermediários premium.

A versão potente do Moto G6 tem processador octa-core Snapdragon 630 de 2,2 GHz, 4 GB de RAM e 64 GB de memória interna com possibilidade de expansão por microSD. A bateria aumenta só um pouco de capacidade: são 3.200 mAh.

Os números da câmera frontal permanecem os mesmos do Moto G6, enquanto a traseira chega com uma diferença: a lente principal tem abertura maior, de f/1,7.

Ele será vendido a partir de hoje no mercado brasileiro por R$ 1.599.

Já estamos com o Moto G6 Play e Moto G6 Plus em mãos, em breve postaremos nossas impressões.

Moto E5 e E5 Plus

O Moto E também ganhou novidades. A linha de baixo custo da Motorola permanece com o foco em bateria, como na geração anterior, mas ganhou características de aparelhos mais caros. O Moto E5 chega com 4.000 mAh, enquanto o Moto E5 Plus traz um componente de 5.000 mAh, sendo que ambos possuem telas grandalhonas em proporção 18:9.

No Moto E5, temos um processador quad-core Snapdragon 425 de 1,4 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de armazenamento. A câmera frontal é de 5 megapixels (f/2,2), enquanto a traseira é de 13 megapixels (f/2,0). Ele já vem com Android 8.0 Oreo, exibido em uma tela de 5,7 polegadas com resolução HD+ (1440×720 pixels).

Já o Moto E5 Plus tem uma tela de 6 polegadas com resolução HD+ (1440×720 pixels). O restante das especificações permanece o mesmo, com exceção da câmera traseira (que tem resolução de 12 megapixels e foco auxiliado por laser) e da bateria maior, que também possui tecnologia de carregamento rápido (15 watts).

O Moto E5 e E5 Plus serão lançados no Brasil, mas a Motorola ainda não revela preço nem disponibilidade