A japonesa que já foi mundialmente reconhecida pelo apoio dado aos desenvolvedores independentes do Android acaba de incluir seu flagship (o Xperia Z) à lista de modelos Android AOSP. No fim do ano passado a marca decepcionou vários consumidores e desenvolvedores  comunicando oficialmente a retirada do Sony Xperia S do projeto, porém, ao que parece esta era apenas uma troca de cadeiras. Leia mais:


“Quase” Open Source:

(Foto: Reprodução/Engadget)

A Sony (também Sony Ericsson) sempre foi bem vista pelos desenvolvedores de ramificações do Android, é comum ver a marca presentear desenvolvedores tanto com smartphones quanto com cartas de agradecimento. Agora, a marca dá mais um passo na boa convivência com os desenvolvedores, isto porque o Sony Xperia Z acaba de entrar para o grupo Open Source do Android, uma divisão de desenvolvimento sem fins financeiros, que basicamente, torna o aparelho livre de qualquer customização feita pela fabricante.

Porém, nem tudo são flores. A fabricante diz que é impossível liberar todo o código presente no telefone, de acordo com a marca foram liberados os principais códigos-base, entre estes os da própria Sony além dos da Qualcomm. Isso acontece porque a Sony não faz o Xperia Z por completo, existem peças (assim como em todos os smartphones) que são produzidas por outras empresas, e estas só liberam o código de funcionamento se bem entenderem. Porém, a empresa promete que isso é imperceptível ao usuário final, a característica só afeta características mínimas do smartphone, algo que não é um problema.

No site oficial dos desenvolvedores Sony, você pode conferir todo o material disponível para o Sony Xperia Z AOSP, e inclusive, baixá-lo. Lá também há meios de comunicação para que você possa sanar dúvidas com outros desenvolvedores. E ai, curtiu a atitude da japonesa?

Fonte: Sony Developers

2 Comentários

Deixe uma resposta