ipad-sera-fabricado-no-brasil

Você acredita em papai noel? e coelhinho da páscoa, também não? se você disse não para ambas as perguntas dever ser esperto o suficiente para não acreditar que os tais “incentivos fiscais” que o governo brasileiro oferece para fabricantes gringos, não favorece em nada nós consumidores. A primeira vez que surgiu o rumor que o governo daria subsidios para a Foxconn – famosa fabricante de iGadgets e praticante da escravidão –  para ela começar a montar produtos da Apple no Brasil, muita gente ficou animada com a remota possibilidade de ter um iPhone brasileiro mais barato, mas não foi bem assim. O tal incentivo que já existia para fabricantes de tablets e não mudava em nada o preço final deles, favoreceu a Foxconn, somente ela. A empresa, assim como as outras, não repassa a mamata para os pobres consumidores brasileiros. Isso mesmo, o iPad fabricado na fábrica da Foxconn em Jundiaí, interior de São Paulo, já está sendo vendido no Brasil, e acreditem: pelo mesmo preço dos fabricados na China. Podem esquecer aquela lenda de preço 30% menor.

ipad-sera-fabricado-no-brasil

Desde fevereiro que a fábrica de Jundiaí monta modelos de segunda e terceira gerações do tablet da Apple, para isso a empresa chinesa conta com incentivos financeiros, que incluem isenção ou redução de IPI, PIS e Cofins. Os dispositivos feitos no país, identificados pelo sexto e sétimo algarismos do número de produto “BR”, podem ser encontrados na loja virtual brasileira da Apple e nas redes Americanas e Walmart.

Chega a ser uma piada o acontecido. Para a Foxconn ampliar sua planta em Jundiaí e montar iPads, a empresa enviou ao nosso querido governo um pacote de exigências em troca de investir no país, o investimento seria de US$ 12 bilhões em cinco anos. Em troca o governo pediu a transferência de tecnologia e emprego de mão-de-obra majoritariamente brasileira. Ou seja, em nenhum momento o governo exigiu redução de preço por parte da Fioxcoon / Apple.

Ai fica fácil, imaginem a cabeça do pessoal da Foxconn: “Vamos montar uma nova fábrica e vender mais para a Apple. Além disso pagaremos menos impostos e o melhor de tudo é que não precisaremos baixar os preços, ou seja, vamos multiplicar nossa margem de lucro!”

Tudo bem que o Brasil ganhou em empregos, mas o mínimo que o governo poderia ter exigido era uma redução no preço dos aparelhos, afinal, quem menos ganhou com tudo isso foi o brasileiro que tem que pagar mais por um produto montado aqui.

A Foxconn investiu 2 bilhões na fábrica brasileira e agora além de abastecer o mercado nacional também abastece países latino-americanos. Com certeza foi os 2 bilhões mais bem investidos da empresa.

Se você pensa em comprar um iPad 2 ou o novo iPad  fabricados no Brasil, você terá que desembolsar os mesmos valores praticados anteriormente: R$ 1549,00 no novo iPad com Wi-Fi e  16 GB,  R$ 1.749 no de 32 GB  ou R$ 1.999 no de 64 Gbytes. Já as versões do novo iPad com Wi-Fi e 3G/4G (que nem funciona no Brasil ) saem por R$ 1.849 o de 16 GB, R$ 2.049 de 32 GB ou R$ 2.299 o de 64 GB. E ai: vai encarar o precinho?

Fonte: Folha

10 Comentários

  1. e o brasil sempre dando um "arrego" para empresas explorarem os nulos impostos e lucrarem ao máximo.
    se eu tivesse uma empresa e fosse gringo o brasil era uma mina de ouro, "investir pouco e lucrar muito" esse é o real lema da apple.

  2. E o que me deixa mais "de cara" é que sempre falaram que a culpa dos preços altos era alíquotas de importação. E a desculpa agora, o que é?

  3. a margem de lucros das montadoras de carros, linha branca, TVs', eletroeletronicos e pornograficamente alta…o governo nao tem nem ai….fatura junto via icms,pis/cofins etc..etc e o povo que se esploda.

  4. no walmart ja ta um tempo uma promoção de 10% de desconto em todos os ipads,bom se fossem preços fixos 10% é melhor que nada né?

  5. Ai ai, essa novela nunca vai acabar?
    Acho que só teremos gadgets com um bom preço se os Brasieiros criarem uma marca própria nacional e com produtos de qulidade a um preço justo, o qie claro não é o caso da Positivo porque o produtos des mesmo tendo um bom preço é de qualidade inferiror aos outros da mesma categoria

  6. O problema é que o pessoal que vive de aparência vai comprar, custe o que custar. Canso de ver gente que mora de aluguel em subúrbio com carro de 70.000 reais financiado em 60 vezes. Essas porcarias de iPad não são produtos de primeira de necessidade, ninguém precisa deles para viver ou trabalhar, todo mundo sabe que eles só servem para consumo de mídia. Quem precisa de um computador portátil para trabalhar basta ir atrás de um laptop ou de um netbook, produtos bem mais versáteis e baratos e, para consumo de mídia, qualquer tablet xing ling de 500 reais resolve o problema. É só ninguém comprar que, magicamente, na semana seguinte o preço diminui.

  7. Muito simples.. basta não comprar nada da marca iAgumaCoisa e pronto. Falta o povo aderir aos tablets android assim como foram com os Smartphone, aí anima o pessoal dos Apps a capricharem mais ainda e realmente fazer uma concorrencia forte frente ao iPad.

Deixe uma resposta