Gringos estão metendo o pau no Windows Phone 7 e Lumia 900? mas eles não eram bons?

Eu sinceramente não acredito nos primeiros reviews ou impressões de produtos novos, principalmente de sistemas de smartphones. Quando o iPhone surgiu as criticas eram tão grandes, mas tão grandes que os “jornalistas especialistas” o comparavam com os celulares comuns da Nokia que rodavam Java, ou diziam que ele era o pior erro de Steve Jobs da história, que iria dar prejuízo e etc e tal. Nem preciso dizer que eles erraram e queimaram, ou melhor, tostaram suas línguas. E quando veio o Android? a mesma coisa: que era sistema de nerd, só programador iria gostar, cópia do iPhone, não tem futuro e muito mais. O resultado? mais uma vez tostaram as línguas. É sério, me deem um motivo para levar em consideração o que os “especialistas” dizem. Quando digo especialistas, também se enquadram muitos blogueiros famosos vendidos aos grandes portais que fazem posts puxando o saco dos patroci.. quer dizer, dos fabricantes. Agora foi a vez do Windows Phone 7…

24thO mesmo aconteceu com o Windows Phone 7, porém o mais engraçado é que com o Windows Phone 7 foi totalmente o contrário. Desde o primeiro instante a maioria dos “grandes” sites gringos e também nacionais elogiaram muito o sistema: é revolucionário, é o mais simples de ser usado, é o mais rápido, não exige hardware estratosféricos e por aí vai. E quando a Nokia adotou o sistema? ai sim os elogios começaram a crescer. O Lumia 800 ganhou vários prêmios, depois o Lumia 900 ganhou prêmio de melhor smartphone tanto na CES como na MWC. Então os especialistas acertaram, certo? Não exatamente. Durante as últimas semana uma enxurrada de críticas vem se recaindo no Windows Phone 7, especialmente nos reviews do Lumia 900. Sim, os mesmos que outrora elogiaram agora estão descendo a lenha no sistema. Mas porque?

Note que a maioria dos sites estão criticando o Lumia 900 pelo o que ele prometeu ser: um smartphone top de linha. No geral ele é um bom smartphone e o o Windows Phone é um bom OS, porém ele ainda não mostra algo que o coloque como melhor que os outros. O fato dele ser um sistema simples talvez o torne um tanto que chato. Fiquei cerca de um mês com o HTC Ultimate, se gostei dele? gostei sim, porém depois de duas semanas não há mais nada de novo que possa ser explorado nele. Embora para muitos isso possa ser algo bom, fica difícil fisgar novos usuários que agora usam o iPhone ou o Android. Abaixo uma coletânea de criticas que cruzei com minha experiência com o sistema.

Interface

A interface dele é bonita e funcional, porém é muito enjoativa pois é tudo exatamente igual pois até os aplicativos de terceiros são iguais entre si. Tornando tudo monótomo.

O interessante é que não há algo de muito ruim no Windows Phone, porém algumas coisas pequenas começam a revelar suas limitações. Um exemplo é seu hub social. A ideia da Microsoft foi simplesmente genial: unir todas as redes sociais, ligações e sms em um único aplicativo. Mas isso é na teoria. Todas as funções são limitadas, nada é completo. Você não tem um twitter completo, você não tem um Facebook completo, até o email não é tão bom assim. Ou seja, se você querer uma experiência rica e completa como em PCs e Macs e porque não no iOS e Android, você terá que baixar outros aplicativos (que não são muitos) para isso. Ou seja, a facilidade acaba e se torna igual ao concorrentes.

Outro incômodo é a multitarefa. O WP7 escollhe quem merece ficar aberto em plano de fundo, porém não há como sabermos suas escolhas. Então você sempre fica com aquele receio: será que ele vai fechar o aplicativo tal? é melhor eu checar ou mesmo salvar o que estou fazendo.

Internet Explorer

O Internet Explorer eu não gostei. Ele simplesmente não renderiza corretamente as páginas, em muitos sites parece que eu estou usando o Symbian S60v3 para abrir determinada página. As tags parecem serem mal dimensionadas. O H1 (titulo de posts) em alguns blogs ficou 4 vezes maior que o texto, tomando espaço demais da tela e congestionando a leitura.

Loja de aplicativos

A loja de aplicativos, ai ai ai. Existem mais de 70 mil aplicativos? sim, no Brasil? não. Então tem aplicativo bons para tudo? não. A verdade é que por maior que seja o número de aplicativos (muito inferior ao Android e ao iOS por sinal) não é fácil achar aplicativos bons e baratos. No começo quando o número de apps era pouco havia mais qualidade, mas a poluição de aplicativos inúteis vem cada vez mais tomando conta da Market Place, claro que isso acontece na Google Play e na App Store, porém lá também existem uma quantidade de aplicativos bons enorme o que não acontece na Market Place. Aplicativos simples para uma única função você simplesmente não acha. E jogos? ai a coisa é complicada. Chega a ser piada a quantidade de jogos bons na Market Place brasileira, na americana é melhor mas ainda longe do ideal. Sam Biddle do site The Verge disse que “a loja de apps é um buraco claustrofóbico”. E ainda há o fato de não ter Widgets, que para mim faz muita falta.

São apenas alguns problemas citados, mas isso de modo algum o torna um sistema ruim. O Windows Phone é um bom sistema iniciante. Para usuários que não são muito exigentes ele é ótimo e principalmente para quem está entrando no mundo dos smartphones. Mas quem vem do Android ou do iOS, um conselho: não é hora de migrar, ao menos por enquanto.

Um consenso geral que a maioria dos blogs de fora tem chegado, principalmente falando do Lumia 900 que é o de melhor se tem hoje se tratando de Windows Phone 7, é que ele ainda é um aparelho bonito, extremamente fácil de usar e um bom hardware para o que o Windows Phone pode oferecer, além do principal: ele é bem barato para fazer tudo isso. Essa é a conclusão nos EUA: O Lumia 900 é um smartphone bom e barato e que tem um ótimo custo beneficio, por isso muitos sites de lá tratam dele como uma boa compra.

Mas peraí, não estamos nos EUA, estamos no bom e velho Brasil onde os preços são abusivos e estratosféricos. O Lumia 900 logo será lançado aqui também, porém será caro, muito caro. Então a PRINCIPAL vantagem dele nos EUA simplesmente não existe aqui: o preço. Então pergunto a vocês caros amigos e leitores: diante de tudo o que foi dito, vale a pena pagar 1800 Reais em uma Nokia Lumia 800 ou em breve o 900?

PS: Eu ainda estou aguardando a Nokia nos enviar o Lumia 800 para testes, mas sabe cumé, site pequeno = fim da fila. 

Inspirações: GizmodoUS, The Verge, ARS, Slashgear

18 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Web Analytics