chipzilla-intel-medfield-vs-arm-348x196

chipzilla-intel-medfield-vs-arm-348x196A Intel está tentando mesmo entrar no cenário hoje dominado pela ARM, os de chips mobile. O Medfied, processador da empresa para dispositivos móveis, mostrou resultados impressionantes com o K800 da Lenovo embora não tenha chegado no mercado oficialmente, ainda mais que quando apresentados ainda estavam em smartphones com Android 2.3 gingerbread. Mas a Intel anunciou que está trabalhando duro para portar o Android 4.1 Jelly Bean aos seus chipsets móveis. Com isso a Intel espera expandir sua presença no mundo de dispositivos móveis rapidamente. Portar a versão mais atual do Android é um passo importante.

Leiam também | Motorola usará chipset da Intel em seus Androids

Mas não só de Android vive a Intel. Ela também pode receber um impulso após o lançamento dos Windows 8/RT/WP8, embora neste momento não está claro se os chips da Intel serão utilizados em outras versões além do Windows 8 x86. A Intel sempre teve boa relação com a Microsoft, porém a gigante de Mountain View anda sendo bem restritiva na escolha de hardware para smartphones que rodam seu sistema. Mas como as vendas do Android estão cada vez aumentando, a Chipzilla também pode almejar dominar essa área também.

1 Comentário

  1. Vi um tablet da Qualcumm snapdragon Quad Core ,feito para desenvolvedores.
    E nos testes de benchmark o snapdragon ganhou bonito de todos os chips quad cores(Tegra 3 e Exynos)..
    No teste de benchmark Lympack ele fez 201,522 MFLOPS
    Vi o mesmo teste do Nexus 7 com o Lympack e deu menos de 100 MFLOPS.
    É mais q o dobro do desempenho do Nexus 7 ou do Tegra 3,e olha q o Tablet da qualcomm está com a versão 4.0 do Android,isso pode aumentar ainda mais com o Android 4.1

Deixe uma resposta