lumia-800.jpg.499x282.auto

A Nokia está passando por grandes mudanças. Desde o anúncio de sua parceria com a Microsoft e o uso do Windows Phone 7 muitos tem se perguntado até que ponto essas mudanças tem afetado a empresa. De uma coisa podemos ter certeza: ela não é mais a velha Nokia.

lumia-800.jpg.499x282.autoEmbora o Windows Phone 7 seja sua prioridade, ela ainda dá o devido respeito aos seus dumbphones e também ao Symbian, seu antigo queridinho. Outro fato é que ela colocou no mercado o smartphone que nasceu morto N9 em mercados onde o Lumia 800 com WP7 não chegou, como no caso do Brasil. Mas a empresa está confiante que dará a volta por cima, afinal Stphen Elop está apostando suas fichas no Windows Phone 7, pois até mesmo disse que o Lumia 800 é o verdadeiro primeiro Smartphone com Windows Phone 7. Samsung, HTC e LG não devem ter ficado felizes com essa declaração, mas é fato que a Microsoft irá priorizar a parceria com a Nokia.

Mas embora os executivos estejam dizendo que as vendas estão indo muito bem, será que a Nokia está recuperando o respeito? O primeiro lugar para analisar isso obviamente é a Finlândia, terra natal da empresa. A Nokia é um orgulho nacional, afinal a empresa é uma das coisas mais importantes ligada ao país que está presente no mundo todo. Mas um relatório recente da Taloussanomat Helsinki mostra que o orgulho dos finlandeses vem diminuindo. Nos últimos 12 meses a Nokia perdeu 45% da quota de mercado, tendo o seu domínio caído drasticamente de 76% para 31%.

Leia também | 10 razões para a Nokia voltar a liderança, ou cair de vez

É claro que ela ainda é líder, mas por pouco. O segundo lugar reflete o resto do mundo, a Samsung que já é a maior fabricante de smartphones do mundo está encostando na Nokia tendo 25% do mercado da Finlândia. Astros como o Galaxy S2 foi apenas um dos vários  motivos para essa ascensão. Em terceiro lugar está a Apple com 16%, depois a Sony Ericsson e Huawei dividem 11% cada uma, deixando os restantes 6% do mercado para a ZTE.

Obviamente isto não significa o fim para Nokia, mas imaginem como deve ser irritante para eles saberem que estão perdendo mercado dentro da própria casa! seria o mesmo que a Apple perdendo mercado para a Nokia nos EUA. Por outro lado embora seja muito importante para a Nokia conquistar seus conterrâneos, o mercado finlandês é relativamente pequeno com apenas 5 milhões de habitantes.

Não estamos em um momento propício de medir o impacto do Lumia 800 no mundo, afinal saberemos disso após o período de férias onde ele deve vender bastante. O que resta é apenas torcemos para que a Nokia volte a ser o que era antes e alegre os amantes incondicionais da marca espalhados pelo mundo todo.

O que vocês acham que a Nokia deva fazer para melhorar o seu desempenho para 2012? deixe suas ideias nos comentários.  Leia o relatório completo aqui (em finlandês).

3 Comentários

  1. A Nokia possui bons SOs (Meego e Symbian), mas não tem tempo e dinheiro suficientes para investir nessas plataformas. Talvez a saída fosse uma fusão com a RIM, fabricante dos BlackBerrys, que está na mesma situação.

Deixe uma resposta