review backflip


review backflipE chega o terceiro Android para review no Tekimobile. A RP1 gentilmente me cedeu o Motorola Blacklip a fim de realizar o Review. É fato que a Motorola está investindo muito no Android, afinal foi com o Motorola Milestone que ela ressurgiu no cenário do mundo dos Smartphones. Conforme falei no Review do Motorola Milestone ele é o mais poderoso Android da marca no mercado (dos já comercializados). Mas falando no Backlip o grande diferencial dele em questão de software é que ele roda a interface criada pela Motorola chamada Motoblur, de resto é um Android como os outros, ele roda a primeira versão do OS, a 1.5 que já está bem defasada. Quer mais detalhes do Android? Leia antes esses outros 2 reviews, vou me atentar ao hardware do Blackflip.

Logo ao pegar na mão o Motorola Blackflip vem na cabeça: “What a hell is this?” Isso mesmo, ele é bem diferente do que estamos acostumados a ver em Smartphones em termos de design. Primeira coisa “diferente” é o seu teclado que ao invés de fechar para frente como é o comum, ele fecha para trás, dando significado ao nome “BackFlip” :D. Outro coisa diferente no teclado é o fato da câmera de 5Mpx estar nele, como “uma tecla a mais”.

Quanto ele está fechado o teclado fica exposto, dai você me pergunta: mas haverá “tecladas” involuntárias quando estiver segurando ele? não, depois de fechado o teclado se desliga, nem dá para perceber que eles está ali graças a sua superficie lisa.

Hardware

Ele é um Android “basicão” que dá para o gasto. Ele tem um processador Qualcomm MSM7201A de 528 MHz, 256 de RAM e 512 de ROM. Não espere uma super perfomance dele que não vai acontecer, o Hardware é mediano e juntando com a versão desatualizada do Android isso o torna um pouco lento. Ele tem uma tela pequena de 3,1 polegadas com resolução de 320 x 480 pixels. A câmera é de 5Mpx e tem GPS.

Bracktrack

Outra novidade nesse aparelho é o fato que ele tem uma espécie de trackpad, igual aos de Notebooks, na parte de trás dele, sinceramente eu me esforcei mas não consegui entender o objetivo dos engenheiros da Motorola com esse novo “recurso”. No final das contas ele não ajuda e nem atrapalha, quem sabe em um futuro isso não seja usável em outro modelo, pelo menos criaram uma coisa única. Qualquer pessoa que ver o Backtrack acha uma coisa muito “avançada” para um celular.

Teclado

Gostei muito do teclado do Backflip, apesar do smartphone em si ser pequeno o teclado é grande e espaçoso, maior que o do Milestone, as teclas são planas e muito confortáveis, embora não tenha um D-pad como o Milestone em nenhum momento senti falta de um. Ele também tem uma série de botões de atalho: home, menu e busca. Diferente do Milestone você não precisa recorrer a tela para algumas funções como ir para a Home por exemplo.

Motoblur

Backflip 1Assim como o Dext o Backflip é equipado com o Motoblur, uma daquelas customizadas que o fabricante faz no Android, eu particularmente sou contra isso pois prefiro o Android “cru” do jeito que veio ao mundo. O Motoblur é um agregador aonde você pode acompanhar as atualizações de todas as contas de suas redes sociais: Orkut, Twitter, Facebook, Picassa, MySpace, Picasa e outros, ele mantêm você conectado o tempo todo. Porém ele leva isso ao extremo, pois simplesmente não tem como você configurar ele para sincronzar quando você quer, ou seja, se você usa conexão de dados tome cuidade porquê rapidinho ele pode acabar com sua cota de transferência, ele fica atualizando o tempo todo. Mas caso você tenha um plano ilimitado ou uma rede Wi-Fi o tempo todo disponível ele até que é bem legal, pois você consegue ver todas as suas contas de um modo organizado, o oposto do TimeScape da Sony Ericsson.

Ele facilita muito a vida, com apenas 1 senha você acessa todas as suas contas como Twitter, Gtalk, Facebook, Orkut, Picassa, My Space no Android, além de configurar suas contas de email, Gmail, calendário e outos. A visualização fica por conta de Widgets na tela de espera que ficam em formatos “balõezinhos”. Há também widgets com temperaturas, para atualizar suas contas você pode atualizar um por um ou todos com um toque só.

Mas como nem tudo são flores, ele faz uma coisa um pouco chata, ele simplesmente mistura todos os contatos de suas redes sociais com sua agenda de telefone, para que raios vou querer ligar para um contato do Twitter? estranho… mas felizmente dá para configurar e separar, mas caso reinicie o celular mistura tudo novamente.

Câmera

Ele conta com uma câmera de 5Mpx e segue o padrão de todos os Androids, é uma câmera de emergência “usável” nem tente comparar com um 5Mpx de um N95 por exemplo que você vai ter uma surpresa desagradável.

O software tem poucos recursos para melhorar as fotos e a velocidade do obturador é muito lenta, sendo assim esqueça fotos em movimento, o objeto ou a pessoa que você deseja tirar uma foto tem que ficar alguns segundos imóveis até a “câmera terminar o serviço”.

Bateria

Ela tem 1380 mAh, ou seja, é razoável. No início pensei que a bateria seria Backflip 3ruim, pois a do Milestone acaba muito rápida e como o Backflip roda um Android antigo achei que seria pior ainda. Me enganei, a bateria aguentou 2 dias de uso de 3G, Wi-Fi e bluetooth moderado, algumas ligações, algumas fotos além de ouvir música cerca de 2 horas por dia. Levando em consideração que o Motoblur fica conectado o tempo todo achei que a bateria iria aguentar menos, por outro lado a tela pequena economiza energia.

Um fato curioso é que o passo a passo que ensina a tirar a tampa da bateria fica colado do lado de dentro da tampa, ou seja, para aprender a abrir a tampa da bateria (que é chata para c*****) você precisa abri-lá antes! vai entender né…

Uma coisa que ficou no ar é se ele vai ou não ser atualizado um dia pela Motorola, afinal acabou de ser anunciada a versão 2.2 do Android e o Backflip ainda está na 1.5!

Resumindo o Motorola Blackflip é uma boa opção para quem quer estreiar no mundo Android e gosta muito de redes sociais. Mas é indicado para quem tem um bom plano de dados.

Preço desbloqueado:

Mercado Livre: A partir de R$899,00

Submarino: R$1299,00 á vista ou 12X de 108,25

Abaixo a galeria de fotos do aparelho:

20 Comentários

  1. Parece que fizeram um smartphone para adolescente filho de pais ricos.Ter uma conta de dados ilimitada voltada pra redes sociais é dose…

  2. fiquei com uma duvida. como ele não tem d-pad, para controlar(as direções) na tela é necessário ficar só no touch?

    otimo review.

  3. eu vi alguns vídeos unboxing desse celular, e todos os que eu vi (em que a caixa estava lacrada) a tampa da bateria vinha separada do celular. Acho que por isso o adesivo fica por dentro, rs.

  4. galera eu recomendo esse celular ele e otimo,ganhei faz um tempo e nao tenho do que reclamar,sem contar que o motoblur e otimo.sem contar o desing que dessosa o do milestone

    unica coisa ruim e seu android 1.5 =(

    e atualizaçao que nao e oficial eu acho que é fria.

Deixe uma resposta