Ainda essa semana fizemos o review do LG L70, um intermediário da LG que veio para competir com a dobradinha Moto G e Moto E da Motorola. Mas parece que todo mundo tá de olho nos possíveis compradores do Moto G, afinal é o mais vendido da história da Moto. Quem veio para a briga foi a Sony. Em Fevereiro ela lançou durante a Mobile World Congress o Xperia M2, um competidor a altura do Moto G. Hoje (20), ele começou a ser vendido no Brasil com preço sugerido de 899 reais e traz alguns adicionais para justificar o preço um pouco maior.

Por dentro, assim como o Moto G, o Xperia M2 traz o SoC Snapdragon 400, que conta com processador quad-core de 1,2 GHz e GPU Adreno 305. Ele vem  com 1 GB de RAM e 8 GB de armazenamento interno. A bateria é de 2.300 mAh. Interessante é que ele veio para competir com o Moto G 4G, pois tem suporte ao 4G brasileiro, entrada para micro SD e tem NFC 9o Moto G não). O Xperia M2 vem de fábrica com o Android 4.3 Jelly Bean, mas uma atualização para o KitKat está a caminho, segundo a Sony é claro.

xperia m2

As principais diferenças, além do NFC, estão na tela e na câmera. A tela é uma TFT de 4,8 polegadas com resolução de 960×540 pixels, enquanto a câmera possui o sensor retroiluminado Exmor RS e consegue tirar fotos de 8 megapixels e filmar em 1080p. Há suporte a HDR, Timeshift burst (tira 61 fotos em 2 segundos), Social live (permite transmitir ao vivo usando a câmera do aparelho) e outros recursos de software.

O design é bem parecido com o de outros smartphones da Sony, com o botão liga/desliga de alumínio e a traseira lisa. No Brasil, o Xperia M2 está sendo vendido nas cores preta e branca. Ele chega hoje ao varejo e lojas de operadoras e já está disponível na loja online da Sony por R$ 899. Com o desconto para pagamento no boleto, o preço cai para R$ 791.

Como podem ver ele passa a ser uma excelente opção ao Moto G, perdendo somente na tela que tem resolução menor. Para falar a verdade, o Xperia M2 tem um hardware bem semelhante ao LG G2 Mini, porém com a adição do 4G, e custando bem mais barato.

Via Tecnoblog

Sem comentários

Deixe uma resposta