Desde o ano passado a Sony aposentou a linha Xperia Z e colocou no lugar a linha Xperia X. Assim ela lançou o Xperia XA, Xperia X e Xperia X Perfomance. Esse último, o top de linha, não será lançado no Brasil. No lugar dele, com preço de top de linha, a empresa lançou o Xperia X que é um excelente smartphone intermediário mas que tem um grande pecado: seu preço. Saiba mais a respeito no nosso review logo abaixo.

Review Xperia X – Construção e design

Embora a Sony tenha mantido o seu visual chamado “Omni Balance”, a linha X sofreu algumas mudanças. A primeira e mais notável e a troca do tradicional vidro na traseira pelo uso do metal. Todo o corpo do Xperia X é de metal.

Review Xperia X traseira
Traseira agora é de metal

Outra troca e a retirada das quinas que na linha Xperia Z, normalmente eram de plástico super resistente que, na teoria, absorviam mais impactos. Agora todo o aro é de metal.

Review Xperia X lateral

Tanto a saída do vidro na traseira como as quinas representam, ao meu ver, uma grande evolução. Digo por experiência própria, já que consegui quebrar o vidro traseiro 4 vezes em aparelhos da Sony. Uma delas, por exemplo, foi uma queda de apenas 10 cm. Eles eram muito frágeis. Com a saída do metal, isso acabou.

Sony-Xperia-X-vs-Sony-Xperia-Z5-004
Xperia X vs Xperia Z5 – Sai vidro e entra metal. Crédito da imagem: Phonearena

A última mudança mais aparente é, finalmente, o uso de bordas 2,5 D nas laterais do vidro frontal. Isso também ajuda a não trincar a tela facilmente. Por mais resistentes que vidros sejam, quando atingidos em suas laterais eles trincam. Com as bordas 2,5 isso não acontece, já que não há laterais vivas para serem atingidas. Apple, Samsung, Lenovo e outras fabricantes já usam esse recurso faz tempo.

finger-970-80
Laterais da tela é em 2,5 D e não plana como a linha Z.

Em relação ao Xperia Z5 ou Z3+, já que são praticamente idênticos nesse aspecto, o Xperia X é menor porém mais pesado. Menor pois sua tela é de 5 polegadas, contra 5,2 dos outros modelos. Mais pesado pela troca do vidro pelo metal. Ele também é ligeiramente mais espesso.

No quesito construção e acabamento, o Xperia X leva vantagem em relação aos irmãos mais velhos, porém, há um ponto negativo que pode fazer toda a diferença: a certificação IP68. O Xperia X não é a priva d’água nem de poeira, sendo exclusividade do Xperia X Perfomance que não vem para o Brasil.

Review Xperia X – Hardware e perfomance

Enquanto a LG trouxe um LG G5 capado, a Sony fez algo diferente mas que no fim dá na mesma coisa. Como ela lançou 2 modelos no exterior, o Xperia X e o X Perfomance, ela resolveu trazer o Xperia X ao Brasil custando o preço de um top de linha. Porém, no papel, ele é um intermediário premium. Abaixo um resumo de suas especificações:

  • Processador: Snapdragon 650 com 6 núcleos de 1,8 GHz
  • Memória RAM: 3 GB
  • Memória interna: 64 GB
  • Tela: 5 polegadas com resolução full HD. Tecnologia IPS
  • Dimensões: 143 x 69 x 7,7 mm
  • Peso: 152 g
  • Bateria: 2620 mAh
  • Câmera traseira: 23 Megapixels
  • Câmera frontal: 13 Megapixels

Como vocês podem notar, ele possui um hardware parecido com a maioria dos tops de linha com excessão do processador. O processador usado é um Snapdragon 650, que possui um desempenho ligeiramente melhor que o Snapdragon 808, e dado ao problema de aquecimento do Snapdragon 810, ele é melhor que esse. Ou seja, ele possui um hardware de top de linha do ano passado. Não confundam o Snapdragon 650 com o 615 do Moto G4 que é uma categoria abaixo com perfomance bem menor.

Screenshot_20160817-081806Em relação ao Xperia X Perfomance, ele perde o processador Snapdragon 820 e a proteção contra água. O problema é que no Brasil o Xperia X custa o mesmo preço que o Galaxy S7 por exemplo, que tem um hardware superior. O destaque fica por conta do armazenamento interno de 64 GB além de expansão via cartão micro SD, embora ele utilize slot híbrido para 2 chips ou 1 chip + micro SD.

Para termos uma noção do seu desempenho, ele faz 77.351 pontos no Antutu, marca ligeiramente superior ao Xperia Z5 que faz algo em torno de 65 mil. Isso é resultado do falho Snapdragon 810 que, teoricamente, é superior.

Outro ponto bem interessante é seu leitor de impressões digitais, que assim como o Xperia Z5 fica na lateral do smartphone. Embora na teoria sejam o mesmo, é nítido como o leitor do Xperia X é melhor. Me lembro que quando testei o Xperia Z5 eu desabilitei o leitor já que apresentava muitas falhas. Já no Xperia X é diferente, testei lado a lado com o iPhone 6S e ambos possuem o mesmo tempo de acionamento. A única coisa que não gosto é que, assim como o Galaxy S7, é necessário apertar o botão de qualquer maneira.

Review Xperia X sensor fingerprint

Em resumo, o Xperia X tem um excelente hardware e é mais que suficiente para a maioria absoluta dos usuários, porém enfatizo: Não é um top de linha e sim um intermediário premium, quando comparado aos smartphones tops dos concorrentes. Não tive problemas com aquecimento ou tratamentos, tudo rodou liso. Inclusive jogos mais pesados e sempre com a taxa de frames no máximo.

Review Xperia X – Software

Ele vem de fábrica rodando o Android 6.0 Marshmallow e tem a interface Xperia UI. Já disse outras vezes e repito: a interface da Sony é a melhor, no meu ponto de vista é claro. Ela tem o melhor equilíbrio entre funções e design do Android puro e acréscimo de funções da Sony. A única que está perto dela atualmente é a TouchWiz.

Review Xperia X software Review Xperia X software

O smartphone é muito rápido, o software não atrapalha em nada o desempenho e ainda conta com funções legais como o famoso duplo toque na tela para acordar.

Review Xperia X software Review Xperia X software

No visual, podemos dizer que a Sony “deu um tapa” em relação ao Xperia Z5. As pastas de ícones ficaram redondas, assim como no Android puro enquanto antes eram quadradas. Além disso, dá para notar que alguns ícones ficaram mais clean, também seguindo o padrão do Android. A barra de notificações continua a mesma, com o mesmo visual do Android 6 porém com possibilidade de acrescentar ou alterar as ordens dos atalhos.

Review Xperia X – Tela

A tela do Sony Xperia X é boa, mas nada extraordinário como encontramos em aparelhos como o Galaxy S7 e sua tela de Super AMOLED. Mas como a maioria ainda utiliza IPS, podemos dizer que está entre as melhores. Ela tem 5 polegadas e possui resolução full HD, é perfeita para esse tamanho, desde que o usuário não pretenda utilizar conteúdo em Realidade Virtual. Além disso, ela trás as já conhecidas tecnologias da Sony como a Bravia Engine e a Triluminous, que dão uma “up” a mais no IPS.

Review Xperia X tela

O que mais gostei foi o fato da melhora em relação ao Xperia Z5 e, principalmente, do Xperia Z3 e Z3+ que seria teoricamente a mesma faixa de preço.

A Sony fez aqui seu dever de casa, mostrou uma excelente tela, digna de um top de linha.

Review Xperia X – Câmera

Aqui é sempre o mesmo problema: A Sony fabrica os sensores dos melhores smartphones do mercado, incluindo o Galaxy S7, o LG G5 e o iPhone 6S. Então podemos esperar um resultado surpreendente em casa, correto? Não necessariamente. Não adianta, passa ano (ou 6 meses no caso da Sony), passa top de linha e o resultado é sempre inferior ao da concorrência fabricada por ela mesma.

Review Xperia X camera

Ele possui um sensor de 23 MP com abertura f/2.0 e é relativamente grande com 1/2.3″, maior por exemplo que o S7 que é de 1/2.5″. Mas a Sony, mais uma vez, peca em não colocar estabilização óptica e continuar saturando via software as cores produzidas. Além de não oferecer um modo manual digno e/ou com ajustes precisos.

Review Xperia X camera

Isso não quer dizer que ele não tire boas fotos, pelo contrário, mas um smartphone acima de R$ 3.000 tem que oferecer mais.

Outro ponto negativo é como o modo automático age estranhamente. Na primeira foto, dentro da arena olímpica, as cores ficaram sem graça e esbranquiçadas. Já em outras a céu aberto, ela estoura muito as cores. Embora as fotos fiquem bonitas, as cores ficam estouras em relação ao original. Abaixo as fotos.

Review Xperia X camera olimpiadas
O modo automático deixou a foto esbranquiçada
Review Xperia X camera copacabana
Já aqui, o automático fez um belo resultado.
Review Xperia X camera macro
Modo macro. Embora a cor esteja muito viva, está um pouco estourada em relação a cor original da flor.
Review Xperia X camera
Saturou um pouco as cores novamente.

Notem nas fotos abaixo como ele não tem um bom rendimento em fotos noturnos, embora tenhamos que ser justos que como a abertura melhorou, ela sai na frente do Xperia Z5 por exemplo, nesse quesito.

Review Xperia X camera macro Review Xperia X camera macro

Review Xperia X – Bateria

A Sony sempre foi referência em otimização de software para a bateria durar. Embora, obviamente, ele não dure 2 dias como as propagandas dizem, a bateria aguenta firme um dia sem tomadas em um uso moderado. Para quem é mais hard-user ou joga mais de duas horas por dia, na metade do dia precisará recarregar.

O Xperia X conta com uma bateria de 2.620 mAh, compatível com o recurso de recarga rápida. A novidade é que essa tecnologia é fornecida pela Qnovo, e não pela Qualcomm. Segundo a Sony, a nova tecnologia chamada de Adaptive Charging, faz com que a vida útil do aparelho seja preservada, mesmo com o uso intenso do recurso. Durante meus testes, foram precisos apenas 1 hora e 10 minutos para que o Xperia X fosse carregado completamente.

A seguir, você confere o resultado médio do meu teste de bateria:

  • Wi-Fi: streaming pelo Chromecast e Spotify/ Instagram – 9 horas
  • Internet móvel: WhatsApp/ Chrome/ Gmail – 8 horas
  • Wi-Fi: WhatsApp/ Instagram/ sincronização e localização desativados – 14 horas

Review Xperia X – Vídeo Review

Review Xperia X – Conclusão

Estamos diante de um excelente smartphone: bom hardware (para um intermediário), boa câmera (para um intermediário), boa bateria, boa tela e recursos premium como o leitor de impressões digitais com ótimo desempenho. Porém, vale repetir: é um intermediário. A Sony simplesmente não pode cobrar R$ 3.500. Com esse dinheiro, você pode, por exemplo, comprar um Galaxy S7. Além do mais a Sony deu uma tremenda mancada a não colocar proteção IP68 nesse aparelho, que talvez melhorasse um pouquinho sua imagem.

Sendo assim, duas opções: Ou você é muito fã da Sony ou esperar pelo menos 1 ano para ver até onde o seu preço irá chegar.

6 Comentários

  1. Muito legal. Realmente é um baita smartphone, os modelos da Sony são os mais bonitos sempre. Mas com esse preço não dá. Acorda Sony, assim vc vai ser enterrada logo.

  2. Depende muito Pedro. Embora seja um excelente smartphone, faz tempo que ela não inova. Esse design da Sony já cansou, sempre igual. Tá na hora da empresa trazer algo novo frente aos concorrentes. E quanto ao preço…. Sem comentários.

  3. Concordo João, mas acho que vc não entendeu meu comentário. Estou dizendo que a Sony é top. Além disso, para quer mexer no que está bom? Se o design tá agradando, eles tem mais que continuar. Olhe a Samsung e Apple, vai falar que eles inovam no design? Cada uma tem sua marca registrada.

  4. Belo aparelho, belo design, belo posicionamento de leitor biométrico….. Câmera bem “meh”, não é a prova d’água e preço beeeem salgado. Assim fica dificil né querida Sony!

  5. EXCELENTE REVIEW. Eu sei que a relação preço e hardware não justifica o que a Sony cobra, mas não tem jeito eu sou APAIXONADO pelos smartphones da Sony, tenho desde o Z1. Meu Z3C quebrou semana passada, e depois desse review não tive dúvidas e acabei de comprar um Xperia X. Obrigado!

    Depois volto aqui para contar o que estou achando.

Deixe uma resposta