Por um bom tempo, um problema do Android foi sua segmentação. Muita gente criticava o fato de grande parte dos dispositivos que estavam no mercado e no bolso dos usuários possuírem versões desatualizadas do sistema. Mas parece que isto está prestes a se acabar.

O Android 4.1 (Jelly Bean) foi lançado a mais de um ano atrás, o que não é tanto tempo assim, mas a versão da jujuba já está em mais da metade dos dispositivo Android. Apesar de ter recebido atualizações com o tempo e de não haver mudanças no codinome, o número ainda sim é impressionante se lembrarmos que o Gingerbread dominou uma boa fatia dos dispositivos por um tempo.

Screenshot_2013-11-05-00-43-00

Mesmo com uma queda, o Android 2.3 ainda continua instalado em uma fatia razoável de dispositivos, representando 26,3% deles. Atualmente o Android 4.1 está em 37,3% dos smartphones e tablets com Android, a versão 4.2 em 12,5% e a 4.3 em míseros 2,3% o que totaliza 52,1%. A versão 4.3 ainda não é muito popular, mas esse quadro está mudando com as atualizações de fabricantes como a Samsung que já liberou o update para o Galaxy SIII.

As estatísticas são do Google e foram baseadas nos dispositivos que acessam os servidores da empresa através da Play Store. Telefones com versão 2.1 (Eclair) do sistema deixaram de ser contados por possuírem uma versão antiga da loja. O Google sempre atualiza essas estatísticas para que os desenvolvedores possam ter uma base de como anda o mercado Android.

Com toda certeza é ótimo ver que o uso sistema cresce rapidamente. Com a popularidade do robozinho verde, mais aplicativos são lançados e melhor o sistema fica de acordo com aquilo que os usuários requisitam.

Sem comentários

Deixe uma resposta