Review LG G3 Stylus

2

O LG G3 foi o maior sucesso de vendas da história móbile da LG, aproveitando-se disso e dando uma de Samsung, a empresa coreana resolveu investir no nome e lançou algumas variantes do LG G3. Nesse review falaremos do LG G3 Stylus, uma versão inferior ao topo de linha, mas que traz algumas de suas características, porém custando menos. Mas será que comprar um LG G3 “genérico” realmente agrada ao público que espera encontrar características do irmão mais caro? É isso que vamos ver.

Design e construção

A começar pela construção, mesmo olhando de perto o LG G3 Stylus é facilmente confundido com o G3. Mas tecnicamente falando está longe disso, como veremos mais a frente. Ele tem praticamente o mesmo tamanho.

A carcaça de plástico é exatamente igual ao do G3. Até a traseira imitando aço escovado está presente. Isso ajuda porque ele é levemente texturado. Um smartphone desse tamanho totalmente liso facilmente escorregaria das mãos.

LG G3 Stylus traseira

No geral ele é bem construído, como acontece com a maioria dos últimos lançamentos da LG. O usuário na percebe nenhuma folga nos encaixes e o plástico é bem cortado e bonito.

Na parte da frente há sua enorme tela de 5.5 polegadas de IPS. As bordas laterais são bem finas bem com abaixo e acima da tela. Isso é muito legal pois o aparelho não aparenta ser muito grande, mesmo tendo uma tela bem grande.

LG G3 Stylus frente

Na parte de trás há o Smart button igual aos topos de linha da marca, isso significa que nas laterais não existe nenhum botão, já que se concentram todos atrás.

LG G3 Stylus smart button

Em números, temos 149,3 milímetros de altura, por 75,9 milímetros de largura e 10,2 milímetros de espessura, tudo isso somado aos 163 gramas de peso total. Ele é bem grande e liso, então a probabilidade de uma queda acontecer é bem grande já que o manuseio não é tão fácil assim. Porém vale lembrar que ele pode se encaixar na categoria fablet e quem procura um já sabe desse perigo. Abaixo uma foto comparando ele com o Zenfone 5, um smartphone com tamanho e proporcionalidade acima do normal, além de ser seu rival.

LG G3 Stylus tamanho

Um detalhe que vale a pena ser dito é que o LG G3 Stylus é extremamente parecido com outro modelo da LG, o LG L Prime que já testamos aqui. Inclusive o hardware é o mesmo, como veremos adiante. A única vantagem é a tela maior e com maior resolução, mas que na prática entrega a mesma densidade do irmão.

Tela

O LG G3 Stylus possui uma tela de 5.5 polegadas de IPS, porém tem uma resolução baixíssima para o seu tamanho: apenas 540 x 960 pixels. Em um smartphone de até 4,5 polegadas ficaria perfeita ainda, mas com esse tamanho temos como resultado uma densidade de pixels bem baixa em torno de 200 pixels por polegadas. Na prática significa ícones embaçados nas laterais que, se olhados bem de perto, conseguimos enxergar o serrilhado dos pixels em volta.

LG G3 Stylus icones
Ícones serrilhados, mas só de perto.

Com internet aberta ou mesmo em aplicativos de leitura a percepção é bem menor, chegando a não incomodar o uso, mas se você vem de um smartphone com resolução alta ou tem outro aparelho assim, vai ser difícil acostumar. Quem não possui esse oportunidade de comparar, dificilmente vai notar essa resolução ruim.

Sinceramente não entendo o porquê da LG continuar a se negar em colocar telas com resolução HD em seus smartphones de entrada e intermediários, já que a Motorola e até Samsung já provaram que é possível. Para dizer que não é de todo ruim, a interface LG G3 UI que tem um visual bem flat e com cores sólidas mascara o que poderia ser ainda pior.

Não podíamos esquecer-nos da “canetinha” stylus dele, afinal ela dá o nome ao aparelho. O que ela faz de especial? Absolutamente nada. É um caneta stylus comum daquelas que você compra por menos de 5 dólares em lojas chinesas. Nada de software ou tecnologias especiais como na linha Note da Samsung.

LG G3 Stylus

Hardware e desempenho

Como já dissemos lá no começo, em termos de hardware e potência o G3 Stylus está bem abaixo do G3, a começar pela tela como vimos acima. Para baratear o custo de fabricação e mesmo assim mostrar um smartphone com bom desempenho, a LG usou nele um processador da Mediatek, que é famoso por custar bem menos que os das marcas tradicionais como Qualcomm ou Intel.
O modelo usado é um MT6582 Quad-core com clock de 1,3 GHz. A GPU usada no sock da MediaTek é uma Mali-400. Embora barato, vale citar que esse chip ganhou do Snapdragon 400 na maioria dos testes realizados por sites especializados. Abaixo uma lista com as principais especificações do LG G3 Stylus

•    Processador MT6582 Quad-core de 1,3 GHz
•    GPU Mali-400 MP2 @ 500 MHz
•    1GB de memória RAM
•    8GB de armazenamento interno + cartão SD
•    Câmera de 13 MPx que grava em full HD
•    Câmera frontal de 1,3 MPx
•    Bateria de 2940 mAh

Um outro ponto fraco do LG G3 Stylus é o fato dele possuir apenas 1GB de RAM. Isso é muito pouco para o preço dele. Com o dobro de memória dele e ainda mais barato, podemos por exemplo encontrar o Zenfone 5.

Em testes de benchmarks ele não fica atrás de concorrentes como o Moto G ou o Zenfone 5, mesmo no uso diário ele também não apresenta nenhum tipo de travamento ou algo parecido.

Nos testes práticos ele se saiu muito bem. Só para citar um exemplo, no jogo Real Racing 3 ele se saiu melhor que ambos os concorrentes, mostrando mais detalhes. Na visão da cabine do carro, ele conseguiu mostrar os reflexos do cenário e carros nos retrovisores, até então nos meus testes somente smartphones tops de linha conseguiram tal façanha (sem usar hacks).

real racing

Isso mostra que a Mediatek evolui bastante e deixou para trás a fama de “fabricante de processadores de celulares clones chineses”. Vale lembrar que o Google também confia na empresa, já que os smartphones do projeto “Android One” utilizam seus processadores. Resumindo: é o famoso bom e barato.

Para fechar essa parte, vale lembrar que ele é dual chip e o 3G funciona em qualquer chip (ele não possui conexão 4G) , basta selecionar previamente em qual você quer usar o serviço de dados.

LG G3 Stylus Dual chip

Sofware e interface

Como já dito acima, o G3 roda em cima da interface G3 Ui da própria LG. No geral, como sempre digo aqui, é uma interface bem bonita e limpa. Principalmente seu visual flat que está bem de acordo com o padrão adotado pelo Google no Material Design.

hme e menu

Por outro lado, a baixa resolução da tela dele gera um ponto negativo. No LG G3 com sua resolução Quad DH, a barra de notificações é super útil já que conta com muitas funções, porém com a baixa resolução automaticamente tudo fica maior: ícones, textos e etc. O efeito disso no G3 stylus é que a barra de notificação fica extremamente poluída e com muita informação. Além disso o texto das notificações ficam curtos graças ao tamanho da fonte. Claro que você pode diminuir a fonte nas configurações, porém ao fazer isso fica tudo desproporcional. Vejam abaixo o que estou dizendo:

barra de notificação

Se você abrir o QSlide e adicionar os controles de volume e brilho, por exemplo, perde grande parte da área visível para notificações – elas continuam lá, só que você precisa sempre deslizar a tela para cima para ler. Mesmo com estes dois recursos eliminados da tela, muito da área é ocupada com botões e atalhos.

Assim como já acontecia com outros smartphones da LG, dos mais recentes e parrudos, a marca colocou a possibilidade de abrir mais de uma janela ao mesmo tempo. É possível abrir, por exemplo, o navegador e o Google Maps, ou então o Maps junto do app de mensagens – para ver o endereço que um amigo acabou de te enviar. Porém novamente a resolução da tela atrapalha, pois como tudo fica grande, ao usar a tela dividida pouca informação em cada tela é mostrada tornando assim a função inútil na maioria dos casos.

dupla janela

A área de multi tarefas também está com o mesmo visual do LG G3 e trás a possibilidade de ver previews do que está aberto de forma bem grande e pouco maior do que o Google faz com o Android puro.

multitarefa

Outro recurso interessante é o teclado que pode ser ajustado o seu tamanho de acordo com sua preferência, facilita bastante para quem tem mãos grandes e precisa de mais espaço para digitar.Como ele vem com apenas 8GB de memória interna, a LG diminui a quantidade de apps pré-instalados e colocou apenas aqueles essenciais que você fatalmente irá precisar de qualquer modo: previsão do tempo, navegador próprio da LG, controle remoto, gravador de voz, gerenciador de arquivos, QuickMemo+, rádio FM e o visualizador ThinkFree Viewer, para documentos do Office. Tirando o Thinkfree, eu particularmente acho todos os apps da LG bons e dispenso a instalação de outros, mesmo sabendo que o espaço não deixaria.Sim, o Android está lá obviamente. Ele roda o Android 4.4.2. Quanto a atualizações, a LG garante que ele será atualizado para o Android 5.0, porém é difícil dizer quando isso vai acontecer, afinal estamos falando de um aparelho relativamente barato e nesse caso geralmente são esquecidos pelos fabricantes – menos a Motorola.

Câmera

A câmera não é um primor, afinal a LG não costuma investir na câmera de aparelhos de entrada ou mesmo intermediário como ele, salvo raras exceções. Podemos dizer que a câmera do G3 Stylus é um excelente quebra galho e não vai te deixar na mão quando você precisar dela, por outro lado não espere fotos espetaculares ainda mais se a iluminação não for boa.

LG G3 Stylus camera

O sensor conta com 13 megapixels de resolução. O resultado é de fotos com quantidade de detalhes razoável e granulado visível quando aplicado 100% de zoom para ver a imagem em tamanho real. Em fotos noturnas o resultado é o esperado: Bastante ruído e muita dificuldade de focar o que quer que seja.

A interface dele é exatamente a mesma do LG G3. Interface essa que agradou muitos mas também causou decepção aos que gostam de modificar as configurações de câmeras. Digo isso porque a interface é bem simples. O foco dela é o usuário que não quer se preocupar muito em detalhes, só quer tirar a câmera do bolso e tirar uma foto rápida. Os menus são bem intuitivos e de fácil acesso.

Screenshot_2014-12-09-12-01-54

Por outro lado, as personalizações são bem escassas, não há muitos ajustes finos para fazer como ajustar o ISO, selecionar o macro ou outras cenas.
Mas a LG também tem suas cartas na manga. Mirando a galera que curte tirar selfies, ele traz algumas funções bem bacanas. Como o “Quick Selfie” que com a câmera frontal habilitada, basta abrir e fechar a mão em frente dela para tirar a foto. O outro recurso é o “Virtual Flash” que simula um flash para a câmera frontal através de software, na verdade a tela projeta um quadro branco de alto brilho que irá iluminar o rosto na hora da foto, achei bem interessante o recurso.

foto tirada 1

Ele é capaz de filmar em até 1080p e a qualidade é razoável assim como as fotos. Em movimentos bruscos a câmera se torna lenta, gerando um belo atraso – e tonturas – ao reproduzir os mesmos depois.

Prós e contras

Prós
•    Design bonito
•    Boa construção
•    Dual chip
•    Câmera satisfatória
•    Bom desempenho
Contras
•    Tela com baixa resolução e inferior aos concorrentes
•    Pouca memória de armazenamento interno: 8GB
•    Poderia ser mais barato

Nova Logo Cissa Magazine

O smartphone LG G3 Stylus pode ser adquirido na loja Cissa Magazine por R$ 945,00

Conclusão

Se você está a procura de um fablet e não quer gastar muito, o LG G3 Stylus é uma excelente opção. Por outro lado, se tamanho de tela não é seu principal objetivo, considerar a compra de um aparelho mais barato e com tela menor da mesma categoria, pode ser um sinônimo de economia de dinheiro no seu caso.

Review
Custo x beneficio
7
Tela
7
Câmera
7
Perfomance
7
Bateria
8
SHARE
Post anteriorBloqueie ligações e SMS de Telemarketing.
Próximo postLiberou geral: Microsoft irá atualizar Windows Pirata para Windows 10

2 Comentários

  1. Excelente review, tenho o telefone e acabou de ser atualizado para o lolipop, te digo que roda melhor que meu moto G 2 que é puro e Qualcomm… A resolução não atrapalha, desde que você saiba que não é full HD e não espere por isso. Bateria excelente, dura 2 dias praticamente, dificilmente trava.

    Realmente, espaço é um ponto muito ruim, mas por 599 valeu cada centavo. Telefone muito bonito e roda fluido.

Deixe uma resposta