In our online casino sushi bar and get entertainment and enthrallment. To play in the blackjack rules just login to our site. Exclusive graphics and appealing miniature of roulette table, along with earning big money are enticing features of classic slots. http://proproduct.nl/?p=play-roulette-online give huge bonuses to the players, so just try once.

Visando popularizar o acesso ao 4G e ao 3G, um decreto oficial assinado pela presidente Dilma Rousseff reduz a zero as alíquotas do PIS e do Cofins  ligadas à produção de smartphones. Mesmo que tenha um impacto relativamente baixo no custo de smartphones já fabricados por aqui, a medida com certeza vai trazer a atenção de diversas fabricantes para o Brasil, a taxa de 9,5% desonerada no custo de smartphones já produzidos por aqui se transforma em 30% de desconto quando o assunto são smartphones que serão feitos em terras tupiniquins. Além desta, o novo decreto conta com uma série de regras que por sua vez, não o deixam menos interessante, mas que vale a pena conhecer.

(Foto: Reprodução/ChaDeCerebro)

 

Modelos 4G com prioridade

Como a regra visa popularizar as novas conexões sem-fio, era de se esperar que os modelos 4G ficassem com a maior parte do bolo. Aparelhos que contarem com a nova tecnologia irão ganhar o desconto em até 30% – caso custem menos de R$ 1.500 –  já os mais modestos com a tecnologia 3G só entram no decreto se custarem menos de R$ 1.000, por mais que isso não tem desconto. A redução também não afetará os modelos high-end, afinal a grande maioria passa longe do valor exigido.

De acordo com as mesmas informações, o governo estaria “perdendo” em 500 milhões de reais com o novo decreto, porém o acesso a tais  celulares inteligentes permitiria também um maior acesso à cultura, e também à informação. Mas e você? Acha que a “Lei do Bem” está sendo cumprida como o prometido? E melhor, o benefício te ajudará na compra de seu próximo aparelho? Não se esqueça de nos dizer nos comentários!

Fonte: G1

Últimos comentários
  1. jairoka 09/04/2013
  2. hobiga 10/04/2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Real Time Web 
Analytics