moto-x-vs-moto-g

Depois do lançamento do Motorola Moto G, muita gente tem se perguntando qual a diferença dele com o Moto X. Afinal, em termos de design são extremamente parecidos. Então resolvemos fazer esse comparativo: Moto G vs Moto X, quais são as diferenças e qual escolher. Quem quiser fazer um comparativo de todas especificações técnicas, cliquem aqui e utilizem nosso comparador. Abaixo iremos fazer algumas considerações a respeito dos dois aparelhos.

Moto G vs Moto X – Hardware e processamento

O Moto X não tem hardware equivalente aos smartphone tops de linha. Para refrescar a memória, ele possui um mais do que competente processador dual-core Snapdragon S4 Pro e 2GB de RAM. Mas a carta na manga ele fica por seus co-processadores contextuais. Isso na prática lhe dá desempenho de 8 cores, é o chamado Motorola X8.

Leiam também:

O Moto G tem um processador quad-core de 1,2 GHz de geração passada, um Snapdragon de 400. Não se impressione tanto pelos números (4 núcleos). A versão do Snapdragon de 400 usada, possui quatro núcleos ARM Cortex-A7, não o atual Krait utilizado nas versões mais recentes do chip. O Cortex-A7 é uma boa CPU, mas foi projetada para ser mais eficiente do que poderoso, foi feito para aparelhos de entrada.

O Moto G também reduziu a RAM para 1 GB, no X eram 2. A parte mais afetada foi a memória interna que caiu para 8GB, sem entrada para cartão SD. Porém, com 50 Reais (699), a mais você leva a versão com 16 GB. O painel traseiro é removível para personalização, sendo que são 5 cores. Com 150 Reais a mais (799), você leva todas as capas.  A bateria de 2070mAh não é removivel. Interessante é que a bateria dele, segundo a Motorola, dura 33% mais tempo. Lembre-se que o processador é eficiente, não poderoso.

Diferente do Moto X, o Moto G não tem um chip LTE, ou seja, não tem suporte para redes 4G nem no Brasil e nem em outro país. Mais uma vez culpa do modelo de processador que não possui antena LTE embutida. No quesito hardware, sem dúvidas que nessa briga entre Moto G vs Moto X, o irmão mais velho leva a melhor.

Moto G vs Moto X – Tela

A tela do Moto X é de AMOLED de 4,7 polegadas com resolução HD 720p, não full. Mas outro truque da Motorola foi que sua tela de AMOLED é a única que utiliza a matriz completa RGB, e não o padrão Pen Tile, na prática é um AMOLED mais nítido que os de outras marcas.

O Moto G tem uma tela um pouco menor de 4,5 polegadas, mas é a mesma resolução de 720p. Porém a Motorola mudou e colocou uma tela de LCD e não AMOLED. Sendo assim, a tela é inferior mas não deve entregar algo tão longe do Moto X.

Moto G vs Moto X – Câmera

A câmera do Moto G também reduziu de 10MP para 5MP. Sendo a câmera do Moto X não muito boa, não dá para esperar nada melhor no Moto G.

Falta magia no software do Moto G

Como disse anteriormente, o Moto X não veio para impressionar em hardware. A jogada da Motorola é seu software, disparado o melhor já encontrado em um Android. Nas palavras da Motorola, ele roda um Android puro mas com softwares da Motorola que melhoram a experiência. Na prática, o Moto X é rápido com um Nexus, mas bem mais inteligente.

O Moto X não tem LEDs de notificações, melhor, quando algum email, SMS, ou qualquer outra notificação chega, a tela se acende levemente, somente com um texto em branco. Isso é mais inteligente e economiza muita energia. Mas você quer checar se tem alguma notificação? não precisa ligar o X, seus sensores detectam que você tirou ele do bolso, ou o virou e automaticamente ele mostra as notificações no modo acima, sem gastar energia. Ele também com o Google Now versão turbinada. Graças ao se co-processador de voz, o Google Now está sempre acordado, basta você dizer “Ok, Google Now” que ele abre, mesmo com o celular em modo de espera, e entende perfeitamente o que você diz.

O Moto G não tem toda essa magia do Moto X. Nada de notificações inteligentes, sensores espertos ou Google Now sempre ativo. Ele é na verdade um Nexus com alguns apps da Motorola.

Moto G vs Moto X

Versão Dual-Chip

A primeira vantagem do Moto G frente ao Moto X é que ele tem uma versão, 50 Reais mais barata, que suporta dois chips de operadoras diferentes simultaneamente.

Conclusão

O Moto X é claramente um smartphone superior ao Moto G, porém bem mais caro, cerca de 1100 Reais para cima. Mas isso não quer dizer que o Moto G seja um smartphone ruim, pelo contrário. Se você não usa os recursos inteligentes do Moto X vai notar que a diferença é pouca, já que os co-processadores do X são justamente para essas funções.

Mas o grande chamativo é o preço. Acreditem: O Moto G está MUITO barato, ele pode ditar o mercado daqui para frente. Sem dúvidas que os outros fabricantes devem estar muito nervosos. Quem vai pagar 900 Reais em um Galaxy S3 mini, quando por 649 você compra um smartphone muito superior?

Se você quer comprar um smartphone com bom hardware que aguenta o tranco, que será atualizado mas não quer “investir” alto, compre o Moto G e seja feliz.

 

Últimos comentários
  1. hobiga 16/11/2013
  2. jairoka 16/11/2013
    • André Luiz 17/11/2013
      • jairoka 17/11/2013
  3. Diggory 17/11/2013
    • André Luiz 17/11/2013
      • Diggory 17/11/2013
        • André Luiz 17/11/2013
          • Danielle Rodrigues 20/11/2013
          • Diggory 20/11/2013
  4. Gerson 18/11/2013
  5. jairoka 19/11/2013
    • Diggory 20/11/2013
  6. pablo 07/01/2014
  7. chaubeni almeida 17/04/2014
  8. marco 09/05/2014
  9. Lucas Nunes 19/07/2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Real Time Web 
Analytics