Finalmente, depois de tanta espera o primeiro Windows Phone 7 aterriza no tekimobile. Já havíamos postado anteriormente o vídeo review. Mas um vídeo não é capaz de mostrar todos os aspectos de um celular, afinal teria que fazer uma minissérie com vários capítulos para isso. O HTC Ultimate é um verdadeiro gigante – no EUA ele coerentemente leva o nome de Titan – pois possui como cartão de visitas sua enorme tela de 4,7 polegadas. Sem mais, vamos ao detalhes. Lembrando que esse review segue a nova linha mais direta de reviews aqui no Tekimobile, se não sabem os motivos leiam esse post.

Design e construção

O HTC Ultimate não poderia de forma alguma utilizar materiais baratos, afinal ele é o mais poderoso Windows Phone 7 do mundo. Embora seu case seja feito de plástico, é um plástico de ótima qualidade e passa aquela sensação de robustez e durabilidade. Mais ou menos um terço da parte traseira, onde vem o logo do Windows Phone, é emborrachado bem ao estilo dos Milestones da Motorola.

Review_HTC_Ultimate_traseira

O Ultimate tem as seguintes dimensões: de espessura 9.9 milímetros, de largura ele possui 70.7 milímetros e de altura ele tem 131.5 milímetros. Com essa espessura podemos dizer que ele embora seja gigante no geral, ele é bem estreito e não fica muito longe de outros tops como o Galaxy S2 como vimos no review dele, ou do Motorola RAZR – confira o seu review clicando aqui.

Na lateral direita ele tem apenas o conector micro USB que é utilizado tanto para carregar como para conectar ao computador.

review_HTC_Ultimate_latarald

Já na sua lateral esquerda, o HTC Ultimate possui os botões de volume e também o botão dedicado a câmera. Queria agradecer pessoalmente ao tio Balmer, já que esse botão é colocado por livre e espontânea pressão da Microsft, para ser claro a Microsoft obriga os fabricantes a colocarem o botão em todos os modelos com Windows Phone.

review_HTC_Ultimate_latarale

Na parte de cima do Ultimate há o conector para fone de ouvido padrão 3,5 mm e o botão de ligar e desligar. Interessante que o Windows Phone não desliga direto no botão, depois de pertar é necessário ainda que você deslize uma mensagem de confirmação na tela. Ele também é o primeiro fail da HTC. Como o aparelho tem as bordas chanfradas e o botão é muito fino, é difícil apertá-lo, é necessário dar uma pressão maior que o normal, me preocupo com o efeito disso a longo prazo.

review_HTC_Ultimate_superior

Tela

Como já disse, a tela é o maior destaque do modelo. Afinal ela é a maior no mercado nacional de smartphones com suas 4,7 polegadas – não levei em consideração o Galaxy Note que é um hibrido de tablet e smartphone. Embora seja legal uma tela dessas, acredito que ela está no limite ou até mesmo ultrapassou do tamanho de telas em minha opinião. Um exemplo disso é sua utilização com apenas uma mão, dificilmente uma pessoa de tamanho dentro da normalidade conseguirá alcançar uma extremidade com o dedão. Ou seja, impreterivelmente ele precisará utilizar a outra mão, usar smartphone com duas mão não é sinônimo de ergonomia, já dizia o falecido Steve Jobs. Além da enorme tela, na frente há os 3 botões padrão e também obrigados do Windows Phone(Voltar, Menu e pesquisa que utiliza somente o Bing) além da câmera frontal para vídeo chamadas de 1,3Mpx.

review_HTC_Ultimate_tela

A tela dele não é de Super AMOLED ou algo parecido, porém isso não a torna ruim, pelo contrário, ela é extremamente brilhante e mesmo debaixo do sol dá para enxergá-la normalmente. A tela é feita de SLCD (Super LCD) que na prática embora tenha menos brilho que o AMOLED, possui um tom mais quente e mais natural e essas características se encaixam perfeitamente no WP7. O visual bicolor do Windows Phone ajuda nisso, já que como as duas cores principais são bem contrastantes e todas as opções, não tem como deixar de enxergar algo. Outro fato é que a tipografia é normalmente bem grande.

 

Hardware e desempenho

Aqui está um ponto que gera muita discussão. A maioria dos usuários – que se deixaram levar pela avalanche de propagandas sobre Android – ficam comparando o Hardware do Ultimate, e outros WP7, com os super Androids com processadores dual cores e 1GB de memória RAM. Porque a discussão? o Ultimate possui um processador Singlecore de 1.5GHz e 512MB de memória RAM.

E então André, o singelo processador de 1,5GHz do Ultimate é pário para os dual core de 1,2 e 1,4 GHz do Galaxy S2 e do Motorola RAZR? depende. Em primeiro lugar é uma situação difícil comparar celulares com OS diferentes. Mas uma coisa posso afirmar: O HTC é muito, mas muito rápido. O Windows Phone 7 é totalmente customizado para utilizar esse Hardware, por isso o aparelho é aproveitado ao máximo e em nenhum momento travou ou apresentou lentidão. Lembrando que a MS obriga os fabricantes a terem no máximo um processador de 1,5GHz. Isso facilita eles customizarem o Windows Phone 7.

Ele não possui suporte a cartão de memória, ou seja, ele só fica com seus 16GB de memória de armazenamento interno e nada mais. Também não possui saída HDMI. Ambas ausências também foram impostas pela Microsoft.

A Bateria do Ultimate me surpreendeu, não que ela tenha durado dias como deveria todo smartphone, mas um celular com uma tela desse tamanho normalmente é voraz. Ele durou cerca de 10 horas em uso moderado com WiFi e 3G ligados direto.

Câmera

A Câmera tira fotos muitos boas para um celular, com um bom contraste e cores bem vivas. Sua lente com abertura F/2.2 ajuda e muito na hora da captação de luz em ambientes poucos iluminados. O único “defeito” que notei foi que sobre luzes artificiais as cores fugiram um pouco do normal, o branco, por exemplo, puxava mais para o amarelo. Outro ponto na câmera é que ela é extremamente rápida. Abaixo algumas fotos tiradas pelo HTC Ultimate. Note que na segunda a 100%, ela continuou bem legível e sem pixelização.

review_htc_ultimate_foto_tirada_2

review_htc_ultimate_foto_tirada_1

Falando da filmadora o Ultimate não repete o que a câmera fotográfica faz. Os vídeos em HD 720p deixam um pouco a desejar. Apresentam bastante ruídos e dá para notar que não rodam fluidos dando as famosas engasgadas.

O Windows Phone 7, será que vira?

Logo nos primeiros reviews dos Androids, sempre enfatizei que o review aqui é do aparelho e não do OS. Mas nesse caso é diferente, como é o primeiro no Brasil a utilizar o sistema, irei fazer um review do Windows Phone 7, uma espécie de apresentação do sistema Microsoftiano.

A Microsoft inovou e saiu do padrão atual que todos os sistemas possuem – o iOS nem tanto. Várias telas Homescreens com atalhos (ícones) e Widgets e outra tela com o menu sempre em formato de grade e com os ícones de todos os aplicativos – o Symbian dá para mudar para lista. No Windows Phone são duas telas. A primeira é formada por vários quadrados chamados “Tiles” eles são uma espécie de junção de atalho com Widgets.

Começando pelos Lives Tiles, eles são tiles que são atualizados on-lines e possuem animações: são o de contatos, da XBox Live e do seu perfil, chamado simplesmente de “Eu”. Também são chamados de “Hubs”.

O Hub Contatos faz mais do que mostrar seus contatos. Nele você fica atualizado com todas as suas contas em redes sociais. Na aba “novidades” dentro do Hub, você acompanha as atividades dos seus contatos (Twitter, Facebook e Windows Live). Assim como no Android, ele uni os contatos todos formando um só.
Hub Contatos

O Hub “Eu” se parece com o contatos, porém nele o foco é suas atividades e não dos seus contatos. Nele você posta no Facebook, no Twitter e no Windows Live. Na aba “notificações” é mostrado os retuites e os “curtir” de suas postagens e na aba “atualizações” são mostradas suas mensagens postadas recentemente.

Hub Eu

Se engana quem pensa que o Windows Phone 7 não tem nada a ver com o iPhone. Lembram do Zune? aquele software que foi feito para sincronizar com o falecido player de mesmo nome e depois virou somente um player para PC? então, o Zunes está para Windows Phone o mesmo que o iTunes para o iPhone. Todas fotos, vídeos, podscasts e aplicativos são transferidos através dele. O processo é bem fácil e lembra um pouco o OVI Suite, basta conectar que ele reconhece o celular e depois é só arrastar e soltar.

zune

O navegador GPS do Windows Phone 7, Bing Maps, tá fazendo sucesso nos EUA graças a diversas funcionalidades que o aproximam do GMaps, porém no Brasil a história muda. Até um simples recurso de navegação curva a curva não está presente no  Bing brasileiro. A MS promete melhora em breve isso, estamos de olho.

A Windows Market Place está caminhando. Embora em quantidade eu ache que já esteja bem, em termos de qualidade achei ela ainda fraca. Eu sei que na Android Market e na iTunes Store existe muita coisa ruim, porém se levarmos em consideração que a Market Place nem de longe está perto da quantidades dos concorrentes, achei muita porcaria lá. Claro que o que faz mais diferença ainda é o fato que no Brasil muitos aplicativos ainda não são disponibilizados. As vezes você procura apps bem simples como um app para acompanhar o Adsense, que há vários para as outras, não existe nenhum na Market Place ou mesmo tirar screenshoots, não existe app para isso. Isso é só alguns dos vários exemplos que mostra que as vezes quantidade faz sim diferença.

Mas nem tudo é ruim. O windows phone é da Microsoft então obviamente não poderia faltar o pacote Office. Nele é tudo completo: você pode editar e criar documentos, salvar no celular ou salvar nas nuvens automaticamente com o Skydrive. Sem dúvidas é o melhor Office para celular que existe, afinal eles são os donos. Se você considera isso indispensável, comece a pensar em uma futura compra de um celular com Windows Phone 7.

apps

Na parte de jogos a história se repete e no Brasil o leque de possibilidades ainda é bem pequeno com pouquíssimos jogos com boa qualidade. O máximo que dá para achar é obviamente o Angry Birds, Fruit Ninjas e alguns outros que estão presentes em todas as plataformas.

A Microsoft diz que irá acelerar a produção de jogos para a Xbox live do Windows Phone 7. Com a chegada dos Lumias da Nokia, o WP7 está ganhando mais força e isso pode acelerar a chegada de lançamentos. Empresas como a EA Games já disse que irá lançar em breve títulos de peso em parceria com a Nokia, porém nunca sabemos quanto que isso irá demorar.

Vídeo Review

Abaixo o vídeo review que fiz do HTC Ultimate, dá para ter uma base boa do aparelho e do sistema:

Pró e contras

O Windows Phone está longe de ser perfeito, afinal nenhum é, mas não deixa de ser um bom sistema. Vamos a lista de prós e contras do HTC Ultimate e do WP7:

Prós

  • Ótima tela gigante
  • Aparelho extremamente rápido e estável
  • Interface única e moderna
  • Boa câmera
  • Fácil sincronização com o PC

Contras

  • Preço bem elevado
  • Aparelho bem pesado
  • Loja de aplicativos ainda fraca no Brasil
  • Ausência de slot para cartões SD

Conclusão

O HTC Ultimate é um senhor aparelho, tem uma tela enorme e muito rápido. Isso já o deixa entre os tops na atualidade, porém tem um preço salgado, mas que está no padrão dos tops de linha no Brasil.

O sistema Windows Phone é promissor, mas ainda está caminhando e no Brasil a situação está pior que nos EUA. Embora tenha aplicativos para qualquer tarefa básica, ainda faltam muitos aplicativos. Se você não liga para ficar instalando 1001 aplicativos no celular e quer algo simples e quem não precise ficar configurando o tempo todo, o HTC Ultimate e o WP7 são seus parceiros ideiais. Agora se você é um “appmaniaco” e procura apps para fazer tudo que seja possível, posso afirmar: o Windows Phone não vai suprir suas necessidades, fuja dele, ao menos por enquanto.

19 Comentários

      • Mais ou menos André. No caso dos aparelhos vendidos por operadoras, as atualizações deverão passar por elas antes. São elas quem liberam no final das contas. Acabei de passar por isso na Vivo até receber uma atualização 8107 para o HTC Ultimate. É fato que ela chegou muito mais rápido e com menos dificuldade do que as atualizações do Android (a exceção de quando tinha um Nexus S), mas ela não é tão direta assim, infelizmente.

        • Thank you very much Thank you very much!! I’ve loooked for a reivew like this))! Good work.PS. Do you know if the HTC Touch pro 2 has the landskape support or not?

  1. Excelente review , muito bom este formato. Particularmente nao gosto de OSs fechados como iOS e WP…..este device me impressionou mas nao o OS e a baixissima autonomia da bateria me decepcionou ..

  2. E André Luis,beleza garoto? Excelente review mano! Ficou muito bem esclarecido. Estou pensando em adquirir um wp7 da nokia quando possivel aqui no Brasil. O HTC sem duvida é muito bom. Pena que nao tenha slot pra cartao e saida HDMI como vc verificou,mas nem por isso ele deixa de ser um top de linha. Parabéns pelo belo review brother. Abraço.

  3. Oi André, se me permite uma correção: a MS não coloca imposições sobre SD e HDMI, tanto que alguns Samsung WP da primeira geração tem cartão SD. O problema com SD é que, no WP, ele se unia a memória do celular, se quiser ler/gravar no PC tem que formatar de novo. E a velocidade de qualquer SD é triste, joga contra a experiência do usuário. Não vejo problema de não ter SD, mas gostaria que tivesse opções de 32 e 64gb, como o iPhone. Há indícios de que no WP8 o SD seja um D:, vamos ver.

    E sobre o HDMI, foi uma escolha da HTC para o Brasil. O Titan, versão mundial do Ultimate, tem saída HDMI. Eu gostaria da opção de vídeo por cabo, mas acho que o DLNA (ou qualquer outra tecnologia sem fio) vai se impor como forma de transmitir mídia do smart pra televisão.

  4. Ele não é pesado não! E os 16gb internos já dao conta do recado. Os aplicativos para windows phone são muito mais leves do que os de iOS, por exemplo. Além disso, a Wp Marketplace está em constante crescimento. Nao senti falta de nenhum aplicativo e a cada semana mais jogos são colocados.

  5. Tem uma promoção que concorre a 10 tablets
    Envia un SMS com o texto:
    dam 10358 queroumtablet
    para o numero: 44844.

    as mensagems custam 0,20 centavos e quanto mas sms mais chances de ganhar…

Deixe uma resposta