LG-Optimus-3D-withlogo

Concurso encerrado. Quem ganhou o prêmio foi a história do Ultradownloads que recebeu 2 votos com a história número 1 enviada pela Ana Flávia Diniz Barbosa. Parabéns! Parabéns também para a Ana Cristina Lopes Nogueira que foi a história que nós escolhemos para nos representar. Até a próxima.

A LG em parceria com alguns blogs, inclusive o tekimobile, resolveu dar de presente para você um smartphone zerado. E não é qualquer aparelho não, é o LG Optimus 3D com Android, o único com tecnlogia 3D que é comercializado atualmente no Brasil.  A campanha de dia das mães da LG tem o tema Mãe 24h, onde eles brincam com o fato das mães ficarem acordadas esperando os filhos, daí o nome “mães 24h”. Seguindo esse mesmo conceito o tema do nosso concurso é: “Qual a maior preocupação que você já fez sua mãe passar?”

Para participar é fácil: conte uma história de qual foi a maior preocupação que você já fez sua mãe passar. A participação será através dos comentários de cada post aqui no tekimobile e terá o limite de um parágrafo. Atenção: é um parágrafo comum, não escrevam uma bíblia não.

LG-Optimus-3D-withlogo

A melhor história escrita aqui no tekimobile irá para as finais juntamente com os escolhidos de outros blogs participantes. (além do tekimobile, o Ultradownloads, Objetos de Desejo, WeRGgeeks e o Papo de Bar).

No final, os blogueiros participante escolherão a melhor história de todos os blogs e o vencedor irá ganhar um smartphone Optimus 3D novinho em folha. Além disso, o ganhador irá receber pessoalmente o smartphone na festa de dia das mães da LG.

O período para seleção do finalista aqui no tekimobile será do dia 04 (sim, hoje) até as 12h do dia do 11 de maio.

Iremos selecionar o nosso finalista entre o dia 11 e dia 14 de Maio. Após isso, o escolhido por nós será juntado com os finalistas dos outros blogs e no dia 15 escolheremos o grande vencedor.

Atenção: A história tem que estar escrita aqui em baixo nos comentários com no máximo 10 linhas, obviamente você precisa logar com um e-mail válido para podermos entrar em contato caso você ganhe, pode também ser o twitter, desde que você o use. Está esperando o quê, vai perder a chance de ganhar um LG OPtimus 3D novinho em folha?

116 Comentários

  1. A maior preocupação que fiz a minha mãe passar, na verdade, foi com a minha irmã, que me criou como um filho após a morte da minha mãe, quando nasci. Há três anos atrás, estava em uma viagem de trabalho, e o ônibus em que viajava sofreu um grave acidente, mas graças a Deus não sofri nada. Mas antes que ela soubesse pela televisão, liguei para ela avisando, graças ao bendito celular. Mas até chegar em casa, a aflição era grande, o que terminou depois que cheguei em casa, e abracei minha "mãe" emocionado. Esta foi a maior preocupação que fiz ela passar. É isso, de forma sincera.

  2. A maior preocupação que minha mãe teve comigo foi quando eu tinha 6 anos de idade e não sei por qual motivo resolvi fugir da casa de Vovó Diva, que era a minha babá na época, e ir para casa de minha avó que era no mesmo bairro só que uns 700 metros de onde eu tava. Sair pelo estacionamento do condomínio andando, mas graças a Deus o cara da guarita lá do condomínio me pegou saindo e me parou e ai minha babá me pegou. Imagina como minha mãe ficou quando soube dessa história.

  3. A maior preocupação que fiz minha mãe passar, foi quando fui celebrar com 2 amigos o réveillon de 2007-2008, estávamos felizes pois naquele ano tudo havia dado certo.Fomos com uma turma para um sitio onde não teria como avisar onde estávamos, e no calor da emoção acabamos ficando praticamente 2 dias fora de casa sem dar noticias. Na época possuíamos celulares bem simples e a bateria de todos havia acabado, quando apareceu um aparelho de telefone por perto ligamos para respectivas mães e pais, e, para nossas desgraças ate a o policia ja estava atras da gente, pois pensaram que algo tinha acontecido com agente. Quando chegamos de volta em casa, viramos o foco de noticia da cidade(moro no interior de MG) e a primeira providencia tomada por pelo menos parte da minha mãe foi comprar um Celular novo.

  4. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando saí com uns amigo para ir ao cinema de noite e desliguei o celular no começo do filme. Saímos do cinema já era bem tarde, passamos numa lanchonete 24h e ficamos horas lá conversando, como já estava bem tarde, dormi na casa de um amigo que morava mais perto. No dia seguinte acordo cedo e vou pra casa, chego lá encontro a minha mãe branca, parecendo um zumbi, com o telefone na mão e gritando dizendo que achou que eu tinha morrido, pq meu celular estava fora de área. Eu havia esquecido de ligar o celular depois do filme.

  5. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando viajei pro estado do pará no dia 12/12/2011 pra conhecer uma amiga que conheci atravez de uma rede social chamada Nimbuzz, primeira viagem de avião, detalhe, essa foi umas das preocupações pois ela morre de medo de avião. Eu tive que ficar ligando pra ela desde a saída de casa, pegando o ônibus e indo até o aeroporto, tudo pra que ela ficasse sabendo que eu tava bem, eu fiz o meu papel, liguei até quando ia durmir no hotel, sabia que ela tava preocupada e não queria deixa-la mais ainda. Bom essa foi a maior preocupação afinal, sou o seu menino de ouro que vai ficar feliz ao ganhar esse LG optimus 3D. 😀

  6. a maior preocupação q ja fiz minha mãe passar foi quando eu conheci meu esposo e falei q iria me casar, ela nao queria deixar,na epoca tinha 17 anos ela falou q nao iria deixar eu me casar,eu dise p ela q se ela nao permitisse eu fugiria c ele.ela tomou um susto como tda mae fika preocupada mais no final de tudo ela permitiu eu me casar e este ano faço 10 anos de casada tenho 2 filhos e minha mae esta super feliz em saber q sua filha caçula esta feliz c uma familia abençoada.esta foi a maior preocupação q fiz miha mae passar acho q mereço este LG optimus 3D por ter lutado contra tudo e contra todos né.

  7. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando eu tinha uns 7 anos e estávamos retornando de um passeio no Parque Municipal em Belo Horizonte/MG junto com vários Tios e Primos. Estávamos dentro do ônibus e minha mãe levantou, eu na hora achei que quando ônibus parasse nós iriamos descer, eu como sempre apressadinho quando o ônibus abriu as portas desci sem nem olhar para trás, quando me assustei o ônibus havia partido e eu estava sozinho na rua, minha mãe nem meus parentes não haviam visto que eu havia descido. Quando vi o ônibus se distanciando saí correndo atrás, o Motorista do ônibus viu pelo retrovisor e disse em voz alta para os passageiros que havia uma criança correndo atrás do ônibus. Foi quando minha mãe olhou e viu que eu não estava no ônibus e começou a perguntar meus parentes onde eu estava e ninguém sabia. O motorista parou o ônibus e eu entrei chorando, minha mãe me xingou todo e quando chegamos em casa ela me fez ajoelhar e rezar, pois eu havia tido sorte de não ter me tornado um menino de rua. Até hoje meus parentes em zoam, hoje tenho 23 anos.

  8. uma das maiores preocupações q fiz minha mãe passar foi qdo eu 9 meses nos estavamos em minas gerais quando eu estava dormindo na cama c minha mae eu pulei ela e cai de cabeça no chão e estourei umm veia na cabeça fikei internado no Hospital tive q fazer drenagem p tirar o sangue q vasou da veia fike 3 dias no hospital minha mae nao conseguia dormir.com medo de eu cair esta foi uma das maiores preocupações q fiz minha mae passar .

  9. A maior preocupação que a minha mãe já passou comigo, foi, sem dúvida, o dia em que eu nasci! Fui pai recentemente e não consigo imaginar algo mais preocupante que o momento do nascimento do nosso bébé, quando somos cercados por um infindável numero de preocupações, emoções, sentimentos. Tudo pára e nada mais importa a não ser o nosso novo bébé!

  10. A maior preocupação que a minha mãe passou comigo foi quando eu tinha 3 anos de idade, quando eu tive um agrave na doença da qual era de nascença. Problemas em praticamente todo o sistema urinário,como moro em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul na época aqui não tinha recursos o suficiente e os médicos daqui me mandaram para a capital onde não conhecíamos nada e tivemos que procurar o hospital, o SUS e também um local para se alimentar. Está foi a grande preocupação da minha mãe em agilizar o máximo possível o meu tratamento que durou mais de uma década.

  11. A maior preocupação qhe eu fiz a minha mãe passar foi fazer uma trilha no meio da mata e passar uma noite acanpado no meio do mato sem ela saber, e lá não pega celular, só aparece no dia seguinte, e levei uma bronca.

  12. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi neste ano de 2012, onde fui pela primeira vez a uma "acompanhante". O tempo era de 1 hora e fiquei 15 minutos… Com raiva, fiquei até tarde da noite no bar sem avisar para ninguém e minha mãe já preocupada, gritando para os vizinhos que fui a uma acompanhante e fui sequestrado! Quando cheguei expliquei tudo…!

  13. na época,em casa morava eu,minha mãe e minhas duas irmãs.minha mãe ia trabalhar de manhã e só chegava a noite,e minhas irmãs no meio da rua o dia todo e eu um estudante e namorando.liso sem um tustão no bolso na hora de transar corria pra casa e pimba…depois de um tempo minha cama de soteiro ficou pequena…é isso mesmo…fui pra cama da minha mãe.ela chegou mas cedo do trabalho e…encontrou a cama molhada de suor e os lençóis todos revirados.pensou que alguem tinha mexido com minhas irmãs mas depois descobriu que foi eu….contou a minha sogra….. Casei!

  14. A maior preocupação que eu já fiz minha mãe passar foi uma vez que eu e meu irmão fomos numa loja de games perto de 1 hora da tarde e não avisamos ninguém, ficamos jogando até a loja fechar, mais ou menos 8 da noite, e depois fomos para outra, ficamos lá até umas 11 horas quando o dinheiro acabo, voltando pra casa encontramos minha mãe e meu pai super preocupados tinham ligado pra polícia e tudo, super exagerado da parte dela, eram só 111 da noite, crianças de 6 anos já sabem se cuidar bem o suficiente pra ficar até esse horário na rua.

  15. a maior preocupação que minha mãe passou comigo foi, certa vez em uma balada de domingo à noite ,voltei pra casa (segunda-feira pela manhã), com a camisa rasgada, ensaguentada e a boca inchada. Passei uma semana assim, sem conseguir mastigar nada achado que era somente um machucado, quando resolvi ir no médico descobri que o soco tinha quebrado meu maxilar, o que me rendeu 4 parafusos e duas pontes de titânio. Depois disso passei 2 meses na base do iogurte e sopa. Minha mão sempre do meu lado, obirgadoooo mãe!!! Teve também quando eu com dois meses de nascido, tive 3 paradas cardíacas ma, isso é uma oputra história… .

  16. A maior preucupação que eu já fiz minha mãe passar foi quando eu vendi a nossa casa para comprar um bode holandes e 5 Kilos de feijão, minha ideia seria que o Bode iria crescer e ficar grande, e eu pensei que bodes fossem caros, pois paguei 100 Mil no meu, mais quando eu pesquisei mais, eu descobri que um Bode custa em media 500 Reais, e eu tinha feito a maior emrda da minha vida, ai eu tive que vender o Bode por 400 Reais e recontruir nossa vida como vendedores de feijão…

  17. A maior preucupação que eu ja fiz minha mãe passar foi quando eu era criança e tava jogando no computador um joguinho tarzan,quando o meu irmão mais velho falou pra mim ligar o ventilador que tava muito calor e no tempo nóis morava la no Piaui,ai eu fui colocar a tomada e levei um choque muito grande,depois disso ela ficou tão preucupada e tambem num sabia e me deu foi AGUA! Só sei que depois ela orou por mim e Graças a Deus deu tudo Certo! 😀

  18. a maior preocupação que fiz minha mae passar foi quando eu era pequeno,tava no maternal, eu desmaiei na escola porque eu tinha pego pneumonia e menigite bacteriana ai eu fiquei com uma febre muito forte tive convulsões e entrei em coma o medico disse para ela que eu tava perdido nao tinha mais jeito. mais minha mae nao aceitou junto com uma enfermeira trouxeram o carro do candidato a vereador com motorista me transferiram para o outro hospital e para outro até salvar minha vida por isso agradeço muito a minha mae que me deu a vida duas vezes 😉

  19. A maior foi quando eu era adolescente e decidi comprar um celular, ela ficou (3D): (D)oida de preocupação, (D)ura com a conta e (D)ecepcionada com minha mancada, mas ela PROCESSOU RAPIDAMENTEa situação e eu fui perdoada, por isso quero presenteá-la com um celular, afinal é um presente OPTIMUS para quem é (L)inda, (G)uerreira e nunca deu sinal de ocupada!

  20. A maior foi quando eu era adolescente e decidi comprar um celular, ela ficou (3D): (D)oida de preocupação, (D)ura com a conta e (D)ecepcionada com minha mancada, mas ela PROCESSOU RAPIDAMENTE a situação e eu fui perdoada, por isso quero presenteá-la com um celular, afinal é um presente OPTIMUS para quem é (L)inda, (G)uerreira e nunca deu sinal de ocupada!

  21. a maior preocupação que a minha mãe já passou por mim foi quando eu me alistei no exército, mas ela não sabia que era brigada Pára- quedista, ela ficou com muito medo quando foi ver meu 1º salto, mas depois foi se acostumando com a minha vida militar, ela me apoiou mt mas não penso em dar um susto desses nela nunca mais, a não ser se eu ganhar esse celular maravilhoso e presentea-la kkkkk.

  22. A maior preocupação que minha mãe passou comigo foi quando viajei pela primeira vez aqui para São Paulo com escala em Brasília era pra sempre manter o contato com ela, por um erro meu perdi o vôo de escala acabei ficando em Brasília por mais tempo ela morrendo de preocupação sem saber onde eu estava pois ainda não tinha chegando em São Paulo e meu vôo certo já tinha, depois expliquei tudo a ela mesmo assim ela passou mais de messes com aquela preocupação de mãe mim chamando pra fazer video-chamada pela manhã antes de sair e a noite antes de ir dormir só para mim ver e ter certeza que eu tava bem.

  23. A maior preocupação que a minha mae ja passou, foi quando morava em sao paulo e deixei o meu cel em casa e falei q ia dormir na casa da minha amiga, porem fui para o rio de janeiro ver o show do roling stone. Nesse meio tempo a minha amiga me liga em casa me chamando pra sair mas eu nao estava em casa,passei o fds fora e so cheguei no domingo e ela toda palida,chorando e com o tel na mao falando com a policia sobre o meu suposto desaparecimento.

  24. A maior preocupaçao que fiz minha mae foi que ela.paasou um tempo no exteior e eu falava com ela pela nwt passei uma cez 3diaw sem alarcom ela ela ja estava comprando uma.passagm de volta para o brasil no mesmo dia pemsamdo ue eu tava moeto ou sequestrado ai foi quqmdp.eu emtrei ela çeteu o cacete em mim apanhei virtualmente kkkkkkk obg mae

  25. A maior preocupação de fiz minha mãe passar, foi quando numa quinta feira de um certo ano meu amiga de trabalho me chamou para ir para Belo Horizonte passar o fim de semana prolongado, mas detalhe eu não avisei ninguém para onde eu ia, minha mãe passou os 4 dias do feriado sem dormir, quando cheguei em casa minha mãe chorando me deu aquele tapa e depois me abraçou, depois deste dia nunca mais fui para algum lugar sem que a avisa-se, detalhe naquele tempo celular era uma grande novidade meus amigos.

  26. A maior preocupação que minha mãe passou, foi quando eu tinha 7 anos. Eu morava na casa de minha vó, na região serrana do Rio. Eu e meu primo resolvemos fuigir de casa, pegamos nossas ''mochilinha'' pulamos o muro e fomos andando. Tinha um vizinho que sempre ficava na frente de sua casa e ele nos viu, até nos deu bala e continuamos andando. Depois de uns 20 minutos, num calor infernal, vinha minha mãe em cima de burro, com o chinelo na mão. Ela deu grito, e tacou o chinelo que acertou o Pedro, meu primo, eu saí correndo chorando e gritando que "– Foi o Pedro que mandou, foi ele mãaee", ela conseguiu me pegar e meteu o chinelo em mim. Que tenho uma marca na coxa até hoje. Hahaa, Te amo por isso mãe 😀

  27. Com certeza a maior preocupação que ela passou comigo foi me casar ano passado com uma mulher que ela reprova e não gosta por já ter um filho de outro casamento. E por aí vai….

  28. A maior preocupação que minha mãe teve comigo foi quando eu viajei com amigos pro rio Araguaia. Decidiram ficar lá uma semana a mais que o previsto e não pegava celular lá. Quando voltamos ela ja tava quase me anunciando na tv coitadinha . Kkk

  29. A maior preocupação que minha mãe teve foi quando eu em julho de 2003(com 10 anos) fui atropelado DE RASPÃO por 1 trem… nessa época a estação desativada era aberta e entrava quem quisesse,e eu ficava ali perto com minha mãe( tinhamos uma banca numa passarela em frente á estação) era inicio de tarde eu e meu "amiguinho"(com aspas pq o fdm viu eu agonizando e ñ chamou ngm nem a minha mãe) sumimos por volta de 13:00 e eu fui atropelado cerca de 15:00.. e a minha mãe desde ás 13:00 preocupada cmg e nada de eu aparecer e as horas foram passando e passando até que ela soube q 1 menino foi atropelado por 1 trem e ela por curiosidade foi ver… e … infelizmente…era eu ô/ nossa coitada dela :"( quase matei a pobrezinha do <3 ;fiquei 3 dias em coma quebrei a perna em 2 lugares 🙁 … ela sofreu tanto que hj eu com quase 19 anos ela me chama de bebê(começou a me chamar assim quando eu tinha 16=/:S) é isso graças a deus sobrevivi com QUASE nenhuma sequela

  30. A maior preocupação que fiz minha mãe passar, foi o seguinte: minha VÓ fica muito preocupada quando saio com minhas coisas a noite, ex celular, sempre fala: "… olha menino nao leva esse celular", e eu de teimoso sempre levo, e em uma noite de quarta feira, saí da igreja com um amigo meu, e voltando pra minha house, 2 cantos antes, quando fomos dobrar o canto, veio 3 ladroes (safados, malandros, [email protected]*hh#), pararam na nossa frente e roubaram a gente,, ai meteram "A ELZA" como diz aki, levaram meu boné, me apalparam todinho, pareciam policiais revistando bandido, ou seja, mao em tudo quanto lugar, aff, levaram celular, me contia de nao rir na hora do meu amigo, pois apontavam a arma pro pé dele, e ele se mexia como se fosse bailarino kkkkkkkkkkkkk esquivando o pé dele. levaram dinheiro dele, celular e até as camisinhas que ele tinha no bolso, (pô camisinha? ate ne posto dá de graça aff), aí quando eles iam embora ainda fizeram o favor de me dizer: "olha gordinho nao fala pra ninguem que a gente te roubou"………?pode? k

  31. Estou somente repetindo oque minha mãe ta ditando em

    Quando você era mais novo com uns 3 anos de idade, eu tinha ido ao supermercado BRETAS em juiz de fora
    e tinha ido com sua tia, comigo e com sua prima.

    e você simplesmente sumiu…
    e eu te procurei meu filho em todos os lugares e te gritava e chorava e nada de te achar.
    sua tia quase teve um ataque cardiaco sua prima começou a chorar
    e ninguem te achava meu filho, chamamos o gerente e nada de você aparecer o gerente mandou fechar a loja
    para que não pudesse "sumir" de dentro da loja e a sua prima lembro que antes vocês dois estavam brincando de pique esconde ( na casa da sua tia)
    e começou a gritar pela loja

    cade o lamoni ? cade cade ?
    e depois de muito procurar
    você saiu de baixo de um balcão bem escondido e falo

    " VOCÊ NUNCA VAI ME ACHAR"

    nesse dia meio filho quase morri .

    e so pra constar galera essa foi apenas a primeira vez de 5 HSAUHSAUHSAUH da ate pra escrever um livro

  32. A Maior preocupação que fiz minha mãe passar foi no dia em que ela engravidou de mim!
    Após eu ter nascido foi só Life's Good, e de tão Optimus acabei sendo um 3d de verdade kkkkkkkk

  33. A maior preocupação que eu fiz minha mãe passar foi quando eu tinha 11 anos. Na época, eu participava de um grupo de dança tradicionalista (comum aqui no RS), e nós tinhamos uma apresentação às 20h em uma cidade perto da cidade em que eu morava (1 hora e meia de viagem). Já estavam todos prontos, esperando pra ir viajar, e eu estava esperando meu pai chegar para me acompanhar na viagem, mas ele se atrasou, então acabou por eu decidir, com 11 anos, ir sozinho na viagem. Eu achei que não seria nada demais, indo sozinho pra uma cidade perto da cidade em que eu morava, sendo que eu iria voltar no mesmo dia. Acabou que quando eu voltei da apresentação, eu descobri que minha mãe, preocupada sem saber onde eu estava (naquele tempo, celular era artigo de luxo), chamou policia, ligou pra todos os meus amigos, ligou pra minha escola, quase mobilizando uma procura por mim, porque não sabiam onde eu estava.

  34. A maior preocupação foi quando eu tinha poucos meses de idade, e tive uma febre altíssima que não passava de maneira alguma. Era o único sintoma que não melhorava. Após uns dias tive uma parada cardíaca, e fui levado as pressas para uma clínica onde fui reanimado e depois fiquei internado por mais de uma semana, onde inclusive me mergulhavam numa banheira cheia de gelo para baixar a temperatura. Graças a Deus sobrevivi e pude dar mais alguns sustos como nariz quebrado e acidentes de bicicleta que mais pareciam acidentes de carro.

  35. "eu fugi de casa 3 dias sem avisar minha mãe.ao fim do 3º dia,apareci em casa batendo há porta.já ela tinha dado conhecimento há polícia e toda a gente da aldeia me procurava.tinha apenas saído com uns amigos e fomos passear para um país vizinho coisas de adolescentes…"

  36. Olá! A maior preocupação que fiz minha mãe passar na verdade não foi bem eu. A história foi a seguinte: Eu estava indo pra faculdade e nesse dia peguei uma estrada diferente, deserta por sinal e como já era de se esperar eu fui assaltado 🙁 o incrível é que fui assaltado por um MUDO! E não sei porque esse mudinho resolveu ligar pra minha mãe (era o ultimo nome discado) e e começou a agonizar, talvez tentando falar, não sei! Só sei que minha mãe tirou não sei de onde a ideia de que eu tinha sido sequestrado e espancado ate não conseguir mais falar! As mães sempre pensam o pior possível. Assim que cheguei na faculdade peguei um telefone emprestado e liguei pra ela, que já estava debulhando em lágrimas 🙁 é isso..
    Grade abraço! Dimas Geovane

  37. Fiz minha mãe passar um susto. Minha mãe estava fazendo unha de umas clientes, pois é manicure. Eu tinha, mais ou menos, 10 anos de idade, quando resolvi dar um susto na minha mãe. Fiz de conta que coloquei o dedo na tomada e já caí gritando e estrebuchando, tremendo todo. Minha mãe deu um grito e correu até mim gritando socorro e pedindo pra cliente ligar para Ambulância Móvel. Minha mãe me chacoalhava e chorava. Aí não aguentei e caí na risada. Minha mãe quase teve um infarto, mas ainda teve forças de me dar umas boas cintadas. Nunca mais quis tomar choque. Abraços. Viviane

  38. Um dia fui andar de skate com meus amigos pela rua, numa delas tinha um senhor que gritou: "mamão" e eu disse "não, obrigada!", mas ele estava era chamando o cachorro dele que latia pra nós e que chamava "Mamão". É claro que meu apelido virou Mamão a partir daí, mas a estória mais engraçada foi a primeira vez que meus amigos me chamaram pelo apelido no portão, a minha mãe começou a ficar desesperada, fechando as portas e janelas porque tinha gente avisando que entrou ladrão em casa! O pior é que estava tão engraçado que só depois de muito desespero expliquei que gritavam mamão e não ladrão.

  39. Foi quando eu tinha uns 12 anos de idade, minha mãe me deu uma pisa por conta de uma arte q eu fiz muito grave ( derrubei parte da louça na cristaleira ) kkkk, depois de ter apanhado eu fiquei emburrado com ela, não disse mais nenhuma palavra, no outro dia fui na escola e quando acabou a aula eu fui pra casa de uma amigo meu a fiquei lá até ás 22:00 sem avisar nada, minha mãe surtou pois nunca havia feito algo assim antes, ela começou a pensar horrores do tipo, q eu havia fugido, eu teria sido sequestrado kkkkk ou algo do tipo. Quando voltei vi minha mãe chorando e muito preocupada comigo e me arrependi de ter feito tudo aquilo. Hoje tudo q faço eu aviso ela.

  40. A maior preocupação que fiz minha mãe passar, foi um dia quando tinha uns 28 anos, e estava na rua aqui no RJ, quando fui atravessar a avenida e fui atropelado, fiquei todo cheio de sangue, permaneci 12h no hospital, foram feitos vários exames, para enfim ser liberado, sendo que moro no RJ e ela em Teresópolis, quando cheguei em Terê todo costurado e arrebentado, ai sim ela começou a se desmanchar em lágrimas (só soube pois me falaram, eu estava dormindo neste momento), imagino como ela ficou, pensando na possibilidade de perder seu filho único! Depois disso cada vez mais cuido mais e mais da minha vida e participop tudo a ela!

  41. A maior preocupação que fiz minha mãe passar, foi quando eu tinha 17 anos e resolvi viajar para a festa de aniversário de uma cidade vizinha e não contei para ela. Fui sem um centavo no bolso de carona no porta-malas de um carro com mais 7 pessoas dentro. Ainda tentaram nos assaltar no caminho, tinha uma pedra enorme no meio da estrada, paramos e o sujeito nos abordou, mas como não parava de sair gente de dentro do carro e ainda eu desci gritando do porta-malas, ele desistiu e fugiu! Fiquei três dias por lá só com a roupa do corpo e ainda não tinha celular. Quando finalmente voltei para casa, já tinham espalhado cartazes de "procura-se" nos postes da vizinhança. Isso foi há 6 anos, hoje estou prestes a me formar na faculdade e logo poderei sair do castigo 🙂

  42. A minha mãe realmente tem 24 horas de preocupação, que é o meu turno de trabalho no Corpo de Bombeiros. Em meio a incêndios, desabamentos, enchentes, salvamentos em altura e acidentes de todos os tipos, onde a vida e a morte caminham lado a lado, sua preocupação só termina quando ela vê o seu "herói" voltar de mais um missão, realizada com muita alegria e satisfação, pois não existe bem maior que ajudar as pessoas e a gratidão destas é algo indescritível.

  43. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi o seguinte: minha mãe sempre me buscava na escola normalmente, e quando ela chegou haviam falado que eu ja tinha ido embora, e foram me preocurar em todos lugares: nas classes, no banheiro, na quadra… e não me achavam, e minha mãe nervosa, chorando. Até hoje niguem sabe como falaram pro meu tio, que foi me buscar (e por isso ja havia ido embora), pra ele realmente me buscar. Depois de acalmarem ela, ela resolveu ligar pra nossa casa onde estava eu e meu tio. Depois de ouvir minha voz ela acalmou e veio pra casa. E foi por isso que até mudar o modo que os pais pegam seus filhos nas escolas.

  44. Certa feita quando eu tinha uns 3 anos estavamos passando um final de semana na praia. Minha irmã era bem pequena e por isso requeria mais atenção. Então eu decidi brincar de esconde-esconde, mas sem avisar minha mãe. Fui para debaixo da guarita dos salva-vidas e estava achando muito legal minha brincadeira, sem ter a noção que tinha deixado minha mãe apavorada pensando que me perdeu no meio da multidão que havia na praia. Bem, quando cansei da brincadeira voltei pra onde estava minha mãe e só não tomei umas palmadas por ser muito pequeno.

  45. A maior preocupação que fiz minha mãe passar, foi ter pintado meu braço inteiro com AMORA para que ela achasse que era sangue, dai cheguei e disse:_ Olha mãe o que aconteceu com meu braço, Ô_Ô. Ela ficou Pálida, mas dai eu falei q era brincadeira. Rsrsrsrs.

  46. Foram tantas preocupações que já fiz minha mãe passar, mas a maior delas com certeza, foi quando ela descobriu que eu estava grávida, pois ela não sabia se ria ou se chorava, no momento a expressão de sua face foi uma incógnita, minha vontade era de sair correndo, mas ela estava de pé na porta. Depois do susto começou um longo discurso: quem vai pagar as fraldas, como vai alimentar e a educação, afinal quem vai sustentar? Como dizem: Depois da tempestade, vem a bonança. É claro eu só deixei para contar no final, que eu também iria me casar.

  47. A maior preocupação que eu dei para minha mãe: é muito simples, foi eu ter nascido! Mãe que é mãe, se preocupa constantemente.

  48. olha só hoje tenho 19 anos mais quando eu tinha 9 anos eu fuji de casa e fiquei 23 dias na rua dormindo, pedindo dinheiro e comida no meio da rua comi peixe cru presenciei assacínato e
    passei muita fome se e muito tempo ruim, meu pai tinha sido morto nesse período de tempo e passei por maus bocados hoje graças a deus minha mãe me ama e com fé em deus irei ganha o celular pra dar de presente a ela ´´ mãe vocÊ merece te amo!!!

  49. A maior preocupação que minha mãe passou e também a mais vergonhosa, foi quando ela saiu para trabalhar e eu com 9 anos de idade cheguei da escola, pulei o muro do vizinho para roubar manga, só que eu não vi que o cachorro estava solto e ele saltou e mordeu minha bunda, quando ela chegou em casa, eu tentei esconder, mas não deu, pois eu mal conseguia sentar, quando ela, viu ficou desesperada e me levou para o hospital, fiquei 3 dias internado e o pior tive que tomar várias anti-rábica e anti-tetânica no local e depois de tudo isso, cheguei em casa e tive que aguentar as zoações dos meus amigos, porque estava com a 'bunda mordida'.

  50. Eu tinha por volta dos 16 anos e viajei sozinho para a capital do meu estado, viagem simples… Ia ao ortodontista e depois voltar (o famoso bate-volta), como o atendimento demorou perdi o onibus para o qual comprei a passagem, minha mãe ficou irada comigo e tivemos uma discussão. Milagrosamente apareceu um ônibus de um novo na rota e fui embora para o interior sem avisa-la. Ao chegar me deparei com uns amigos, saímos para lanchar/conversar e quando chego em casa acho minha mãe aos prantos com a mala arrumada dizendo para meu pai que não ia mais esperar ia me procurar nos hospitais da capital. Quase me custa a pouca liberdade que tinha.

  51. A maior preocupação que fiz minha mae passar foi quando eu comprei uma passagem de aviao pra argentina mas acabei comprando pro iraque !!!!! era aquela epoca em que estava tendo as guerras dos eua contra eles e ela ficou doidinha..confesso que até eu..rs…..mas acho que isso causou os cabelos brancos dela….

  52. Quando tive que mentir no dia das maes do ano passado,disse a ela que ia na casa de uma amiga minha prox. a minha,porem fui ao shopping comprar um presente,ao q o onibus foi assaltado ai todos os passageiros foram pra delegacia prestar B.O. ai demorou muito pois tinha muita gente,
    quando cheguei em casa era noite e me avisaram q ela tinha ido pro hospital passando mal porque eu tinha sumido,depois esclareci tudo e comprei o presente dela no outro dia.

  53. Creio eu que a maior preocupação que causei a minha mãe, foi quando em uma tarde qualquer, estava andando de bicicleta e fui inventar de pular o quebra-molas, só que ao pular o quebra-molas acabou quebrando o garfo da minha bicicleta! tive convulsão e fui parar no pronto atendimento, e para minha sorte passou um cara de moto na hora e puxou a minha língua não deixando ela enrolar e tampar minha respiração! e quem me socorreu foi a mãe de um colega meu pois a minha estava trabalhando e só ficou sabendo depois que eu já estava no P.A.

  54. pensando bem eu acho que qualquer coisa de mau que aconteça com agente vai ser uma preucupação enorme para nossas mães desde uma topada que agente lava no caminho pra escola há uma padra que cai na nossa cabeça ou até mesmo quando nos casamos porque mãe é mãe! Ela sempre vai se preocupar com agente e vai continuar….(sorte de quem tem mãe)

  55. A maior preocupação que fazia minha mãe passar era ser muito baladeira..rsrs Sai na sexta a noite e só voltava no domingo a noite..Meu fim de semana era totalmento louco a coitada não dormia fazia promessa para tudo quanto é santo e até pedia para Santo Antonio me arrumar um namorado para que eu fica-se em casa e ela poder ficar sossegada,estou vendo a carinha dela na época me fazendo várias recomendações kkkkk .Minha mãe é uma santa .. E não é que a promessa dela deu certo kkk..arrumei um namorado e me casei e estou com ele até hoje rsrsrsr..

  56. a maior preocuaçao que a minha mae ja te e comigo foi quando eu bati a porta de casa co pro lado de em a chave pro lado de dentro ai . ai eu ligueipra ela todo nervozinho. Ai ela ficou penssamdo que tinha acontesido algo mais cerio

  57. A maior preocupação que minha mãe passou comigo (Uma das muitas que já passou) foi em 2010 quando eu não dei noticias de que iria passar o dia das mães com ela, e ela na apreensão, no domingo liguei logo cedo dizendo que não iria pq tinha uns contratempos e que não iria passar o dia das mães com ela. Depois de meia hora eu apareçi, e apareçi com o presente dela. Uma tatoo com o nome dela (Copiei a letra da assinatura da identidade dela) ela adorou. Ps: Eu estava na cidade vizinha na casa de meu Pai, pois morava com ele, e fui para a cidade dela em minha moto.

  58. A mais preucupaçao foi quando eu tinha mais ou menos 1 ano , minha mae meu pai minha irma quase a familia toda fomos pra praia i la na casa tinha uma piscina de 1.30 ai eu tava brincando asim longe da piscina nao sei oq aconteceu eu fui pra piscina i cai sorte que minha irma i minha prima me solvo nisso minha mae me levo no hospital fiquei 1 dia pra tomar um soro pq bebi muita agua com cloro … queles negocios pra por na agua dps que voltamos no outro dia foi praticamente uma festa .

  59. foi no carnaval de 2011 , fui pra festa 22:30 aê chegue no i outro dia 7 hrs da manha maior pórre !! kkkkkkkkkkk a casa dos meus tio é bem do lado da minha , aê fui pra la p mae nao brigar "" cheguei e fui dormi na cama do meu primo!! a mae tava loucona ja sem saber onde eu tava , tinha ido em todas as casas dos meus amigo ii eles dizendo que me viram eu entrar em ksa, ela foi procurar na casa toda e nada de me encontrar. deu 1, 2 , 3 , 4 … 8 hrs da noite ii nada deu aparecer (ainda tava dormindo kkkk) ae ela desesperada foi falar com meu tio dizendo que eu tinha sumido ja ia fazer 24 hrs !!! ae meu tio disse que eu tava la """ ela foi la onde eu tava ii me acordou com um tapao bem na fuça kkk ainda hj doí """"" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. e ate hj ela fala nesssa historia ae !!!kkkkkkkkkkkkk te adoro mamae ^^

  60. A maior procupação que minha mãe teve comigo, foi quando com 5 anos de idade ela mandou eu descer até a cozinha da minha avó e pegar uns legumes , pq ela queria fazer a janta pro meu pai. Mas a coziinha estava escura, e eu tinha medo de escuro.. então acordei minha avó e pedi para ela pegar pra mim, mas ela disse pra mim ir lá que era só abrir a geladeira.. Acabou que eu de tanto chorar na escada, na hora de descer acabei escorregando na pocinha de água que deixei, e rolei até o último degrau, além de ter cortado a minha testa e levado 15 pontos..

  61. Eu estava voltando do trabalho de bicicleta e carregando uma sacola no guidão da mesma. Foi quando a sacola enrroscou na roda da frente e eu voei e bati a cabeça no meio-fio da estrada. Pra minha sorte um colega estava passando de motocicleta e me levou para a emergência de um hospital. Algumas horas depois minha mãe foi me visitar e levou um grande susto: eu havia perdido a memória e não tinha nem idéia de que era aquela senhora chorando e me abraçando kkkkkkkkkkkkkkk. Algumas horas depois eu "voltei" do meu transe e reconheci minha mãe e o resto da minha familia. Reparei que no meu celular, na época um sony xperia titaniun havia fotos do meu acidente que meu colega tirou, se eu ganhar esse LG 3D pelo menos as fotos ficarão mais legais aihaihiahihaia. Valeu galera!

  62. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando eu tinha 9 anos, estudava na mesma escola que o meu irmão (que na época tinha 11 anos), e um dia resolvemos não ir à escola e voltamos para casa, só que gostamos tanto da idéia que ficamos cerca de três meses sem ir à aula, até que a diretora entrou em contato com minha mãe e a chamou, em contrapartida no mesmo dia uma vizinha havia visto que nós estávamos embaixo do viaduto (onde escondíamos nossos materiais) e chamou a polícia, que nos levou de camburão até a escola, justamente no momento em que minha mãe estava lá, nos vendo descer do carro e mega assustada com a situação.

  63. Minha histíria começa quando eu fui de carona com minha mae no shopping, depois que ela me deixou lá eu me encontrei com meus amigos e fizemos a farra lá. Só que detalhe, eu tinha esquecido o celular no carro e nem me dei conta. Um tempo depois um dos meus amigos atende o celular e me passa dizendo que era minha mae e que iria me buscar. Detalhe, já era tarde da noite perto do shopping feichar. Foi uma discusão de como eu iria voltar pra casa, se era de ônibus ou de carona com ela. Acabou rolando um desencontro, ela tinha ido me buscar e não me encontrou lá no shopping pois eu tinha voltado pra casa de ônibus. Quando cheguei em casa foi uma discussão por causa desse episódio. Bom isso serve de lição pra que no próximo dia das mães a gente faz esses erros mais vezes só para deixar marcado nas nossas vidas e eu poder contar pros meus filhos e netos minhas aventuras e como deixar suas mães preocupadas.

  64. Após um intercâmbio na Alemanha acabo de voltar para o Brasil com muitas experiências, bagagem cultural e com meu jovem coração pela primeira vez completamente apaixonado. Minha mãe já sentiu que meu amor não tem fronteiras portanto a sua maior preocupação é que a qualquer horas dessas eu volte voando para viver esse grande amor.

  65. Decidida dar uma de aventureira, resolvi fazer uma pequena trilha com os amigos.Destino: Agulhas Negras!Bom, como sempre precisava ligar para minha mãe quando chegasse:“Alô mãe?! Só pra falar que aqui é demais! Ah e parece que vamos escalar uma montanha, mas parece tranquilo, já fizeram várias vezes”.E essas foram as últimas palavras que eu disse para minha mãe antes de escalar 2 791,55 metros de altitude, ficar presa entre as pedras, dar uma de Tarzan com uma cordinha para pular pro outro lado, escorregar na parte mais íngreme da montanha e ficar quase 4h sem beber água ou comer. Detalhe: sem equipamentos.Voltar viva depois disso tudo foi o menos chocante, porque ver a reação da minha foi bem atormentador.Não entrarei em detalhes, mas. sempre antes de sair eu tenho que responder a pergunta: ” Como é mesmo o passeio que você vai fazer?!”

  66. Foram várias preocupações. Sempre fui muito levada, bagunceira, enfim. Fazia coisas de deixar qualquer mãe maluca. Quando eu tinha 3 anos,por ser muito levada, mamãe antes de dormir trancava a casa toda e colocava a chave debaixo do travesseiro para eu não fugir de casa. Quando foi um belo dia, mamãe acordou e a casa estava um silêncio e ela foi logo passando a mão debaixo do travesseiro p ver se a chave ainda estava lá e a chave estava, e a casa estava toda trancada, as portas, janelas, tudo. Aí ela me procurou pela casa toda, em todos os lugares, armários, guarda-roupa,debaixo da cama, tudo. E nada de eu aparecer. Mamãe ficou desesperada. Aí ela foi na cozinha e escutou um barulho, quando mamãe abre a geladeira, quem estava lá dentro? Eu =] Estava escondida dentro da geladeira. Abri aquele sorrisão e falei: Mamãe me achou!

  67. Certa vez, quando eu estudava no antigo CEFET-SP UNED CUBATÃO, deixei rolar uma confusão enorme. Nessa época eu fazia o terceiro ano do ensino médio na cidade de Cubatão pela manhã e durante a tarde fazia curso técnico em Programação na ETEC Aristóteles Ferreira (Centro Paula Souza), em Santos.
    Como a menina que eu namorava na época estudava também no CEFET de Cubatão, porém não no mesmo período que eu (ela fazia ensino médio de tarde), acabei não indo para Santos assistir à minha aula do técnico para passar a tarde com ela. Como ela morava em Praia Grande, precisava pegar um ônibus chamado Terminal Tatico, que na Baixada Santista é famoso por sempre estar lotado, devido às pessoas que moravam em Praia Grande e trabalhavam nas usinas de Cubatão.
    Nesse dia fiquei com ela no ponto de ônibus até que passasse um ônibus vazio.
    Apesar da aula dela ter terminado 18h, o tal ônibus vazio só passou às 21h, só depois disso peguei o ônibus para Santos, para ir para casa.
    Nesse dia acabei ficando sem bateria no celular durante a tarde e minha mãe não conseguia falar comigo.
    Quando ela ligou na ETEC e disseram que eu não tinha ido para a aula, ela começou a me procurar desesperadamente, ligou para a polícia e para todos os meus amigos, afinal eu deveria estar em casa por volta das 19:30…
    Sem saber de nada, por estar sem bateria e, portanto, incomunicável, entrei no ônibus e fiz uma viagem tranquila, até que o ônibus parou repentinamente e uma pessoa me chamou e apontou para fora.
    Quando olhei vi um carro cruzado na frente do ônibus e o ex-marido da minha mãe, que é militar, me chamando do lado de fora.
    Saí do ônibus e entrei no carro, eles me contaram tudo que tinha acontecido e me deram a maior dura do mundo.
    Depois de contatar a polícia, o ex-marido da minha mãe estava indo para Cubatão de carro com minha mãe para me buscar, pois ambos tinham certeza que eu tinha ficado lá para passar um tempo com minha namorada. Quando estavam na estrada minha mãe teve a impressão de ter me visto no ônibus e falou para o ex-marido dela, que deu meia volta com o carro e foi atrás do ônibus, brecando bruscamente na frente dele para fazê-lo parar e mandando eu descer, como já contei.
    Algumas vezes já voltei para casa muito mais tarde do que nesse dia sem dar nenhuma notícia, mas com certeza essa foi a vez cujas consequências originaram fatos mais graves entre todas as outras!

  68. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando eu tinha 12 anos de idade e acabei me escondendo, sem querer, após ouvir ela reclamando porque eu não queria estudar, ela estava no meu pé pois eu teria uma prova no dia seguinte. Logo após ficar com raiva por ela estar enchendo meu saco fui para cama chorando a os berros. Algumas horas depois minha mãe foi me chamar para jantar e não me encontrou, foi na rua e perguntou se meus amigos haviam me visto, ninguém sabia de nada, meus amigos e todos que na rua se encontravam iniciaram a busca a mim pelo condomínio onde moramos, já que eu não estava autorizado a sair de lá e o guarda não me vio passar. Depois de mobilizar a polícia e vai saber mais oque, a nossa vizinha deu a idéia de me procurar dentro de casa, procuraram em todos os cômodos, em armários, guarda roupas até que ao olhar embaixo da minha cama, estava eu lá, dormindo, acho que chorei tanto que peguei no sono, quando me acordaram não entendi nada, minha mãe chorando, tadinha, ja eram umas 21h e eu estava cheio de sono, então me colocaram na cama, peguei no sono. No dia seguinte, estava tentando entender oque políciais faziam no meu quarto naquela noite, até que minha mãe me eplicou tudo, quase levei uma surra. TE AMO MÃE!

  69. No dia do meu aniversário de 17 anos, eu sai de casa por volta das 17:00 horas falando que iria visitar uma amiga da escola por conta do trabalho , mas na verdade eu sai de casa para ir namorar com uma menina que eu estava ficando. Cheguei em casa 00:30 e minha mãe estava na varanda chorando muito e quando me viu, veio correndo e me abraçou, e disse, liguei para a policia, fui nos hospitais aqui perto de casa e nada de você, seus amigos vieram com bolo refrigerante pra te fazer uma surpresa e você não estava, inclusive veio junto a tal amiga que vc falou que iria na casa dela, por isso você me deu essa preocupação toda. Contei que eu estava namorando, por isso menti. E disse pra ela me dar um celular, pois assim me acharia sempre que quisesse, e assim ganhei o meu primeiro celular, por conta de muita preocupação da minha mãe.

  70. A maior preocupação que fiz a minha mãe passar, na verdade, não remete a um único momento. Todas as vezes em que estive distante, sem dar sinal de vida, sei que ela ficou com um aperto no coração e tudo que mais queria era poder me ver ao vivo, em três dimensões. Ah, se ela tivesse um LG Optimus 3D… Era só deixar um vídeo gravado em 3D e aliviar sua agonia!

  71. Viajando sempre a trabalho meu coração acabou bloqueado com um amor no Norte e outro no Sul. Mas acabei dando linha porque depois de algumas ligações originadas do Nordeste fiquei completamente conectada. Se a minha memória me permite, a maior preocupação da minha mãe naquele tempo era ver o meu orçamento dando sinais de ocupado devido as altas contas do celular.

  72. Viajando sempre a trabalho meu coração ficou bloqueado com um amor no Norte e outro no Sul. Mas acabei dando linha porque depois de algumas ligações originadas do Nordeste fiquei completamente conectada com uma nova paixão. Se a minha memória me permite, a maior preocupação da minha mãe naquele tempo era ver o meu orçamento dando sinais de ocupado devido as altas contas do meu celular.

  73. A maior preocupação que já fiz minha mãe passar foi quando fui assaltado, e o desespero da minha mãe foi saber que roubaram meu celular , pois a solução que encontrei foi "confiscar" o celular dela, que é de última geração, para tirar onda por aí, pois óbvio, sou um tremendo filho da mãe!

  74. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi uma vez que ela saiu pra fazer a feira, daí fiquei a manhã toda pensando em um jeito de brincar com ela, do nada me surgiu uma ideia, quando ela chegou em casa, subi na mesa, passei uma corda pelo meu pescoço e coloquei no teto, quando ela chegou ela ficou lá me olhando, aí eu gritei, HA, apanhei tanto, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, mas hoje ela dá risadas dessa situação.

  75. A Maior preocupação que eu ja fiz a minha mãe passar foi ficar sem dar Sinal De Vida por 10 anos,fiquei fora do ar,desconectado do mundo em Profunda Depressão de 1997 a 2007 Minha Mãe sempre me manteve em sintonia com o mundo,ela sempre esteve conectada ao meu coração 24hs por dia mantendo o meu coração pulsando,oxigenando a minha vida,ela sempre Minimizou os meu problemas,e Maximizou as soluçoes,se não fosse ela me dar um toque para eu voltar a acessar o mundo e ampliar meu espaço de diversão eu não teria encontrado a solução,agora eu estou de volta a vida e eu não quero perder esta conexão,assim eu deixo o meu passado no HD,vivo o presente em FULL HD e me divirto em 3D.

  76. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi na minha infância e eu tinha mais ou menos uns 13 anos eu acho e não foi só minha mãe foi algumas tias e tios meus porque quem criou a confusão foi eu e mais 4 primos, foi o seguinte: na casa da minha avó estava faltando água(meu tio é SARGENTE DA AERONÁUTICA aqui em Recife-PE)daí fomos eu e meus primos com meu tio para a base aérea(onde fica também o aeroporto de Recife)tomar banho.Perguntamos ao meu tio se poderiamos dar uma volta pra conhecer o lugar e ele falou que sim mais não pra ir muito longe,daí achamos um AVIÃO CAÇA estacionado,ficamos empolgados,e fomos ver,e logo após começou novamente a "exploração" e quando menos esparavamos,vimos uma AERONAVE descendo cada vez mais em nossa direção…que foi quando menos esperavamos ela estava pousando BEM ao nosso lado e daí foi que fomos ter a noção que estavamos bem na PISTA DE POUSO do aeroporto e logo após CARROS COM SIRENE em nossa direção,saimos correndo mas fomos pegos,e conseguentemente levamos uma bronca que nunca mais esqueci,fora a preocupaçao que fiz todos passar,eu era o mais velho dos primos, meu tio quase foi espulso da aeronáutica.Acho que a maior preocupação que dei "não só" a minha mãe foi essa.VLW

  77. Eu devia ter 12 anos, não lembro exatamente o motivo, mas eu me escondi no guarda roupas… o problema é que fiquei muito tempo lá dentro e acabei dormindo. Minha mãe foi a loucura e me procurou com a família inteira pelas ruas, em um dado momento ela chorando em casa meu desaparecimento…meu pai abriu o guarda roupas e lá eu estava dormindo…rs Até hoje não sei porque diabos eu entrei no guarda roupas 😛

  78. Um dia eu inventei que queria fugir de casa.Fiz uma trouxa de roupas,estilo Chaves do Oito, e fiquei andando pelo bairro, esperando alguém sentir minha falta.Naquela época nem existiam celulares, acho que era 1987.Fugi de manhã, mas voltei pra hora do almoço.Pra mim foram algumas horas, pra minha mãe, uma eternidade.Ela me recebeu chorando, de braços abertos e com uma cinta na mão.

  79. Em 1992 fiz uma viagem para a India e Nepal e mandei um cartao postal para minha mae que iria ficar no Nepal e havia me convertido ao budismo e iria morar em um mosteiro, ela achou que fosse verdade e tentou falar comigo no hotel que estava em minha programaçao logo que recebeu o cartao e falei que era brincadeira.

  80. quando ela decobriu que eu estava com LEUCEMIA LINFOIDE AGUDA ,prestes a morrer se não fizessem um TRANSPLANTE DE MEDULA OSSEA logo eu morreria .Por sorte ou melhor muita sorte minhas DUAS IRMÃS FORAM COMPATÍVEIS minha VIDA ESTAVA SALVA AGORA FAZER OS EXAMES PARA SER TRANSPLANTADA DAÍ DESCOBREM QUE TENHO HIV POSITIVO minha mãe quase infarta de tanta preocupação!!!!!!! mas no fim TUDO DEU CETO AGORA TRATO O HIV E ESTOU CURADA DA LEUCEMIA minha mãe tá bem e assim vamos seguindo em frente!!!!!!

  81. Amaior preicipação da minha mão foi quando eu fui atropelado e quebrei as pernas e um braço e machuquei a cabeça e fiquei coma poucos dias mais infelizmente eu por ter batido a cabeça esqueço as coisas e não me lembro de ninguém da minha infancia nem do meu pai eu lembro do rosto isso é eu tinha apenas 10 anos hoje com 41 continuo sem passado é triste minha mãe até hoje me ajuda a lembrar sem sucesso eu só conheço o presente.

  82. A maior preocupação que fiz minha mãe passar foi, aos 17 anos, quando sai para uma festinha apenas de amigos conhecidos com hora marcada para terminar e voltar para casa, onde simplesmente eu não cumprir…saímos da festinha e fomos para um barzinho, detalhe (resolvemos apostar o tal do vira vira virol) e nessa brincadeira rolou todo tipo de bebida, final da história não lembro como voltei pra casa, mas lembro que minha estava aflita pois eu não respondia nada e tadinha da mão dela, já estava doendo de tanto me bater no rosto e eu só respondendo: EU NÃO TÔ SENTINDO NADA!!!.

  83. Eu tinha 15 anos, fui a uma festa de aniversário de um colega de clube naquela época não existia telefone celular ainda e eu esqueci de dar o endereço só falei mais ou menos onde era a festa. Enfim a festa estava boa, eu perdi a hora, tive que dormir na casa do aniversariante e não liguei para casa até porque não tínhamos telefone, no dia seguinte pela manhã cedinho minha mãe chorando estava na porta do meu colega, ela já tinha acionado até a polícia. Até hoje eu ainda não sei como ela conseguiu chegar onde eu estava, hoje nós rimos sobre isso e ela exagerada diz que não foi só a polícia que ela acionou, ela chamou Exército, Marinha e Aeronáutica. kkk!!!

  84. Pessoal, apesar de possuir 34 anos bem vividos, continuo deixando minha Mãe sempre preocupada! Rsrsrsrsrsrsrsrs 😀 Creio que a maior das preocupações e que ainda a deixa preocupada todos os dias ocorreu em 2010 quando eu decidi me casar e imediatamente após o casamento, decidi morar num Estado com minha esposa onde estamos a +/- 2000 km de distância de minha Mãe! Foi uma decisão muito difícil para ela aceitar e entender ainda mais que trouxe meu irmão junto comigo! Ah! Saudade! Minha Mãe sempre me liga preocupada e emocionada! Amor de Mãe é assim! Não se explica, se contempla! Mãe te amo mais do que todos os ontens e menos do que todos os amanhãs! Obrigado por tudo! <3

  85. Não precisei viajar longe,muito menos pular de um precipicio,para que a preocupação de minha mãe subisse às alturas.Ela,sempre mãe coruja,precisou dar um upgrade para estar sempre conectada ao filhão aqui.Ingressou nas redes socias,curtindo cada detalhe de minha vida,mas principalmente,seguindo de perto meus passos,levando-me para qualquer lugar em sua bolsa.Numa certa tarde,enquanto eu estava voltando da escola,minha mãe estava assistindo jornal policial,e uma das noticias mexeu muito com ela,quase que instanteneamente me ligou,mas o celular estava sem bateria.Ela preocupou-se,ligou para todos os meus colegas,ninguém tinha me visto,já estavam em casa.Então saiu desesperada ao meu encontro,e ao me ver na esquina correu pro abraço,só pra dizer:-Filho Eu te Amo!

  86. Foi quando resolvi transformar a CAIXA DÁGUA da nossa casa em uma PISCINA, pois minha Mãe MERGULHOU num MAR de preocupação, chamou os bombeiros para poder me tirar de cima do telhado e no final da história me deixou mais de um mês de MOLHO no castigo!

  87. EU QUERO MUITO GANHAR NO MOMENTO EU NÃO TENHO NENHUM APARELHO DE CELULAR E AINDA , ESTOU DESEMPREGADO A MAIS DE 4 MESES EU PRECISO DE UMA COISA BOA ACONTECENDO NA MINHA VIDA EU PRECISO DO CELULAR , EU QUERO GANHAR!!!!!!!!!!!!!!!!

  88. foi no dia que um amigo meu que estava comigo no rio capital ligou para uma irmã minha na região serrana dizendo que era um policial e que estava no acidente que tinha acabado de aconter e queria informa que eu tinha morrido carbonizado e que só tinha sobrado meu celular uma das minhas lentes de contato. com isso minha irmã que atendeu começou a passar mau, ja que ela tem problema de coraçãol então ligaram para minha mãe que então teve uma grande preucopação; não sabia se socorria minha irmã ou se corria atras de mim para saber se era verdade ou não o telefonema , já que meu amigo ezagerou no trote. acho que isso foi uma grande preocupação ate porquê ela teve que esperar ate no outro dia quando chegue para saber se era mentira ou não , eu não tive coragem de atender o celular no dia para dizer que era só um trote. coitada da minha mãe.

  89. Foi em um dos meus porres básicos, onde me despeunquei de Niterói para Nova Iguaçu, não sabia como, onde estava e nem com quem…Só sabia dizer que tinha atravessado a ponte. Ela não tinha como me achar, eu não sabia onde estava e com quem estava. Sei que fui a um baile e que acordei sentada na porta de uma padaria, entrei em um taxi e mandei o motorista falar com minha mãe ao telefone para ela dizer como chegar até minha casa.

  90. A maior preocupação que eu fiz a minha mãe passar, foi quando eu quando criança por volta de 13 anos, acabei tendo um amor platônico por um padre. Não comia, não dormia, só falava e pensava nele. O mais incrível disso tudo é que eu coloquei na cabeça que queria seguir a carreira religiosa ao lado dele. Não importava o que a minha mãe havia me dito que jamais ele poderia se casar comigo. O que me importava é estar perto dele. O que eu não contava é que se eu virasse freira, pouco ficaria próximo dele. Hoje, trabalho com serviço social, e compreendi o que era o amor que eu sentia, não era pela carne em si, mas sim por poder ajudar como ele fazia sendo boa com as pessoas.

  91. A Maior preocupação foi num carnaval, eu com 17 anos viajei aqui do RJ para Rio das Ostras, uma cidade a 150km de distancia. Claro que ela sabia e autorizou, só que na empolgação da bagunça não liguei nem um dia para dar notícias, naquele tempo eu não tinha celular…Cheguei em casa na quarta-feira de cinzas, a coitada estava no sofá da sala aos prantos. Ela se levantou me encheu de beijos e o que aconteceu depois nem precisa dizer né??? Foi marcante…rsrsr

  92. Quando e passei um trote para há minha mãe
    quando eu estava na rua vinjir que era um sequestrador e pedir 10,000 e marquei um encontro na mata minha mãe tinha só 7,000 reais mais depôs só tinha eu minha mãe me deu um fora ela estava chorando

  93. Bom a maior preocupação que fiz minha mãe passar foi quando eu fui a uma palestra sobre o SO Android aqui em Fortaleza na Cecomil, mas ficava do outro lado da cidade e eu num fazia a menor ideia de como chegar lá.Entao eu e um amigo fomos até essa loja as 19:30 sendo guiados pelo google maps do Defy+ do meu amigo.Chegamos em um local e tivemos que descer do onibus mas num era nem perto de onde nós deviamos estar.Liguei pra minha mãe e disse que eu tava perdido,no meio da ligação a bateria do meu galaxy 5 acaba e fico sem contato com ninguem,só eu e meu amigo no meio do desconhecido do outro lado da cidade.Consegui chegar a palestra depois de pegar varios onibus,mas só consegui chegar em casa no outro dia.(Dormi na casa do meu amigo).Minha mãe estava desesperada e me abraçou e beijou muito e quase nao me largou.

  94. A maior preocupaçao de minha mae foi…
    Quando ela nao se preocupou com migo.Quando uma mae preocupa e sinal de ela ama seu filho,a mae que se preocupa com filho ele ele deve saber que ela ama ele muito…

    Entao a maio Preocupaçao de minha mae foi quando eu dise que ia viajar e voutar en dois dias e so voutei em 15 dias…

  95. A maior preocupação que fiz minha mãe passar.

    Foi um dia que ele estava indo pro shopping e tinha colocado um frango para assar, ela me disse Maikon daqui 15 minutos desligue o forno, mas eu não ouvi e estava jogando vídeo game, depois eu subi pro meu quarto pra dormir, passou-se duas horas e minha mãe chegou gritando em casa e eu dormindo, ela gritava Maikon, Maikon, Maikon quando acordei a cozinha tinha pegado fogo e fogão tinha derretido, por sorte o bujão de gás não explodiu.

    No dia ela ficou muito brava comigo, porém o fogão dela tinha 10 anos estava velho e amarelado ela queria muito trocar mas não tinha condições, por sorte lembrei que tínhamos seguro em casa e no final ela acabou ganhando um fogão novinho..

    Depois do susto deu tudo certo e ela ganhou um fogão novinho do seguro..

  96. a maior preocupação que eu dei pra ela, foi qdo comprei um celular optimus p350 e estragou o fone de ouvido e não consegui encontrar outro pra comprar, passei a maior vergonha , pensei será que o pessoal que mandou produzir não tem mãe , pois fazer um aparelho sem reposição de peça , faz qualquer mãe fica maluca da vida com vc a vida toda

  97. bom a maior preocupação que dei minha mãe foi quando tinha 5 anos eu engoli um prego, nossa ela ficou muito aflita mais no final deu tudo certo.

  98. A maior preocupação que minha mãe teve comigo foi quando eu tinha uns 5 anos de idade. Eu estava na cerca do curral em uma fazenda na qual meu avô Alfredo trabalhava. Era o fim da tarde. Os vaqueiros estavam trazendo o gado para o curral e nesta boiada havia uma vaca da raça Guzerá que tinha parido naquela semana, ela olhou pra mim e partiu pra cima. Eu me desesperei. Desci da rápido da cerca. Entretanto, a vaca voltou para a porteira, saiu do curral e me perseguiu até o aprisco dos bodes onde tentei me refugiar. Mas não consegui fechar a entrada, então ela entrou atrás de mim. Felizmente, os vaqueiros vieram em meu socorro e a encurralaram num canto com estacas. Saí ileso dessa, mas quando cheguei à sede da fazenda minha mãe estava passando mal, tremendo e sendo atendida pela minha avó Zilda. No final, tudo acabou bem.

  99. foi quando comecei a beber ,sair as escondidas e minha mãe e meu pai ficaram muito preocupados pois por incentivos de amizades eu perdi a confiança dos dois,enquanto eu dava ouvidos aos meus colegas que só queria me levar para a perdição,para um abismo e cada vez mais eu afundando,mas chegou um dia que eu parei e disse meu isso não vai me levar a nada eu novo podendo desfrutar minha vida de um jeito melhor tava me passando por isso,mas dai eu parei para ouvir mais os conselhos dos meus pais e hoje não quero mais saber dessas coisas que me faziam mal ,por isso gente eu digo quando pai e mãe fala é Deus falando e digo que escutem o que seus pais dizem ele sempre que o nosso bem.pessoal se puderem votem ai,por favor obrigado desde já!!!!!!!!!!!!

  100. A maior preocupaçao de minha mae foi…

    Desde de pequeno sempre antes de sair eu avisava pra minha mãe o local, com quem eu iria e que horas mais ou menos eu voltaria. Eu dormi fora de casa pela primeira vez e não avisei, também pela primeira vez. Quando eu voltei ela estava aos prantos, achando que tinha acontecido algo grave comigo. Como eu a amo muito e não quero que ela passe pela mesma situação, nunca mais esqueci de avisar.

  101. A maior preocupação que minha mãe ja passou foi ….

    No dia em que eu coloquei um gatinho pra andar no meu tratorzinho de brinquedo e depois eu fiquei curioso pra saber o que tinha dentro dele ,peuei umafaca e abri ele da garganta até as partes genitais kkkkkkkkkkkk deixando ele todo aberto e ensanguentado no chão. minha mãe viu aquilo e ficou muito louca e me xingou depois disso eu sai .. e era de manhã e eu só voltei a noite com medo do que ela iria me fazer kkkkkk

  102. a maior preocupação de minha mae foi…
    Quando eu sai de casa sem avisar ela e fiquei na rua sem celular ate as 02:00 da madrugada e ela tinha ligado pra policia pros meus padrinhos pra minha avó e nisto foi dando uma confusão quando eu cheguei em casa ela me surpreendeu com a policia minha familia quase toda na rua e ela chorando com um copo d'agua na mao e eu tranquilo até rindo sem saber que eu fiz ela se preocupar ao ponto de chamar a policia,so que depois desta preocupação eu nunca mais pude sair na rua depois das 21:00 🙁 …

  103. A maior preocupação que a minha mãe passou. foi ao assumir a minha Homossexualidade.
    Tudo começos em um almoço de família em Santo André, neste dia eu não pude ir! segundo minha mãe, foi muito bom, estava muita gente reunida,aí rolou a ideia de falarem sobre gay na família.
    onde, cada participante falou a sua opinião sobre ter, ou não um gay na família, E, justamente quando chegou na vez da minha mãe, Ela simplesmente disse que aceitaria, e. que não deixaria de amar e apoiar. (Claro que tudo não passava de conversa fiada), E, assim que ela saio de lá, no mesmo instante minha confidente. Daniela (minha prima), me ligou às pressas, dizendo que ela tinha saído de lá com algumas ideias, e dúvidas.
    E, ao chegar, começou dizendo que foi muito divertido até tocarem o assunto de ter algum GAY na família. Foi quando vi que não tinha outra alternativa senão assumir. pois durante nossa conversa. E, ao ouvir a palavra, – Mãe EU sou gay, ela não quis acreditar, pois sabia que não seria nada fácil, já que telejornais não param de divulgar reportagens sobre agressão á GAYS.
    Nesse dia, vi o quanto estava preocupada, pois quando nós chegamos em SP, meus pais se separaram meses depois, e quem batalhou por nós, foi ela sozinha, se não fosse minha tia de consideração que nos acolheu, foi onde conheci meus primos: Patricia, Daniela e o Daniel.
    no começo as coisas não foram nada bem, más depois de poucas semanas. voltamos a ser uma família novamente. Minha Mãe é um show de bola. Te Amo.

  104. A maoir precupacao da minha mae .quando ela estava lavando roupa ela minh
    chamou para ir a comprar agua sanitaria ,e ela me entregou o dinheiro em
    moeda .e eu era acostumado de brincar como colocando na boca y foi que eu
    coloquei a moeda na minha boca e engole a moeda …..essa foi
    zay cohelo parana..

  105. CERTO DIA PEGUEI O CELULAR DELA POIS EU ESTAVA SEM CRÉDITO, TROQUEI O MEU CHIPE PELO DELA. AEE ELA PRECISOU URGENTE DE LIGAR PRA UMA PESSOA E DIZIA Q N TINHA CREDITO. ELA GRITAVA E CHORAVA POIS ERA CASO DE VIDA OU MORTE, E EU TINHA VIAJADO SEM DIZER A ELA. FOI AE Q LIGUEI E AVISEI. FUI PROIBIDO DE CHEGAR PERTO DO CELULAR

  106. a maior preocupação que fiz minha mãe passar foi numa tarde de 2008 pedi para minha mãe para ir a casa de uma amiga minha mãe deixou então fui minha amiga me convidou para ir a uma festa onde ela foi convidada e já era noite.
    na casa da minha amiga tomei banho e me arrumei, nisso acabei não avisando minha mãe eu e minha amiga fomos a festa, e a festa acabou quase 2 da manhã e quando voltamos estava lá minha mãe me esperando com um carro de policia e chorando muito.
    eu acho que essa foi a maior preocupação que fiz minha mãe passar…

Deixe uma resposta