Agora é proibição Nacional! As crescentes queixas dos consumidores em relação aos serviços dessas empresas motivaram a medida tomada hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações.

A Anatel suspendeu nesta quarta-feira, 18, a venda de novos produtos (chips) da Oi, TIM e Claro segundo uma coletiva de imprensa convocada para às 17:30 onde a qualidade do serviço móvel no Brasil foi o tema.

Essas três operadoras lideram o ranking de queixas dos consumidores, de acordo com dados do Procon/SP. Apesar da medida da Anatel ser nacional, a aplicação de algumas determinações será feita regionalmente. A informação é que a forma de penalização irá variar de empresa para empresa.

Como não poderia deixar de ser as ações das empresas na bolsa operavam em baixa.

A assessoria da Oi falou que só vai se pronunciar após o detalhamento das medidas. A Claro vai apurar a informação e ninguém na TIM foi encontrado para comentar o assunto.

Enquanto isso o Procon/RS notificou as quatro operadoras, ou seja incluiu a Vivo, para que apresentem informações a respeito das dificuldades de instalação de antenas nas cidades do Interior do Estado e sobre os pontos sem cobertura. O prazo para as empresas se manifestarem e de 72 horas úteis.

O diretor do Procon/RS informou que se as empresas não prestarem esclarecimentos dentro do prazo definido, poderão estar sujeitas à multa, possivelmente diária, cujo valor ainda será definido.

Vamos deixar uma coisa clara: a reclamação é sobre qualidade de sinal! Nem é sobre dados, seja EDGE ou 3G. Você ia comprar um novo chip hoje ou fazer uma portabilidade? O que você esta achando disso? Essa proibição vai atrapalhar a sua vida? Comente e deixe a sua opinião.

Fonte: Zero Hora

4 Comentários

  1. Me parece ser mais uma atitude política do que técnica….provavelmente os preços dos serviços irão sofrer reajustes e do resto continuará tudo na mesma..

  2. Só queria saber por que somente a Vivo ficou de fora, pois é patente que, ao menos no RS, tem problema com ela. Aliás, o que motivou essa medida toda.

    Morei pouco mais de cinco anos no Japão. E nesse período todo, nunca tive problemas com sinal. Já aconteceu umas tres vezes de dar "black-out" regional em algumas operadoras. Mas se, e quando acontecia isso, algum responsável pela operadora vinha a público com pedido de desculpas e prometendo melhorias na qualidade do serviço, mesmo quando a culpa não era totalmente delas.

    Enfim, essa é a diferença entre mentalidades distintas: respeito/não respeito aos usuários/clientes…

    Fábio

Deixe uma resposta