Na última semana, finalmente chegou ao fim o processo da guerra de patentes que acontece atualmente entre a Apple e a Samsung nos EUA. O resultado era o óbvio, a Apple venceu e a Samsung será obrigada a pagar 1 bilhão de dólares para a maça. Digo óbvio porque o mundo inteiro sabe como os americanos são nacionalistas e prezam suas empresas acima de todas as outras. Acho que seria quase impossível uma empresa coreana vencer a maior empresa americana do momento em sua própria casa.

Mas o fato é que a partir de hoje a Samsung também está proibida de vender diversos de seus best-sellers em território americano: O Galaxy S II é apenas um da extensa lista.

Segundo o processo a Samsung copiou o design – de retângulo – do iPhone e iPad em diversos de seus aparelhos além de também copiar a identidade visual do iPhone como a Home screen dele. Os ícones quadrados do TouchWizz w sua disposição se encarregaram disso.

O fato é que a guerra é mundial e a Apple ganhou apenas nos EUA, muito embora isso signifique um dos maiores, e não o maior, mercado da Samsung. E as consequências começam a aparecer. No início da manhã desta segunda-feira (27/08), as ações da empresa caíram 7%, segundo a CNET, o que acarretou em perda de mais de US$ 12 bilhões em valor de mercado, de acordo com projeção da Reuters. Segundo eles, desde 2008 a empresa sul coreana não tinha uma queda tão grande.

Lembrando que isso talvez não se repita em outros países. Na Koreia, por exemplo, semana passada ambas as empresas foram obrigadas a pagar valores umas as outras devido a patentes quebradas. A Apple pagou um valor maior e ainda foi proibida de comercializar alguns de seus produtos no país. Pelo menos a Koreia foi um pouco menos territorialistas e fez a Samsung pagar algo.

4 Comentários

  1. Empresa estrangeira com certeza sempre perderá numa corte ianque…..a curto/medio prazo a samsung sentirá no bolso esta perda no processo….deverá recorrer mas…..dificil que algo mude.

Deixe uma resposta