Não é incomum vermos as fabricantes lançarem à mão de software de benchmark para testar seus futuros aparelhos, pois bem, parece que a Google não é diferente. Um dispositivo misterioso chamado Google X (o qual acreditamos ser o Motorola X Phone) acaba de ser registrado no Antutu Benchmark, marcando uma pontuação abaixo do esperado o modelo surpreende por contar com uma versão sequer anunciada do Android, o Key Lime Pie. Leia mais:

Será que é verdade?

 

(Foto: Reprodução/Android Authority)

 

A imagem em questão pode não ser real, devemos deixar isso claro. Porém, se tentamos analisar o rumor como algo verídico veremos que o X Phone ou apenas “Google X” não seria um aparelho muito potente. Marcando apenas 15479 pontos, o aparelho é equivalente ao Samsung Galaxy S III, um modelo que está saindo dos holofotes. Diríamos que o X Phone pode vir a ser um smartphone não espetacular em termos de hardware, mas sim em construção e software. Rumores anteriores confirmam um aparelho resistente, de ótimo design e que fugiria dos padrões atuais empregados em smartphones.

“Não queremos mais polegadas, mais Hertz ou apenas mais velocidade em nossos smartphones, queremos algo com alma” – Jim Wicks, chefe do setor de design da Motorola Mobility.

 

(Foto: Divulgação/Android Authority)

 

Também deveríamos levar em conta que a versão do Android em questão deve estar em uma fase ainda primitiva de seu desenvolvimento, nada que mudaria drasticamente os números, mas que pode sim ter borrado alguns dados e comprometido o desempenho do aparelho nos testes. Estranhamente, o Motorola X Phone não parece ter a mesma proposta dos seus concorrentes Galaxy S4 ou HTC One, ele “não quer ser o mais rápido”, mas sim, “ser o mais honesto”.

É claro que há chances (inclusive chances muito altas) de tudo isso ser uma farsa, já aconteceu antes e vai aconte,cer outra vez, mas e você, acredita que este pode ser o Motorola X Phone? Nos diga nos comentários!

Fonte(s): Android Authority, Phone Arena

1 Comentário

  1. Ter android nunca foi diferencial. A diferença sempre esteve nos HW que equipavam os android. Lançar um aparelho deste, mesmo para lançamento de nova versão de SW é pedir para morrer com o smartphone antes de amadurecer.
    Definitivamente não acredito que as informações sejam verdadeiras.

Deixe uma resposta