Real Time Analytics
Intel

Intel lança mini PC do tamanho de Pen Drive e ainda com Windows 8.1

Depois de lançar seus novos processadores na CES 2015, a Intel anunciou também seu mini PC chamado Computer Stick. Parece até um Pen Drive, mas é algo bem mais poderoso que qualquer Dongle com Android que há por ai. Ele é praticamente um desktop completo, com bom hardware e desempenho. Ele trás um processador Atom Bay Trail de quatro núcleos promete um bom desempenho, principalmente com a ajuda de 2GB de RAM e vem com 32GB de memória interna além de entrada para micro SD. Também já tem suporte nativo a WiFi e Bluetooth.

Computer Stick 2

Como notaram, ele é bem completo. Mas o mais interessante é que ele já vem com uma versão completa, igual de desktop, do Windows 8.1. Como ele faz tudo, é necessário conectá-lo há uma fonte externa de energia através de uma porta micro USB, o que tira um pouco de sua mobilidade.
Computer Stick 1

A versão do Computer Stick que vem com Windows 8.1 com Bing será vendida por 149 dólares, um preço razoável para uma CPU doméstica. A Intel também planeja uma versão com Linux por 89 dólares, contudo com 1GB de RAM e 8GB de espaço interno. Por enquanto, não temos previsão de lançamento para o Brasil.

Leiam também:  CES 2015 - Intel lança novos processadores Core i3, i5 e i7 para ultrabooks e notebooks

Seja o primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Intel, Samsung

Intel líder em vendas de chips? Não. Samsung acaba com 20 anos de festas

Parece até estranho dizer isso, mas a Intel não é mais líder no segmento de produção de chips. Depois de…

Parece até estranho dizer isso, mas a Intel não é mais líder no segmento de produção de chips. Depois de 24 anos de avanço na tecnologia e internet, principalmente no segmento mobile, outro player de peso virou o jogo e assumiu a liderança: a Samsung. A gigante coreana que faz de tudo, assume a liderança de mais um ramo da tecnologia.

Estamos em época de divulgação de resultados financeiros da primeira metade do ano. Não diferente, as duas empresas divulgaram seus resultados nesta semana. A divisão de semicondutores da Samsung teve receita de US$ 15,8 bilhões no segundo trimestre de 2017, enquanto a Intel ficou com US$ 14,8 bilhões. Como informa a Associated Press, se os preços de chips se mantiverem, a Samsung Semiconductor também deve ficar à frente da criadora do Pentium em receita anual.

A Intel liderava o setor desde 1993. Esse ano foi quando foram lançados os processadores Pentium, líderes absolutos até hoje no mercado de PCs. Já a Samsung ocupava a sétima posição, já que sempre foi tradicional na produção de circuitos integrados para as mais diversas aplicação na eletrônica. Em 2006 os coreanos pularam para o quarto lugar em 2006, e desde 2008 estavam na vide liderança.

Mas explicar como a Samsung alcançou e passou a Intel, é bem simples: PCs vs dispositivos mobiles. Enquanto ano a ano a produção de PCs caem – ramo principal da Intel – a produção de smartphones, relógios inteligentes e gadgets em geral crescem. Qual a semelhança entre eles? Além do tamanho reduzido, todos utilizam memórias DRAM, e a Samsung é a maior produtora do mundo. Além disso, ela também se destaca na produção de outros chips como sua linha de processadores Exynos e até mesmo na fabricação de processadores para a Qualcomm, como o atual Snapdragon 835. Isso mesmo, a Qualcomm tem parceria com a Samsung e utiliza unidades fabris da coreana na fabricação desses processadores.

Leiam também:  Intel líder em vendas de chips? Não. Samsung acaba com 20 anos de festas

E a Intel pode sofrer ainda mais nos próximos anos. A AMD lançou recentemente a linha de processadores AMD Ryzen que os analistas dizem que irá vender bem. Outra concorrência que ela sofrerá é de outra líder do segmento: a Qualcom. A maior produtora de processadores do mundo já avisou que pretende colocar seu Snapdragon 835 (fabricado em parceria com a Samsung) em computadores com Windows 10. A coisa tá feia para Intel. Não seria o momento de uma nova investida no ramo mobile?

materia completa
Intel

CES 2015 – Intel lança novos processadores Core i3, i5 e i7 para ultrabooks e notebooks

A Intel resolveu lançar na CES 2015 sua nova linha de processadores de quinta geração para notebooks e ultrabooks. Como…

A Intel resolveu lançar na CES 2015 sua nova linha de processadores de quinta geração para notebooks e ultrabooks. Como vem acontecendo nos últimos anos, pela falta de concorrência a altura eles apenas “deram um tapa” nos anteriores. Os novos Core i3, Core i5 e Core i7 lançados foram feitos sobre a arquitetura Broadwell, que antes só era encontrada na linha Core M.

Ao total são 17 novos chips, todos dual-core, mas a Intel disse que no segundo semestre irá lançar os Quad-cores. A lista até inclui dois Celeron e um Pentium, que são as opções mais barata e bem mais lentas. Todos contam com processo de fabricação de 14 nanômetros frente aos 22 nanômetros dos processadores Haswell da geração anterior.

Abaixo uma lista com os novos SKus.

novos chips intel

Diante de tantas variações, só mesmo através de tabelas da Intel para saber a diferença entre eles, basicamente podemos dizer que a diferença maior fica por conta da GPU que cada um usa. Os mais avançados contam com uma nova GPU, a Iris Graphics 6100 e 28 W. As demais opções têm TDP de 15W, mas GPU HD Graphics 6000, HD Graphics 5500 e, no caso dos chips mais econômicos, HD Graphics.

Como dito no começo do artigo, a Intel só deu um tapa nos chips. Isso significa que embora obviamente eles tenham ganhado mais perfomance e, principalmente, maior economia de energia, o desempenho não será algo notavelmente melhor. A explicação está na estratégia “tick-tock”, onde a Intel implementa uma tecnologia de fabricação menor (tick) e combina este processo com uma nova arquitetura somente na geração seguinte (tock).

novos chips intel die mao

Esses chips usam arquitetura Broadwell, que são menores que a arquitetura Haswell da versão anterior, por isso esses novos chips são considerados “tick”. Sabendo disso, quando a próxima geração de processadores da Intel chegar, a 6ª geração, a Intel mostrará um ganho real de perfomance nos seus chips. Os preços oficiais dos chips vão de US$ 107 a US$ 426.

Leiam também:  Intel líder em vendas de chips? Não. Samsung acaba com 20 anos de festas

 

materia completa