Com um hardware competente e bom acabamento, o LG G Pad 7.0 é o tablet que com ele a LG quer abocanhar uma parcela do movimentado mercado de tablets baratos de 7 polegadas. Vejam porquê ele é uma das melhores opções no mercado.

O mercado de vendas de tablets aumentou muito nos últimos meses, alavancado principalmente pela Samsung que começou a oferecer tablets baratos para competir com os chineses. Até então, só ela vendia tablets nessa faixa de preço entre 400 à 600 Reais, agora eis que surge o LG G Pad 7.0. Com hardware intermediário, o G Pad 7.0 tem um excelente desempenho e ainda conta com um bom acabamento.

Antes de tudo, vejam abaixo as principais especificações do LG G Pad 7.0 V400

  • Android Kit Kat 4.4.2
  • Processador Quad Core de 1.2 GHz
  • Tela de 7” WXGA IPS (1280 x 800)
  • Bateria de 4,000 mAh
  • Memória interna: 8GB + cartão de memória até 32GB
  • Wifi 802.11 a/b/g/n 2.4 and 5Ghz
  • S GPS
  • Bluetooth
  • Miracast
  • Câmera principal de 3MP
  • Câmera frontal de 1.3MP
  • Função controle remoto (IR)
  • Função Q Pair
  • Função Dual Windows
  • Certificação DIVX HD

Design e tela

Como dito anteriormente, o LG G Par 7.0 tem  bom acabamento de plástico e conta com um design que segue a linha de smartphones da LG, com bordas finas e plástico fosco de boa qualidade. Além disso ele não possui botões físicos, ficando ainda menor.

LG G Pad 7.0 Lateral

Suas medidas são 189.3 mm de altura, 113.8 de largura e apenas 10.1 mm de espessura. Ele pesa apenas 293 gramas.

LG G Pad 7.0 superior

A parte traseira dele é curvada se afinando nas laterais, tornando ele muito confortável de se usar por longo tempo. Ele é vendido nas cores branca e preta.

A tela dele é de 7 polegadas e com resolução de 720p (1280 x 800) pixels. Ao primeiro momento, pode parecer pouco em vista de já termos tela full HD como padrão e até alguns, como o LG G3, com tela 4K. Mas não é bem assim. A tela do LG Gpad 7.0 é surpreendentemente boa para “apenas” 1280×800, e com a tecnologia IPS você obter excelentes ângulos de visão.A tela tem uma reprodução de cores super fiel ao natural, não puxando para super saturações como acontece com algumas telas AMOLED fazem. Vou ser muito honesto aqui e dizer que esta é uma tela muito agradável para um “tablet de 7.Eu assisti alguns vídeos no Youtube e Netflix e também vídeo baixados em full HD e estou mais do que satisfeito.

LG G Pad 7.0 tela

A qualidade de construção também é um ponto positivo. Estamos todos familiarizados com o plástico que a Samsung utiliza em todos os seus produtos, acho que de tanto os usuários reclamarem e a Samsung não dar bola, a situação se inverteu e muitos fabricantes começaram a priorizar o plástico também. É o caso da LG que até mesmo seus smartphones premium também abusam do plástico, como o G3.

LG G Pad 7.0 traseira

Mais uma vez eu digo que plástico não necessariamente significa má qualidade. O LG GPad 7.0 é todo de plastico mas tem uma qualidade de construção impecável. A tampa traseira (plástico) se parece com a do Nexus 7, ela é resistente e não parecer ser “oca” ao apertar. Além disso, possui uma textura sem brilho que não pega sujeira ou impressões digitais.

Desempenho

Com um bom processador e 1GB de RAM, o G Pad 7.0 roda qualquer aplicativo ou jogo que há hoje na Google Play, sem problema algum.

No Antutu, ele fez pouco mais de 17000 pontos, isso é a pontuação de muito topo de linha de 1 ano atrás, ou seja, ele cumpre seu papel.

Ele também consegue executar vídeos em full HD perfeitamente, e como acontece com a maioria dos aparelhos da LG, ele vem com suporte aos mais diversos formatos de vídeo. Rodando MKV e DIVx sem problemas, no qual esse último ele possui até certificação de compatibilidade.

Câmera

Como a maioria dos tablets e smartphones atuais, o LG Gpad 7.0 tem duas câmeras. A câmara frontal tem 1,5 MP e a traseira tem 3MP. Indo direto ao assunto: se você procura um tablet para tirar fotos, o G Pad 7.0 não é uma boa opção.

LG G Pad 7.0 camera

A câmera frontal até dá para fazer uma chamada no Skype satisfatória, mas não espere tirar uma foto “selfie” bonita por que não vai rolar, a câmera tira fotos super granuladas e opacas. Isso se tiver luz, pouco com um pouco de ausência dela as fotos sequer aparecem.

Todos nós sabemos que um tablet não é projetado para tirar fotos, mas eu acho que 3MP ainda está bem abaixo do que o usuário espera. Não é só a questão da quantidade de MP, mas a qualidade dela também é ruim, seguindo o mesmo padrão da frontal. As configurações são reduzidos ao mínimo (você pode escolher a resolução e não muito mais). No geral, as fotos ficam razoáveis em um dia ensolarado, um simples dia nublado já é capaz de estragar a foto. Abaixo um exemplo de uma foto que teria tudo para ser ótima: dia ensolarado, objeto colorido e sem sombras, mesmo assim a foto sai borrada e sem definição.

foto 1

Software

A maioria prefere um tablet Android com o sistema puro, mas isso seria em um mundo perfeito. O usuário tem se contentar com quem piora menos o sistema. Se de um lado a Samsung é a pior de todas, com sua UI pesada e de mal gosto, a LG traz uma interface bonita e leve (opinião pessoal). O G Pad 7.0 traz a LG G3 UI, como sugere o nome, é a interface do LG G3. O Android que ele roda é o Android 4.4.2 Kitkat. Não contem muito com atualizações, já que a LG vem se mostrando uma das piores nesse quesito.

Há funções bem interessantes como a dual Windows, onde é possível dividir a tela com 2 apps diferentes. A multitarefa que mostra thumbnails dos apps abertos lado a lado em mosaico além dos já clássico QSlide e Quick Memo. Outra presente é o Qpair, que você sincroniza o tablet com o celular e recebe as ligações diretamente nele e sincroniza SMSs.

Uma coisa que achei muito legal, foi a introdução de um sensor de infravermelho que transforma o G Pad 7.0 em um controle remoto, algo raro em tablets ainda mais dos mais baratos.

Vídeo Review

Conclusão

O LG G Pad 7.0 é um tablet com excelente custo beneficio. Possui uma excelente tela, ótima construção e um hardware de respeito, tudo custando na faixa dos 500 reais.

Por outro lado, as câmeras são mediocres, além disso possui apenas 8GB de memória interna, sendo mais ou menos somente a metade usável, ou seja, é obrigatório um bom cartão de memória. Também faltou, ao meu ver, TV digital que a Samsung já coloca na sua linha barata e todos os chineses possuem.

 

4 Comentários

  1. Me parece um aparelho bem interessante. Já falaram dele aqui na empresa. O problema é o grande calcanhar de aquiles da LG, a câmera!!!

Deixe uma resposta