No Google I/O de hoje, a empresa finalmente revelou suas intenções de unificar o design de tudo o que faz, o que inclui o Android, o Chrome OS e também seus serviços Web. Esse parece ser um caminho sem volta atualmente, já que tanto a Microsoft como a Apple já adotaram isso há um tempo atrás. Tudo será baseado no “Google Material Design” que é o novo patrão de de design que o Google mostrou hoje e que equipará inicialmente o Android L, atual nome da futura versão do Android. Além do sistema Chrome OS e de todos os seus serviços Web como Gmail, Calendar e etc.

Apresentada pelo chileno Matias Duarte, chefe de experiência de uso do Android, a novo padrão irá unificar todas as interfaces utilizadas pelos produtos do Google, facilitando assim a usabilidade deles. Como o intuito é deixar tudo parecido facilitando a experiência de uso, eles pretendem com isso “incentivar” os usuários a usarem todos os seus serviços, independente do dispositivo utilizado: smartphone, Chromebook, PC e agora TV. Além disso, o Material Design tende a facilitar a vida dos desenvolvedores, já que se as suas diretrizes forem seguidas, será bem mais fácil desenvolver um um app que seja compatível com todos os equipamentos e serviços.

Com o Material Design, o Google fará a maior mudança estética desde o ICS: padrões de ícones, cores, animações, tipografia, notificações e tudo mais. Nas fotos abaixo, podemos reparar que o Google parece que mesclou o design de alguns serviços como  o Google+ e Gmail com o que o Android usa atualmente.

material design teclado material design gmail material design launcher material design ligações

Vejam um vídeo demonstrando o Material Design sendo usado em vários tipos de dispositivos.

Segundo Matias Duarte, o novo padrão de design quer que os usuários tenham experiência de interações bem próximas que ele teria ao utilizar coisas reais, materiais reais. Dai o nome “Material Design”. Na prática, ele aplica efeitos de sombra, animações e respostas ao toque da maneira mais racional possível, que dá para perceber que no caso o “racional” é bem menos efeito que atualmente. Curiosamente, ou não, é algo bem semelhante ao que Jony Ive fez com o iOS 7.

Embora o foco maior seja no Android, o Material Design chegará primeiro ao Gmail, Calendar e Maps. Já que no Android só na próxima versão do sistema, que provavelmente deverá ser o Android 5.0, dada o tamanho das mudanças.

Sem comentários

Deixe uma resposta