Real Time Analytics
Noticias

Motorola fecha contrato com empresa farmacêutica para utilização do XOOM

O Grupo FQM, fabricante de medicamentos, escolheu os tablets da Motorola, Xoom, para sua equipe de vendedores. A empresa fechou um contrato com a Motorola para o fornecimento de tablets XOOM. Foram comprados 600 tablets para serem utilizados pelo equipe de vendas da empresa, segundo eles isso irá garantir produtividade às tarefas corporativas.

Leia também:

motorola-xoomFernando Geraldi, gerente de Desenvolvimento de Negócio do Grupo FQM, disse que a escolha do dispositivo da Motorola foi baseada na qualidade e ainda no tamanho amplo da tela de 10,1 polegadas, que contribui para uma melhor experiência dos propagandistas e facilita a visualização dos produtos.  Abaixo o release oficial sobre o contrato enviado para a imprensa pela Motorola:

SÃO PAULO – 20 de julho de 2012 – A área de Enterprise da Motorola Mobility anuncia o fechamento de um contrato com o Grupo FQM, empresa que produz e comercializa medicamentos sob prescrição médica. O tablet MOTOROLA XOOM™ já foi incorporado à rotina dos cerca de 600 colaboradores do Grupo, para ser usados pelos propagandistas da empresa no roteiro de visitas a médicos de todo o País. A melhoria da produtividade é o objetivo do negócio, que conta com um contrato inicial de dois anos.

“A Motorola Mobilty saiu na frente com o MOTOROLA XOOM™ . Foi a única fabricante com disponibilidade para atender a nossa necessidade imediata por um tablet novo, competitivo e que tivesse um amplo tamanho de tela. Essa característica é essencial, pois garante uma ótima qualidade para duas atividades fundamentais no dia a dia dos propagandistas: a promoção e a visitação médica. A repercussão da usabilidade do XOOM™ entre a equipe de força de vendas vem superando as nossas expectativas”, destaca Fernando Geraldi, gerente de Desenvolvimento de Negócio do Grupo FQM.

O tablet Motorola XOOM se diferencia pelo sistema operacional Android, que proporciona um ecossistema completo, com mais formas de conexão e produtividade, para empresas que necessitam que seus colaboradores tenham mais mobilidade, eficiência e maior nível de personalização do software. O equipamento tem processador Dual-Core (2 x 1Ghz) e 1GB de memória RAM, que o torna mais rápido e ágil, com funcionalidades para várias tarefas. Tudo para permitir que o colaborador acesse diversos aplicativos ao mesmo tempo, com alta qualidade de conexão e uma ampla tela de 10,1 polegadas para facilitar a visualização.

Com um software criado pela Running, empresa focada em soluções de TI, os tablets atendem às necessidades dos propagandistas. A solução torna as visitas aos médicos ainda mais produtivas, pois trazem acesso a um catálogo promocional digital e interativo. Inteligente, o equipamento pode ser adaptado ao perfil de cada médico, como material promocional de remédios específico para sua especialidade, categoria de produtos, região onde atua, entre outros níveis de segmentação. Dessa forma, a utilização do catálogo de papel foi eliminada. Os colaboradores também podem acessar em tempo real os e-mails, a intranet e os treinamentos da companhia.

A logística e o controle de entrega de amostras grátis também foram otimizados com a adoção dos novos equipamentos móveis, que permitem a comunicação em tempo real e garantem a melhor relação entre estoque e distribuição. Os processos de farmacovigilância, criação de relatórios de despesas e realização de auditorias personalizadas são aperfeiçoados com mais frequência, já que, com o uso do Motorola XOOM, podem ser acessados em tempo real.

“As políticas de TI das empresas estão mudando para atender à demanda crescente por dispositivos móveis que tragam maior nível de produtividade e segurança. E, nesse sentido, o Grupo FQM é pioneiro no segmento farmacêutico, ao disponibilizar nossos tablets para toda a equipe de força de vendas. A novidade garante melhor atendimento aos propagandistas da empresa, que poderão executar as tarefas corporativas com mais eficiência”, destaca o diretor de Vendas e Varejo de Enterprise da Motorola Mobility, José Cardoso.

As soluções de Enterprise da Motorola Mobility para o Grupo FQM também seguem as regras do selo Business Ready da Motorola Mobility mundial. A área tem desde a certificação dos produtos para uso corporativo até os pré-requisitos de segurança, compatibilidade com redes virtuais privadas (VPNs), soluções de criptografia, gerenciamento remoto de dispositivos, além de suporte técnico para eventuais necessidades do cliente.

Sobre o Grupo FQM

A Farmoquímica é uma indústria farmacêutica voltada majoritariamente para o segmento de prescrição médica. A linha de produtos da empresa é composta por medicamentos inovadores, obtidos através de desenvolvimento local ou licenças internacionais exclusivas. Presente há quase oito décadas no mercado farmacêutico, a Farmoquímica tem um histórico de pioneirismo e inovação. Com investimentos constantes na modernização de sua capacidade produtiva e na renovação de sua linha de produtos, a empresa conquistou seu espaço e posiciona seus produtos entre os mais prescritos pela classe médica. A Farmoquímica com Herbarium e FQM Derma forma o Grupo FQM.

Leiam também:  JK Shin confirma o Galaxy Note 8 e desmente o Galaxy S4 na MWC 2013
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Apple, Noticias

Há 40% de chances da Apple comprar o Netflix e 30% a Disney

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald…

Existe uma probabilidade de 40% de que a Apple adquira a Netflix graças a reforma fiscal promovida pelo presidente Donald Trump foi aprovada. Quem afirmar são os analistas do Citi Jim Suva e Asiya Merchant.

O corte nos impostos, juntamente com o novo subsídio oferecido para que as empresas repatriem seu dinheiro aplicado fora dos EUA sem ter que pagar tributos altissímos, dará à Apple um montante de dinheiro nunca visto antes dentro dos EUA. Segundo a Bloomberg, a companhia tem cerca de 252 bilhões de dólares aplicados, mas boa parte dessa quantia está em territórios fora dos EUA e, até o momento, era impossível trazer esse dinheiro de volta para o país devido aos impostos aplicados. O montante, segundo os analistas, cresce 50 bilhões de dólares ao ano.

Para entender essa quantidade de dinheiro, basta saber que a Apple precisaria apenas de um terço desse dinheiro para comprar o Netflix.

“Historicamente, a Apple evitou repatriar dinheiro para os EUA para evitar a elevada tributação desses valores. Por isso, a reforma tributária pode permitir que a empresa coloque o dinheiro em uso”, dizem os analistas, no relatório.

Segundo Citi, a Apple mantém mais de 90% de seu dinheiro fora dos EUA, então a empresa poderia se beneficiar se fizesse uma repatriação única. “Com uma taxa de 10% sobre o dinheiro, a empresa teria 220 mil milhões de dólares para aplicar em aquisições”. Ai que entra o Netflix ou mesmo a Disney.

A Apple tinha de 20 à 30% de chance de adquirir a Disney, porém isso foi antes da aquisição pela Disney dos ativos de estúdio e TV da Fox. Ou seja, isso provavelmente não ocorrerá.

A Apple tem lutado há anos para oferecer uma oferta atraente para a TV. O iTunes tem sido um grande sucesso para a empresa, mas os telespectadores migraram cada vez mais para serviços como Netflix, Amazon ou Hulu para assistir seus programas e filmes favoritos. Comprar o Netflix seria algo importante para consolidar a empresa nesse ramo.

Leiam também:  Android e iOS dominam o mundo dos smartphones com 85% das vendas

Via Business Insider

materia completa
Noticias

Chinesa VIVO irá lançar primeiro leitor de digitais na tela amanhã

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao…

Vários documentos já apontavam que a chinesa Vivo iria lançar o primeiro smartphone com leitor de digitais na tela. Ao que parece, isso vai acontecer amanhã na CES 2018. A empresa enviou um convite para a imprenssa mostrando claramente do que se trata.

A Vivo publicou uma imagem teaser com o slogan “Desbloquear o futuro” e prometeu desvendar o primeiro smartphone com um leitor de impressão digital na tela em 10 de janeiro. Interessante é que será mostrado, provavelmente, um smartphone pronto e não um protótipo.

Embora possa ser o primeiro, ele talvez não seja o único a ser lançado na CES. A empresa Synaptics também prometeu um telefone com leitor de impressões digitais na tela durante o evento. Só não se sabe se trata de um aparelho comercial, ou apenas um conceito.

Leiam também:  Meizu M3s chega hoje ao Brasil a partir de R$899 à vista
materia completa
Noticias

Drone de brinquedo de US $ 99 possui tecnologia da Intel e DJI

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar…

A chinesa DJI, mais conhecida pelo Spark e Mavic Pro, decidiu fazer uma parceria com a Ryze Tech para criar um modelo de apenas US$ 99. O Tello tem foco no aprendizagem de programação e ainda conta com tecnologia Intel embarcada.

O Tello, feito pela startup chinesa Ryze Tech é um drone acessível com tecnologia da Intel e DJI que tem como foco ensinar programação para crianças e adultos. Custando US $ 99, o Tello é uma pequena máquina com uma câmera que pode capturar vídeo de 360 ​​graus e transmitir imagens ao vivo para um tablet ou um óculos VR, que não foi informado ainda qual.

Destina-se a um público jovem, e a Ryze promete recursos que o tornarão seguro e fácil de usar, incluindo decolagem e pouso automáticos. Ele diz que esses recursos são possíveis por causa de um chip de processamento grafico da Intel e estabilização de vôo da DJI, detentora de 70% do marketshare de drones no mundo.

O Tello é bem compacto, mede apenas pesa apenas 98×92,5×41 mm e pesa cerca de 80 gramas. Ele pode voar por até 13 minutos a uma velocidade de 28,8 km/h e uma distância de 100 metros, transmitindo imagens ao vivo em HD (720p). A câmera integrada tira fotos de 5 megapixels.

Há alguns recursos bacanas: você pode simplesmente jogar o Tello no ar para que ele comece a voar; deslizar o dedo na tela do aplicativo para fazer manobras aéreas; e gravar vídeos com trajetórias pré-definidas. Todo o controle é feito por meio de Bluetooth, seja por meio de um aplicativo no smartphone ou um controle dedicado.

O Tello pode ser usado por crianças, pois ele possui detector de colisão, proteção nas hélices e sistema contra falhas, permitindo pousar com segurança mesmo se a conexão for perdida. E, por meio do kit de desenvolvimento, é possível programá-lo com a linguagem Scratch.

Leiam também:  Jogo brasileiro "Gustavinho e o Enigma da Esfinge" chega para iPad

Via The Verge

materia completa
Noticias

5 melhores smartphones para jogar atualmente

Os dias em que o celular era usado apenas para realizar chamadas e enviar mensagens SMS já se passaram. Segundo…

Os dias em que o celular era usado apenas para realizar chamadas e enviar mensagens SMS já se passaram. Segundo o provedor de inteligência de mercado NewZoo, em 2017, o setor de jogos de dispositivos móveis espera um aumento de 42% da renda global de mercado de jogos, acumulando mais de 120 bilhões de reais (BRL). Com cada vez mais jogos para dispositivos móveis, desde a indústria de cassino para dispositivos móveis se aproximando cada vez mais da jogabilidade portátil até simuladores de construção, como Fallout Shelter da Bethesda e muito mais, os desenvolvedores de telefone trabalharam muito para desenvolver a tecnologia para atender à crescente demanda de jogadores de portáteis, com alguns tendo mais sucesso que outros. Estamos aqui para conferir alguns dos melhores smartphones para jogar no mercado, com o nosso objetivo sendo encontrar para VOCÊ o melhor telefone para jogar em 2017.

Ao procurar smartphones para jogar para comprar, há vários fatores importantes que devem ser considerados. Dentre eles:

  • Um processador potente
  • Uma tela de tamanho razoável com resolução decente
  • Espaço de armazenamento e unidades de expansão
  • Vida útil da bateria
  • Alto-falantes e/ou entrada de áudio
  • O desempenho integrado que aprimora os aplicativos é sempre um ótimo bônus, apesar de não ser necessariamente um requisito, pois há diversos aplicativos no mercado de aplicativos móveis que realizam funções semelhantes

Agora que sabemos do que bons smartphones para jogar precisam, vejamos alguns dos dispositivos que fornecem as melhores experiências de jogo:

  1. HTC 10

htc 10 jogos
Créditos da imagem: HTC

Dentre nossa lista de melhores smartphones para jogar, quem fica na quinta posição é o HTC 10. O HTC 10 possui um processador Snapdragon 820 e uma CPU de quatro núcleos por trás de uma tela de 5,2 pol. de 1440x2560p, sendo uma das telas mais responsivas da HTC já lançadas. Para compensar o processamento superior, o HTC possui uma bateria de 3.000mAh com Carregamento Rápido 3.0, permitindo que os jogadores possam voltar à ação ainda mais rápido, carregando até 50% em apenas 30 minutos. Combine isto com o sistema de gerenciamento de aplicativos próprio da HTC, o Boost+, que permite que jogadores ajustem o dispositivo para oferecer ainda mais capacidade de jogabilidade e você terá um dispositivo excepcionalmente poderoso com quase a metade do preço das nossas duas melhores escolhas.

  1. Motorola Moto Z2 Play

moto z2 play melhor celular para jogos
Crédito da imagem: Motorola

 

Leiam também:  Netflix, Spotify e Deezer ficarão mais caros, culpa do Senado

Equipado com um poderoso processador Qualcomm Snapdragon 625, tendo 8 núcleos e uma frequência de relógio máxima de 2,2 GHz, o Moto Z2 é certamente potente suficiente para executar aplicativos de jogos, apesar de não ser o único motivo de ter chegado nesta lista. Combine o Z2 com o Moto Gamepad, que se conecta a qualquer smartphone da família Moto Z, e você terá um console móvel completamente funcional no seu bolso. Com dois analógicos de controle, setas direcionais e quatro “botões de ação tática”, o módulo conecta-se diretamente ao dispositivo, significando que não haverá nenhuma lentidão de conexões sem fio. Potencializando este complemento, há uma bateria de 1.035 mAh independente (isto ultrapassa uma bateria de 3.000 mAh no próprio telefone). O Moto Z2 pode não ser tão poderoso quanto um iPhone 7 ou um Samsung S8, para jogadores com um determinado orçamento, é certamente uma escolha confiável.

  1. Sony Xperia Z5

xperia z5 celular jogos
Créditos da imagem: Sony

Mais uma opção entrando para o mercado de jogos bem-sucedido é o Xperia Z5 da Sony. Capaz de se conectar a outros dispositivos da Sony em sua casa, os jogadores podem transmitir jogos do PlayStation 4 direto para o celular e até mesmo jogar usando um controle Dualshock 4 conectado. No entanto, esta funcionalidade não deve diminuir o telefone em si. Com uma tela de 5,2 pol. com um processador Snapdragon 810, e 3GB de RAM, o Xperia Z5 não é inferior quando se trata de desempenho sob pressão. Lançado inicialmente em 2015, significa que, apesar de o dispositivo não ser tão poderoso quanto alguns telefones mais novos no mercado, você pode adquiri-lo com um preço inferior, ou seja, podendo gastar mais dinheiro em jogos propriamente ditos. 

  1. iPhone 7

iphone 7 celular jogos
Créditos da imagem: Appleapple

Quando o assunto são telas de ótima definição e processadores potentes, é difícil superar o iPhone da Apple e o iPhone 7 e 7S não são uma exceção. A tela de LCD Full HD de 1080x1920p demonstra sua potência com uma CPU A10 Fusion de quatro núcleos que, combinada com o iOS da Apple, oferece um desempenho extremamente impressionante na maioria dos aplicativos.

  1. Samsung Galaxy S8

galaxy s8 celular jogos
Créditos da imagem: Samsung

Apesar de todos os dispositivos nesta lista estarem equipados para enfrentar o desafio de oferecer desempenho para jogos decente, o novo S8 e S8 plus da Samsung leva os jogos de celular para patamar completamente novo. Com um processador Qualcomm Snapdragon 835 de oito núcleos, 4GB de RAM e 64 GB de armazenamento interno, o Samsung S8 possui o primeiro processador de 10nm do mundo, que não só supera todos os rivais, mas com 20% de potência a menos. Combine esta potência de computação com uma GPU que a Samsung diz ser 50% mais capaz do que os modelos anteriores, significando que até mesmo os aplicativos com os gráficos mais intensos devem rodar suavemente. A capacidade de o dispositivo se conectar a dispositivos de armazenamento externo significa que o seu espaço nunca acabará e, a verdadeira cereja do bolo, com o Samsung DeX, é possível conectar o seu Galaxy S8 ou S8+ a um monitor, teclado e mouse para ter uma experiência completa de computador de mesa.

Leiam também:  TOTVS lança concurso de startups com investimento de até R$ 2 milhões

materia completa