lg-prada-3

A LG promoveu hoje em São Paulo uma coletiva para anunciar a chegada no Brasil de seu smartphone Prada. É o primeiro país na América latina a receber o smartphone que é fruto de uma parceria da LG com a grife de moda Prada. Tudo bem que existem outros aparelhos com esse preço e não são “Prada”, porém o hardware desse modelo não o torna exatamente um top de linha.

O Prada 3.0 tem um processador dual-core de 1 GHz e 1 GB de memória RAM. Sua tela é de 4.3 polegadas com resolução de 480 x 800 pixels. Sua câmera é de 8 megapixels e grava vídeos em full HD. Tudo isso em cima do já antigo Android 2.3 Gingerbread, a LG promete que ele será atualizado para o Android 4 ICS, mas nada de datas concretas. Outro destaque desse aparelho é o fato dele ter apenas 8.5 mm de espessura.

lg-prada-3

Ele possui um design bem elegante e refinado, afinal essa é a proposta do aparelho: fisgar quem tem dinheiro para gastar com um celular com nome de grife, e acreditem, tem muita gente que vai se interessar por ele.

Leiam as especificações completas do LG Prada 3.0

O LG Prada 3.0 vem com um bom pacote de acessórios para serem comprados separadamente com um fone de ouvidos Bluetooth. Assim como o celular, os acessórios também possuem um design diferenciado que combina com o celular.

Como ele se propõe a ser um smartphone de luxo que leva o nome de uma das grifes mais famosas do mundo, o preço a se pagar por isso segue o padrão da marca, ou seja, ele é caro. Ele será vendido desbloqueado por R$ 2.099. De início só a VIVO irá comercializar o aparelho, quem preferir planos pós-pagos o preço reduz bastante variando entre 1000 e 1900 reais.

Eu sei que o aparelho é bem caro se compararmos com outros modelos melhores tecnicamente falando com preços inferiores. Mas tenho absoluta certeza que muita gente que leva muito em consideração utilizar “produtos de marca” vai comprar esse aparelho.

3 Comentários

  1. Nossa, 2.3, resolução baixa, processador ja ficando defasado.
    Certamente ninguém com o minimo de entendimento sobre hardware e o OS android vai querer.
    Como foi dito na noticia, só para quem quer pagar pela marca, mas para isso temos o apple fãs certo?

Deixe uma resposta