Real Time Analytics
Noticias, TIM

Suspensão da venda de chips pela Anatel

Agora é proibição Nacional! As crescentes queixas dos consumidores em relação aos serviços dessas empresas motivaram a medida tomada hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações.

A Anatel suspendeu nesta quarta-feira, 18, a venda de novos produtos (chips) da Oi, TIM e Claro segundo uma coletiva de imprensa convocada para às 17:30 onde a qualidade do serviço móvel no Brasil foi o tema.

Essas três operadoras lideram o ranking de queixas dos consumidores, de acordo com dados do Procon/SP. Apesar da medida da Anatel ser nacional, a aplicação de algumas determinações será feita regionalmente. A informação é que a forma de penalização irá variar de empresa para empresa.

Como não poderia deixar de ser as ações das empresas na bolsa operavam em baixa.

A assessoria da Oi falou que só vai se pronunciar após o detalhamento das medidas. A Claro vai apurar a informação e ninguém na TIM foi encontrado para comentar o assunto.

Enquanto isso o Procon/RS notificou as quatro operadoras, ou seja incluiu a Vivo, para que apresentem informações a respeito das dificuldades de instalação de antenas nas cidades do Interior do Estado e sobre os pontos sem cobertura. O prazo para as empresas se manifestarem e de 72 horas úteis.

O diretor do Procon/RS informou que se as empresas não prestarem esclarecimentos dentro do prazo definido, poderão estar sujeitas à multa, possivelmente diária, cujo valor ainda será definido.

Vamos deixar uma coisa clara: a reclamação é sobre qualidade de sinal! Nem é sobre dados, seja EDGE ou 3G. Você ia comprar um novo chip hoje ou fazer uma portabilidade? O que você esta achando disso? Essa proibição vai atrapalhar a sua vida? Comente e deixe a sua opinião.

Leiam também:  Sonho realizado: The king of Fighters é lançado para Android

Fonte: Zero Hora

Comentários
  • Me parece ser mais uma atitude política do que técnica….provavelmente os preços dos serviços irão sofrer reajustes e do resto continuará tudo na mesma..

  • Só queria saber por que somente a Vivo ficou de fora, pois é patente que, ao menos no RS, tem problema com ela. Aliás, o que motivou essa medida toda.

    Morei pouco mais de cinco anos no Japão. E nesse período todo, nunca tive problemas com sinal. Já aconteceu umas tres vezes de dar "black-out" regional em algumas operadoras. Mas se, e quando acontecia isso, algum responsável pela operadora vinha a público com pedido de desculpas e prometendo melhorias na qualidade do serviço, mesmo quando a culpa não era totalmente delas.

    Enfim, essa é a diferença entre mentalidades distintas: respeito/não respeito aos usuários/clientes…

    Fábio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Planos, TIM

TIM lança pré-pago com ligações ilimitadas para todo o Brasil

No encalço da Claro, a TIM anunciou hoje que também está oferecendo um plano com ligações ilimitadas para todo o…

No encalço da Claro, a TIM anunciou hoje que também está oferecendo um plano com ligações ilimitadas para todo o Brasil no Pré-pago. A operadora lança três novas ofertas com esse perfil para precisa falar muito. Outra novidade é a possibilidade de pagamento mensal ao invés de semanal.

As novas ofertas estão atreladas à família TIM Pré, em três opções para os clientes. As duas primeiras contemplam ligações ilimitadas de TIM para TIM. Sendo a mais barata por R$ 9,99 por 30 dias. A segunda opção também oferece ligações intrarrede ilimitadas e inclui uso à vontade do WhatsApp – com exceção de chamadas de voz e vídeo pelo aplicativo – por R$ 19,99 por 30 dias.

A terceira e mais completa opção inclui chamadas ilimitadas para números de qualquer operadora e WhatsApp à vontade por R$ 29,99 por 30 dias. O benefício de ligações ilimitadas em todos os planos inclui chamadas locais e DDD (usando o código 41), para números fixo e móveis. As ofertas se renovam automaticamente a cada 30 dias, desde que o usuário tenha saldo suficiente.

Quem aderir aos pacotes e quiser navegar na internet pode contratar um dos pacotes avulsos de dados. A TIM oferece, por exemplo, 100MB diários por R$ 1,49 e o cliente paga somente o dia que usar. Há ainda opções de pacotes diários de 250MB, 500MB e 1GB, ideais para clientes que usam a internet eventualmente e não querem se comprometer com um plano mensal de dados.

Leiam também:  Conheçam as novidades do Android 4.1 Jelly Bean

A oferta é válida em todo o país. Novos clientes podem adquirir um chip ou solicitar a portabilidade em qualquer ponto de venda e ativar o plano pelo app MEU TIM, pelo site www.tim.com.br, enviando SMS com a palavra TIMPRE para 4140 ou ligando para *222.

materia completa
Apple, Noticias

Há 40% de chances da Apple comprar o Netflix e 30% a Disney

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald…

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald Trump foi aprovada. Quem afirmar são os analistas do Citi Jim Suva e Asiya Merchant.

O corte nos impostos, juntamente com o novo subsídio oferecido para que as empresas repatriem seu dinheiro aplicado fora dos EUA sem ter que pagar tributos altissímos, dará à Apple um montante de dinheiro nunca visto antes dentro dos EUA. Segundo a Bloomberg, a companhia tem cerca de 252 bilhões de dólares aplicados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país devido aos impostos aplicados. O montante, segundo os analistas, cresce 50 bilhões de dólares ao ano.

Para entender essa quantidade de dinheiro, basta saber que a Apple precisaria apenas de um terço desse dinheiro para comprar o Netflix.

“Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”. Ai que entra o Netflix ou mesmo a Disney.

A Apple tinha de 20 à 30% de chance de adquirir a Disney, porém isso foi antes da aquisição pela Disney dos ativos de estúdio e TV da Fox. Ou seja, isso provavelmente não ocorrerá.

A Apple tem lutado há anos para oferecer uma oferta atraente para a TV. O iTunes tem sido um grande sucesso para a empresa, mas os telespectadores migraram cada vez mais para serviços como Netflix, Amazon ou Hulu para assistir seus programas e filmes favoritos. Comprar o Netflix seria algo importante para consolidar a empresa nesse ramo.

Leiam também:  LG optimus 3D Max

Via Business Insider

materia completa
Noticias

Chinesa VIVO irá lançar primeiro leitor de digitais na tela amanhã

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao…

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao que parece, isso vai acontecer amanhã na CES 2018. A empresa enviou um convite para a imprenssa mostrando claramente do que se trata.

A Vivo publicou uma imagem teaser com o slogan “Desbloquear o futuro” e prometeu desvendar o primeiro smartphone com um leitor de impressão digital na tela em 10 de janeiro. Interessante é que será mostrado, provavelmente, um smartphone pronto e não um protótipo.

Embora possa ser o primeiro, ele talvez não seja o único a ser lançado na CES. A empresa Synaptics também prometeu um telefone com leitor de impressões digitais na tela durante o evento. Só não se sabe se trata de um aparelho comercial, ou apenas um conceito.

Leiam também:  Xiaomi Redmi Note é homologado no Brasil
materia completa
Noticias

Drone de brinquedo de US $ 99 possui tecnologia da Intel e DJI

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar…

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar um modelo de apenas US$ 99. O Tello tem foco no aprendizagem de programação e ainda conta com tecnologia Intel embarcada.

O Tello, feito pela startup chinesa Ryze Tech é um drone acessível com tecnologia da Intel e DJI que tem como foco ensinar programação para crianças e adultos. Custando US $ 99, o Tello é uma pequena máquina com uma câmera que pode capturar vídeo de 360 ​​graus e transmitir imagens ao vivo para um tablet ou um óculos VR, que não foi informado ainda qual.

Destina-se a um público jovem, e a Ryze promete recursos que o tornarão seguro e fácil de usar, incluindo decolagem e pouso automáticos. Ele diz que esses recursos são possíveis por causa de um chip de processamento grafico da Intel e estabilização de vôo da DJI, detentora de 70% do marketshare de drones no mundo.

O Tello é bem compacto, mede apenas pesa apenas 98×92,5×41 mm e pesa cerca de 80 gramas. Ele pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h e uma distância de 100 metros, transmitindo imagens ao vivo em HD (720p). A câmera integrada tira fotos de 5 megapixels.

Há alguns recursos bacanas: você pode simplesmente jogar o Tello no ar para que ele comece a voar; deslizar o dedo na tela do aplicativo para fazer manobras aéreas; e gravar vídeos com trajetórias pré-definidas. Todo o controle é feito por meio de Bluetooth, seja por meio de um aplicativo no smartphone ou um controle dedicado.

O Tello pode ser usado por crianças, pois ele possui detector de colisão, proteção nas hélices e sistema contra falhas, permitindo pousar com segurança mesmo se a conexão for perdida. E, por meio do kit de desenvolvimento, é possível programá-lo com a linguagem Scratch.

Leiam também:  Jogo Brasileiro Aritana será lançado com exclusividade para Xbox One!

Via The Verge

materia completa