Diz que você não estava com saudade da fragmentação do Android?

Os números mais recentes das distribuições Android chegaram e as coisas não estão muito melhores em relação ao mês passado para o Jelly Bean (Android 4.1) e o Ice Cream Sandwich (Android 4.0)

O Jelly Bean, que fez sua estréia a dois meses atrás, dobrou sua base de usuários nesse tempo, mas ainda está com apenas 1,8% da base de dispositivos que executam Android.  No mês passado eram 1,2% de pessoas, um público composto basicamente pelos dispositivos Nexus e ROMs alternativas. Grandes fabricantes Android, como Samsung e HTC, planejam lançar suas atualizações da jujuba a partir deste mês e com o lançamento do Galaxy Note II, podemos esperar ver um grande salto nestes número nos próximos meses.

O Ice Cream Sandwich, por outro lado, diminuiu o seu crescimento após um alguns meses de forte crescimento, pulando de 20,9% para 23,9%. Claro que este valor poderá ver um tremendo crescimento, uma vez Sony, Motorola e outros começaram a rolar a atualização do ICS para muitos modelos. Mas não espere um grande aumento deste número no futuro, pois os fabricantes estão mudando o foco de sua atenção para Jelly Bean para os dispositivos mais novos e deixando uma tonelada de dispositivos velhos permanentemente presos ao Gingerbread.

Falando de Gingerbread, este é a versão do Android mais usada, está agora em 55,8% dos dispositivos Android, um pouco abaixo de 57,5% no mês passado. Como a maioria dos dispositivos que compõem este número são de dispositivos de medium e low-end, que nunca irão ver uma atualização em sua vida, não espere que este número diminua tão cedo.

A única forma da base de usuários Gingerbread reduzir drasticamente será quando as pessoas finalmente se livrar desses dispositivos e avançar para algo rodando uma versão mais recente do Android. Mas como grande parte destes dispositivos Android low-end é de propriedade de pessoas que não são susceptíveis de atualizar rapidamente, ou nem se importam com isso, este número não vai cair tão cedo. Logo não se engane, o Gingerbread está aqui para ficar um tempo.

E por fim, os 18,7% restantes é composto por usuários de Honeycomb, Eclair, Donut e Cupcake! O triste é ver os 1,9% do Honeycomb. São tablets que ainda não receberão atualização de seus fabricantes, como o Galaxy Tab 10.1 de primeira geração da Samsung. São equipamento muito bons em termos de hardware, que podem estar sendo relegados ao ostracismo em nome do consumismo desenfreado.

Você quer comentar estes números? Deixe o seu recado aí!

FONTE

1 Comentário

  1. Com certeza esta fragmentação do android poderia ser bem menor caso o Google obrigasse os fabricantes a ter uma política de atualização transparente…mas o que manda e o $$..

Deixe uma resposta